Home / Animais / Como Cruzar Pug? Como é sua Reprodução e Período de Gestação?

Como Cruzar Pug? Como é sua Reprodução e Período de Gestação?

O Pug é uma das raças que tem caído no gosto brasileiro. E não é para menos: além de belíssimo, esse animal consegue conviver bem com crianças e outros pets, é perfeito para ambientes pequenos, e pode ser um grande companheiro para pessoas de mais idade.

Com tudo isso, não é de se espantar que cada vez mais tutores busquem orientações a respeito de como cruzar seus pugs, e procurem por dicas para tornar o momento da cruza o mais saudável possível para o animal, gerando belíssimos filhotes e aumentando a família.

Pug Fotografado Olhando Para a Câmera
Pug Fotografado Olhando Para a Câmera

De fato, esse é um passo importante na vida do animal, e merece toda a sua atenção. A cruza demanda cuidado e preparo – mais por parte do tutor do que do próprio casal que está prestes a procriar.

Entender como acontece o processo – desde o cio até o nascimento dos bebês – é importante para que você consiga acompanhar tudo isso, e garanta todo o conforto e a segurança que o seu animal merece!

Primeiro Cio X Cruza: Qual É a Hora Certa De Arranjar O “primeiro Relacionamento”?

Assim como acontece com qualquer outra raça, a fêmea de pug entrará no cio entre o seu 6° e 9° mês de idade. Se a cadela não for castrada, se prepare para encarar um comportamento completamente diferente do habitual!

Cada fêmea adota um comportamento diferente, mas é comum que elas pareçam mais dengosas, chorosas, ou reações extremas como muito agitadas ou muito quietas.

• Cruzar no primeiro cio faz bem?

Esse é um mito amplamente difundido, e é importantíssimo se atentar ao fato de que o primeiro cio não significa que a cadela já pode receber a sua primeira gestação. Na verdade, provavelmente o aparelho reprodutor dela ainda não está preparado para isso até que complete mais ou menos um ano e meio de idade.

• Quanto tempo dura o cio?

O cio de um pug deve durar em média de 3 a 4 semanas. Depois desse tempo a cadela vai voltar ao seu comportamento habitual, e você perceberá que a vulva parecer “desinchar” e não há mais sangue na região.

A ovulação acontece entre o 11° e o 14° dia, geralmente. É nesse período que ela pode engravidar. Para ter o calendário exato de sua fêmea, leve ao veterinário e realize exames quando o cio começar!

Encontrar o Parceiro ideal para Cruzar é Fundamental!

Fêmea de Pug no Cio
Fêmea de Pug no Cio

Seja você o tutor de um macho ou uma fêmea, saiba que os pugs são animais extremamente adoráveis. Ainda assim, é sempre indicado que o cachorro conheça o outro antes da cruza, para que os donos possam analisar se eles parecem se dar bem.

Se a cadela não estiver no cio, pode ser que ela recuse a presença do macho instantaneamente. Por isso é muito indicado que você espere e analise quando o período correto chegar.

• Exames antes da cruza:

Ambos os animais devem passar por uma bateria de exames de modo a verificar se estão saudáveis e prontos para serem pais. Também é indicado que eles sejam puros para que não corra o risco de gerar filhotes com quaisquer problemas.

É importante que ambos os tutores se antecipem a respeito da consulta ao veterinário, e informem o outro sobre qualquer problema que seja identificado durante a visita ao especialista ou nos exames médicos.

Os animais também devem estar vacinados e vermifugados, além de ter peso ideal – nem muito gordos, nem muito magros. Respeite a idade, e jamais cruze animais antes de 1 ano e meio ou depois dos 6 anos de idade.

Dia Da Cruza: Como Eles Vão Se Comportar?

Pug Cruzando
Pug Cruzando

Chegou o grande dia! A cadela está no cio, os animais já se conheceram e se deram bem, ambos são puros e passaram por exames. Agora é hora de colocá-los no mesmo ambiente para que finalmente iniciem a copulação.

Para começar, isso deve acontecer no ambiente do macho para que ele se sinta mais à vontade, e não perceba os cheiros de outros animais. Os machos costumam adotar um comportamento mais dominante, sobretudo quando estão sob efeitos do odor dos feromônios exalado pela fêmea no cio!

Solte os dois em um ambiente amplo e seguro, onde possam caminhar. Jamais use artefatos para forçar a cruza! Isso causa danos à saúde física e mental dos animais, além de ser considerado maus-tratos!

Deixe que fiquem soltos e a vontade. Eles vão se entender, e logo você perceberá o macho montado na fêmea. Não se assuste: a cruza pode levar até 20 minutos! Não interrompa a ocasião.

• Animais grudados:

É normal que os animais fiquem grudados ao final da cruza. Isso acontece porque o pênis aumentou de tamanho, e ficou preso. Não tente separar os animais, pois, isso prejudicará a fecundação e pode causar ferimentos internos graves em ambos.

Espere que se soltem naturalmente! Quando os animais terminarem a cruza, pode ser que pareçam bem cansados e ofegantes. Ofereça água fresca e limpa, e deixe que descansem por um período antes de transportá-los novamente.

Gestação E Nascimento Dos Bebês – Os Cuidados Estão Só Começando!

A gestação começa a dar sinais cerca de duas ou semanas depois da cruza. Você perceberá que a fêmea está com os mamilos mais duros e a barriga mais arredondada. Você pode solicitar um exame para se certificar da gestação!

A gravidez deve ser acompanhada do começo ao fim por um médico. A fêmea precisa comer muito mais, às vezes o dobro, mas também precisa manter o peso em ordem. Faça caminhadas leves, respeite o tempo do animal.

A gravidez dura 63 dias – às vezes os bebês chegam uns 2 dias antes e outras uns 2 dias depois. Prepare um local seguro, limpo e aconchegante para que ela ganhe os filhotes – de preferência um local que já tenha o cheiro da mãe.

Filhote de Pug
Filhote de Pug

Na sétima semana de vida você já pode levar os filhotes de pug para a primeira consulta. O veterinário vai indicar as vacinas necessárias e o tempo ideal para doação dos bebês, se for essa a sua intenção.

Lembre-se que a cria é responsabilidade sua! Tenha em mente o que vai fazer com os filhotes quando eles nascerem, e pense nisso com carinho. Evite fazer a fêmea de pug ter cria em todos os cios – dê a ela períodos de descanso – e limite o máximo de 4 gestações por animal.

Veja também

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote: Cuidados e Doenças

Os primeiros exemplares do Bull Terrier eram todos brancos e se originaram na Grã-Bretanha por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *