Home / Animais / Como é o Processo de Metamorfose da Borboleta? E o Casulo?

Como é o Processo de Metamorfose da Borboleta? E o Casulo?

Quem observa as borboletas tão exuberantes, talvez não acredite que no início de sua formação elas são apenas lagartas. Todo esse processo se chama metamorfose e acontece em etapas. Hoje vamos explicar cada uma dela detalhadamente e mostrar todos os ciclos de vida desse inseto tão bonito.  Preparado?

O que é a Metamorfose?

A palavra metamorfose significa mudança e remente a um processo em que um indivíduo se transforma em outro. Entre os animais, esse processo é muito comum nos anfíbios e também nos insetos.

As borboletas realizam esse processo que começa com o ovo e termina com o animal em sua fase adulta. Algumas espécies realizam apenas algumas partes da metamorfose, enquanto outras passam pelo ciclo completo. As borboleta pertencem à família das Hesperioidea e podem apresentar diversas cores, formatos e expectativa de vida.

No caso delas, a metamorfose inicia com a eclosão dos ovos e o surgimento das lagartas que passam por um processo longo de modificação dentro dos casulos. A seguir detalharemos cada uma das etapas. Acompanhe:

O Ciclo de Vida da Borboleta

A vida do animal começa com a postura dos ovos. Após a eclosão (que pode demorar entre cinco e quinze dias) saem lagartas que são alimentadas por tipos específicos de folhas.

Elas são muito pequenas e tem como principal atividade comer muito e crescer de forma impressionante. Com um corpo alongado, as lagartas podem possuir diversas cores e apresentam pelos que podem ser venenosos e causar um processo alérgicos em alguns  animais.

iclo de Vida da Borboleta
Ciclo de Vida da Borboleta

Uma curiosidade muito interessante é que elas podem passar mais de cinco meses apenas se alimentando de folhas. Durante esse tempo elas podem trocar de pele diversas vezes. Inacreditável, não é?  Alguns tipos de lagartas são excelentes inseticidas naturais nas plantações, pois se alimentam de pragas que costumam acabar com os cultivos agrícolas.

A Formação do Casulo

Depois da fase de “engorda” a lagarta inicia um processo em que começa a fiar e formar o seu casulo, também conhecido como crisália. Durante um longo período ela se ocupa apenas de fabricar o casulo e nem sequer se alimenta ao longo desta fase que pode demorar quase um mês.

Quando estão acomodadas, as lagartas passam por grandes mudanças, dentre elas: a formação das asas, das antenas e das estruturas que elas usam para se alimentarem.

Casulo de Borboleta
Casulo de Borboleta

Por volta do décimo quinto dia, a borboleta encontra-se formada e pronta para conhecer o mundo lá fora. No início elas ainda possuem dificuldades de locomoção, pois as asas ainda se encontram muito molhadas. Entretanto, com poucos dias elas já estão preparadas para seguir voo e encantar com suas cores e belezas.

A principal atividade das borboletas durante essa fase é realizar a reprodução. Algumas espécies vivem apenas por semanas, enquanto outras chegam a viver por alguns meses.

Resumo Sobre a Metamorfose da Borboleta

De forma resumida podemos dizer que existem quatro etapas até a formação da adulta: ovos, formação das lagartas, transformação na crisália e por fim a borboleta formada.

Os especialistas destacam que todos esses processos que compõem a metamorfose podem chegar a durar mais de um mês. Entretanto, em algumas espécies esse processo pode demorar ainda mais e somente o estágio em que as lagartas se alimentam de folhas  podem se passar quase um ano.

Mas é no casulo que acontecem as mudanças mais significativas e as lagartas se tornam de fato borboletas. O casulo tem um papel muito importante de proteção e serve como uma espécie de abrigo contra os inimigos. Por fim, a linda e exuberante sai de seu “esconderijo” e conclui os estágios da metamorfose.

Qual a Diferença Entre Mariposas e Borboletas?

Embora os dois insetos pertençam a mesma ordem e tenham muitas semelhanças físicas, eles possuem algumas diferenças bem relevantes. Uma dela diz respeito a forma como os corpos desses animais são formados.

Enquanto as borboletas permanecem com as asas sempre levantadas, as mariposas possuem o costume de deixá-las abertas. Com relação as antenas, as diferenças também são bem visíveis: a das mariposas tem uma aparência mais aveludada, enquanto as das borboletas são mais finas e larvas. Outro ponto que pode ser destacado como diferença entre as duas espécies é o horário que elas desenvolvem suas atividades com mais frequências. As borboletas são diurnas, já as mariposas são mais ativas quando escurece.

Você sabia que é a lagarta de uma espécie de borboleta que é capaz de fabricar o casulo que é utilizado como matéria prima para a fabricação do fio da seda, um dos tecidos mais nobre e caros utilizados em todos o mundo?

Ficha Técnica da Borboleta

Confira abaixo alguma das mais importantes informações sobre as borboletas. Veja:

  • Pertencem a classe dos insetos.
  • São animais ovíparos que possuem o corpo dividido em três partes.
  • Podem ser encontradas em quase todas as partes do mundo.
  • Só no Brasil são mais de 3000 espécies diferentes de borboleta.
  • Apresentam fases de vida que vão da postura dos ovos até a formação da borboleta adulta.
  • A reprodução é assexuada.
  • Possuem características muito parecidas com as mariposas.

Nosso artigo termina por aqui, mas saiba que nosso contato pode continuar por meio do seu comentário, sugestão ou dúvida logo abaixo. Compartilhe os conteúdos do Mundo Ecologia com seus amigos e nas suas redes sociais. Ficaremos imensamente felizes em receber sua visita novamente e preparamos sempre os melhores artigos com temas diferenciados e voltados para animais, plantas e natureza. Esperamos te encontrar em breve, ok? Até mais!

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *