Home / Animais / Como Domesticar uma Coruja?

Como Domesticar uma Coruja?

É Possível Criar Uma Coruja?

Elas são animais fantásticos, dóceis e quando bem cuidadas, são carismáticas. É possível cria-las em sua residência, porém, o bom senso e os cuidados são fundamentais para a qualidade de vida da ave.

Muitas pessoas acham que é normal chegar no habitat da coruja, captura-la e “cuidar” dela. Não é bem assim, se alguém chegar próximo ao seu ninho, elas ficam furiosas e atacam qualquer perigo próximo. Não faz sentido retirar um animal do seu próprio habitat, onde ele está vivendo em paz, para leva-lo para um viveiro, onde ele será mal cuidado.

Apesar de serem difíceis de encontrar, existem alguns criadouros autorizados pelo IBAMA a comercializar a ave, você deve busca-los e somente comprar de lojas autorizadas. Nunca, em hipótese alguma, ajude o tráfico de animais, lojas ou pessoas físicas que comercializam a ave sem a permissão do IBAMA existem também, mas não compre deles, pois assim você estará contribuindo para a extinção da espécie.  E nunca, nunca mesmo pegue uma coruja diretamente da natureza, pois você estará rompendo com todos os instintos naturais dela e acabando por prejudica-la para o resto de sua vida.

Lembre-se, antes de pensar em criar uma coruja, você deve fazer as seguintes perguntas: por que eu quero ter uma coruja? Eu tenho espaço para cria-la? Eu vou prejudica-la? Ela estará vivendo com qualidade daqui há 1 ano? E uma última e mais importante (se coloque no lugar da ave): Eu gostaria de viver preso em uma gaiola?

Na Inglaterra, foi decorrente o numero de pessoas que quiseram domesticar corujas, principalmente depois dos filmes da saga Harry Potter, onde todos os bruxinhos tinham uma coruja de estimação. Todos começaram a querer ter também, e tiveram, conseguiram adquirir uma coruja. E você sabe o que aconteceu depois do fim da saga? A maioria das corujas foram abandonadas, e como não sabiam viver em meios urbanos, sumiram.

Harry Potter Com Sua Coruja
Harry Potter Com Sua Coruja

Então é preciso ter bom senso e consciência para cuidar de uma coruja; não a possua só por que ela é um animal exótico e será bonito mostra-la aos outros. Pense principalmente na saúde e na qualidade de vida da ave.

Cuidados Com a Coruja

Então vamos supor que você se questionou varias vezes e decidiu mesmo assim ter uma coruja de estimação. Os cuidados, as precauções que você deve tomar para cuidar da ave são enormes; além do investimento, pois cuidar de um animal demanda tempo e dinheiro.

A começar pelo espaço em que a coruja viverá. O lugar deve ser grande, espaçoso, com tamanho adequado para que ela se sinta livre e a vontade, de modo que ela não passe por nenhum stress e possa voar tranquilamente durante o dia; o local ainda deve possuir poleiros e bebedouros. É fundamental para a saúde da coruja que ela voe todos os dias.

As corujas possuem hábitos noturnos, então é interessante que ela possua uma caixa, ou algum local, em que ela possa estar em escuridão total.

A coruja, quando em seu habitat, na natureza, alimenta-se de pequenos invertebrados, pequenos mamíferos, como ratos, ratazanas, camundongos e os come ainda vivos. Quando em cativeiro, a alimentação dela não deverá ser diferente; mas você deve estar se perguntando: como eu vou pegar um rato vivo? Não, você não precisará dar ele vivo para a coruja, pode ser morto, você os encontra em alguns abatedouros de ratos; praticamente tudo que você recolher de animais (grilos, gafanhotos, besouros) servirá de alimentação a ela e também pode incluir alguns suplementos específicos para aves de rapina.

Além do espaço adequado e das comidas ideais, é preciso alguns cuidados mais específicos, decorrentes do comportamento da ave. Vamos conhecer alguns hábitos das corujas para que você saiba o que fazer.

Como Domesticar Uma Coruja

Elas são seres muito sensíveis; possuem hábitos noturnos e solitários; são ótimas caçadoras e possuem uma audição fantástica; quando se sentem ameaçadas, são extremamente agressivas.

Então o primeiro passo é você dar muito carinho e atenção a ela, de modo que ela passe a confiar em você e não o veja como uma ameaça.  Ter paciência é fundamental neste processo, pois lembre-se, a ave não está no habitat dela, então a tendência no começo é ela ser agressiva com você. Evite ficar colocando a mão nela, pelo menos no inicio da relação.

Comece dando petiscos a ela, podem ser pequenos animais mortos; isso é interessante para que ela confie em você.

Depois, já que vai cria-la em meio aos humanos, é fundamental que ela se adapte. Você pode fazer isso deixando seu viveiro próximo às atividades humanas, porém, no inicio não, ela ficara muito irritada se você deixa-la em uma sala cheia de gente. A circulação de pessoas é importante para que ela se adapte, mas isso acontece ao longo do tempo.

Compreende-la também importante, ao passar do tempo, você começará a entender alguns sinais da ave, alguns sons emitidos, algumas ações e seu comportamento; é importante para que você saiba o que ela deseja, se deseja voar, comer, caçar, carinho, etc.

E lembre-se, se você for viajar, não peça para nenhum vizinho cuidar dela, ela irá estranhar muito e poderá passar por dificuldades. Além de ser fundamental ainda a higienização do local onde ela vive.

Vale a Pena Criar uma Coruja?

Criando uma Coruja
Criando uma Coruja

Se você se lembrar destes passos fundamentais, irá proporcionar a ela uma boa qualidade de vida e ela poderá viver ao seu lado, como uma amiga, por muito tempo. Elas são agressivas no inicio, mas depois de confiar no seu cuidador, elas ficam dóceis e o tratará bem também.

Mas uma última pergunta é necessária fazer: vale a pena ter uma coruja de estimação? Lembre-se que elas são seres selvagens, estão adaptadas a voar, a caçar, a fazer seu ninho, a se reproduzir em meio à natureza. Se não for cuida-la com carinho, atenção, espaço adequado, alimentação correta, é melhor que você opte por não tê-la.

Não existe nenhuma dificuldade para uma pessoa não ter uma coruja, mas já para tê-la, as dificuldades são enormes, desde a compra, que precisa de autorização, até a criação, que demanda tempo e dedicação. São seres extremamente sensíveis, então é melhor pensar duas vezes antes de adquirir uma coruja, se for para maltrata-la é melhor procurar outro animal de estimação, que atenda aos padrões e consiga viver em paz ao seu lado.

Veja também

Doninha-Fedorenta ou Cangambá: Características e Fotos

A doninha-fedorenta (Mephitis mephitis), ou cangambá, como também é conhecido, é um animal mamífero e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *