Home / Animais / Como Cuidar de um Dogue Alemão Filhote: Cuidados e Doenças

Como Cuidar de um Dogue Alemão Filhote: Cuidados e Doenças

O dogue alemão é um dos maiores cachorros do mundo. Ele chama atenção de qualquer um devido as suas patas alongadas e seu gigantesco corpo.

A altura média do animal varia entre 70 cm a 90 cm. Isso depende de cada indivíduo, porém, os machos são levemente maiores que as fêmeas. 

Ele é oriundo da Alemanha, como o próprio nome já diz é a raça foi amplamente disseminada pelo continente europeu e posteriormente, ao mundo todo.  Veja a seguir as principais características da raça, como cuidar, os cuidados e doenças. Confira!

Dogue Alemão Filhote: Principais Características

A raça chama atenção devido a algumas características únicas e peculiares. Algumas delas são: 

  1. Pescoço largo e com muitos músculos
  2. A cabeça grande, um tanto estreita, porém proporcional ao corpo
  3. É uma raça muito expressiva, consegue demonstrar na sua face o que está sentindo
  4. Corpo musculoso, desde as patas até as costelas 
  5. Patas grandes e arqueadas

De fato, é uma raça com características únicas e extremamente potentes quando falamos de força, resistência e tamanho. 

Com os filhotes não é diferente, desde pequenos já possuem tais características, que se desenvolvem ao longo do tempo. 

Dogue Alemão Filhote

São animais que impressionam pelo seu tamanho, porém, são muito dóceis e não causam perigo algum. 

Mas vale lembrar que como qualquer outro cachorro, eles não gostam de se sentir incomodados, perturbados e se sentirem-se ameaçados, não hesitam em atacar. 

Ele ataca apenas nesses casos, não é de seu feitio causar grandes e violentos ataques. Ele possui uma excelente relação com o dono, que com o passar do tempo, adquire a confiança do filhote e conforme o seu crescimento, a relação fica ainda mais estreita. 

O dogue alemão é um ótimo companheiro para quem vive em locais amplos, com quintais, fazendas, sítios, etc. 

Entretanto, é uma espécie de cachorro que precisa de muito espaço para viver. Ou seja, se você mora em apartamento, talvez essa não seja a raça mais indicada para você.

Veja a seguir seus principais cuidados que você deve ter quando adquire um filhote de dogue alemão!

Cuidados com o Dogue Alemão Filhote

Como foi dito acima, o dogue alemão é uma raça que necessita de muito espaço devido ao seu tamanho. 

Sendo assim, atente-se ao local que ele ficará, onde será cuidado. O local deve ser espaçoso, com lugar para ele dormir confortavelmente, caminhar, correr, e de preferência, poder usufruir com tranquilidade, sem muitos incômodos. 

Para quem mora em locais com menos espaço, deve se atentar ao próximo item, pois é vital para a saúde do seu dogue alemão filhote.

Os passeios são fundamentais para qualquer cachorro, pois são neles que os cães socializam, sentem novos cheiros, conhecem outros cachorros e principalmente, praticam exercícios. 

Cães estressados ou obesos são sintomas de falta de passeio. O cachorro não sai de casa e por isso, tende a ficar impaciente. 

Então por isso passeie com seu cachorro, independente da raça. Porém, raças maiores necessitam de uma atenção especial em relação a isso, já que precisam de muito espaço. 

Ensinamentos

Você deve ensinar o seu cão a te obedecer desde filhote, pois somente assim conseguirá o respeito e a atenção dele.

Para isso, dê recompensas (um biscoito) sempre que ele fizer alguma coisa que você classifica como positiva. 

Ele assimilará a ação dele com a recompensa e a tendência é que sempre volte a repeti-la para ganhar um novo biscoito. 

Comida

A comida deve ser de qualidade, procure por rações especiais para filhotes e conforme o cão for se desenvolvendo, mude para outras rações de adulto. 

As rações ou a troca delas, podem causar alguns distúrbios no animal, isso pode ser por causa de sua adaptação ou mesmo estranhamento com o novo alimento. 

Fique atento, se o animal estiver sem apetite, pode ser sintoma de alguma doença ou incômodo que ele sente. Nesse caso, o mais indicado é procurar por ajuda veterinária. 

Forneça água límpida para seu cãozinho. Um cão hidratada e bem alimentado possui menores chances de contrair doenças. E desta maneira, consegue ter uma vida saudável ao lado do dono. 

Então troque sua água ao menos 2 vezes por dia. Não deixe ela ficar parada com sujeira acumulada. Ela aumenta a saúde e a imunidade do animal. 

Remédios

Os remédios devem ser utilizados quando o animal não está bem, com algum sintoma que lhe é estranho. 

Mas de modo algum dê a ele remédios por conta própria, antes, consulte um veterinário, um especialista e faça um diagnóstico para saber realmente o que o animal possui. 

Existem algumas doenças que podem afetar sobretudo os dogues alemães, veja quais são elas e como se prevenir das decorrentes ameaças. 

Dogue Alemão Remédios

Doenças Comuns do Dogue Alemão

O dogue alemão é um animal muito grande e como consequência disso, pode contrair algumas doenças específicas. 

Vale lembrar que essas doenças não exclusivamente do dogue alemão, e sim de cachorros de grande porte. 

Apesar da força e da alta resistência, esses cães têm predisposições para algumas doenças. Veja quais são elas a seguir! 

Displasia

Essa é uma doença muito comum em cachorros de grande porte. Acontece que o cachorro é muito pesado e algumas vezes, seus ossos não suportam o próprio peso.

A doença pode acontecer tanto pelo excesso de peso, como também pelo excesso de atividade física. Então aten-se e mantenha o equilíbrio do animal. 

A displasia pode ser muito dolorosa para o cão, ele sente dores sobretudo no corpo e nas patas, além disso, fica com dificuldade de locomover-se. 

Dogue Alemão Displasia

Essa também é uma doença muito comum em cachorros de grande porte. A cardiomiopatia ataca diretamente o coração do cachorro. É considerada uma doença arterial coronariana. 

Câncer

O câncer pode ocorrer em qualquer raça, qualquer cachorro, porém, acontecem com mais frequência em animais de grande porte. 

O câncer nos ossos pode afetar diretamente o dogue alemão, além disso tumores e linfomas também o atacam. 

É importante destacar que o câncer não é visível ao olho nu, ele manifesta-se no interior do cachorro. Sendo assim, é preciso ficar atento a cada sintoma que o animal apresentar e procurar por ajuda de especialistas o quanto antes. 

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e amigas nas redes sociais! 

Veja também

Lagartixa na Mão

Lagartixa Morde o Dedo de Humanos? Qual Risco Ela Oferece?

Dependendo da espécie, as lagartixas podem ter de um a meio a quarenta centímetros de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *