Home / Animais / Como Cuidar de Anêmona no Aquário Marinho?

Como Cuidar de Anêmona no Aquário Marinho?

Não é fácil ter como cuidar de anêmona no aquário marinho. Um novo proprietário, ainda mais inexperiente, pode levar à morte do pet. Por isso, as informações detalhadas são tão importantes.

As anêmonas pertencem ao filo Cnidaria, geralmente encontradas ligadas às rochas ou à base do mar. Elas se movem muito raramente. Ás vezes se ligam aos caranguejos eremitas para locomoção.

A parte superior desses animais é carnuda e consiste em muitos tentáculos que circundam sua boca em formato de disco. As anêmonas marinhas são muito difíceis de cuidar e requerem muita atenção.

Obtenha algumas dicas importantes sobre os cuidados neste artigo. Não perca nenhuma dica sobre essas criaturas. Confira!

Como Cuidar de Anêmona no Aquário Marinho

As anêmonas são animais muito sensíveis. Portanto, é extremamente importante manter o ambiente e outros aspectos sob controle. Elas podem não sobreviver nas mãos de pessoas que não têm muita experiência em manter a vida de animais da espécie.

Para ter como cuidar de anêmona no aquário marinho, siga as seguintes instruções:

Obter um Aquário Perfeito

As anêmonas marinhas podem crescer até 2 m de diâmetro. Portanto, precisam de grandes espaços. Mantenha-as em pelo menos 115 a 135 litros de água salgada.

Um aquário maior pode proporcionar um ambiente melhor para a espécie e ajudá-la a crescer saudável. Coloque de três a quatro pedras grandes dentro do aquário, pois as anêmonas adoram se prender às rochas e muito raramente se movem de um lugar para outro.

As bombas de água aberta no aquário podem ser perigosas para elas, pois seus tentáculos conseguem ser facilmente capturados na bomba e podem até levar à morte. Da mesma forma, um aquecedor é capaz de queimar os tentáculos. Por isso, é melhor colocar a bomba e o aquecedor em uma fenda separada para evitar acidentes.

Manter o Ambiente do Aquário

É importante para ter como cuidar de anêmona no aquário marinho manter o ambiente estável. Considere a temperatura entre 23º a 27º C. O nível de salinidade deve estar entre 1.020 até 1.026.

Você tem que ter um sistema de filtragem forte. As anêmonas exigem muita luz, portanto, um halogeneto de metal de alta potência será o melhor para essas criaturas. Você precisa verificar a temperatura, qualidade da água, salinidade e pH regularmente. Troque de 15 a 30% de água a cada três a quatro semanas para manutenção do aquário.

Manter o Ambiente do Aquário
Manter o Ambiente do Aquário

Manter Relacionamento Simbiótico

Esse tipo de animal compartilha relações simbióticas com peixes-palhaço e caranguejos. Peixe-palhaço come algas da superfície de uma anêmona que a mantém limpa e saudável.

As anêmonas comem os restos de comida dos peixes-palhaço. No entanto, você precisa pesquisar um pouco sobre as espécies que melhor se adequam à anêmona.

Estudos mostram que para ter como cuidar de anêmona no aquário marinho é preciso fazer essa associação para que ela viva mais. Além disso, esses animais são mais saudáveis ​​e não requerem alimentação frequente em comparação com as anêmonas sem o peixe-palhaço.

Peixe-Palhaço
Peixe-Palhaço

Nessa relação simbiótica com os caranguejos eremitas, as anêmonas geralmente são vistas ligadas à casca dura deles. À medida que os caranguejos se locomovem em busca de comida, as anêmonas também entram em contato com alimentação abundante. Em troca, elas salvam os caranguejos dos predadores com a ajuda de seus tentáculos.

Alimentação

Como cuidar de anêmona no aquário marinho alimentando-a direito? As anêmonas do mar podem ser alimentadas pelo menos uma ou duas vezes por semana. Elas não precisam de alimentação regular, pois também comem os restos de comida dos peixes-palhaço.

A quantidade de comida e o tempo de alimentação também dependem do tamanho das anêmonas. Espécies maiores requerem alimentação frequente. Você pode alimentá-las com pequenos vermes, peixe picado e camarão pequeno.

Seu crescimento também depende da comida. Mais comida resultará em crescimento e reprodução mais rápidos, pois fornecerá proteínas e energia necessárias para executar a tarefa. A presença de peixe-palhaço facilita muito, pois a sobra de comida dessa espécie é devorada pela anêmona.

Mas se não houver peixe-palhaço, você precisará alimentar as anêmonas diretamente. Por via de regra, salvo recomendações específicas, alimente-as semanalmente. A comida que você dá, não deve ter mais que 5 cm de tamanho, uma vez que qualquer coisa maior que isso será rejeitada.

Existem algumas espécies de anêmonas que devem ser alimentadas à noite. Retire os alimentos não consumidos do aquário após uma hora.

Preocupações Com a Saúde

As anêmonas marinhas, como qualquer outro animal, podem enfrentar doenças e complicações de saúde. É importante que o proprietário cuide disso para que seja tratado na fase inicial.

Se você observar perda de cor, falta de atividade, tentáculos encolhidos, perda de apetite, etc., esses podem ser sinais de sérios danos. Além disso, se você estiver alimentando os outros peixes do aquário com algum medicamento, lembre-se de não alimentá-los com nada à base de cobre, pois eles podem ser consumidos pelas anêmonas e ser venenosos.

Como Transferir uma Anêmona do Mar

Se você estava curioso para aprender como cuidar de anêmona no aquário marinho, deve saber como coloca-la em sua nova casa. Se você deseja transferir esse animal de um aquário para outro, precisa ter cuidado, especialmente se ela estiver anexada a uma rocha.

Mova a anêmona e a rocha do aquário. Caso não queira a rocha, coloque um cubo de gelo na borda da base da anêmona. Como resultado da ação reflexa, ela libera seu controle sobre a rocha. Não puxe ou remova à força, pois pode resultar em rasgos dos tecidos, o que levará à sua morte.

Anêmona do Mar
Anêmona do Mar

Fatos Sobre a Anêmona

  • A anêmona recebeu esse nome da bela flor de anêmona e, portanto, também é conhecida como flor do mar. Suas cores vibrantes e belos tentáculos lhe conferem uma aparência muito parecida com uma planta;
  • Seus tentáculos consistem em cnidócitos. Cnidócitos são células que a ajuda a se proteger e também a capturar presas;
  • Esses tentáculos são venenosos e paralisam a presa por picadas;
  • O tamanho dos tentáculos varia de 1 cm a 1,80 metros;
  • Elas comem peixes pequenos, vermes, camarões pequenos, etc.;
  • Elas mantêm relações simbióticas com os peixes-palhaço;
  • No mar, as anêmonas podem viver por mais de 60 anos e acredita-se que algumas espécies vivam por mais de 100 anos;
  • Nos aquários de água salgada, a vida útil média é de apenas 21 meses.

E aí? Aprendeu como cuidar de anêmona no aquário marinho? Siga todas as dicas dadas acima e tenha um animal saudável por muito tempo!

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *