Home / Animais / Como Criar Caranguejo de Água Doce

Como Criar Caranguejo de Água Doce

Se você está se perguntando se você pode criar caranguejos em um tanque ou não, fique despreocupado porque você não é o único. Muitas pessoas não conseguem decidir se devem ou não manter caranguejos e quais tipos de caranguejos podem obter para um aquário.

Como Criar Caranguejo de Água Doce

Os caranguejos de água doce podem ser encontrados em áreas tropicais e subtropicais do mundo. A maioria destes caranguejos são onívoros, o que significa que eles podem ser alimentados com qualquer tipo de alimento. Estes caranguejos desenvolvem-se devido à eclosão dos ovos, com a fase larval passando pelos ovos.

Existem mais de 2000 espécies de caranguejos de água doce que pertencem a quatro super famílias e oito famílias. Essas famílias são: super família trichodactyloidea com a família de trichodactylidae (encontrado na América Central e América do Sul);

Super família potamoidea com as famílias de potamidae (encontrado na bacia do Mediterrâneo e Ásia), potamonautidae (encontrado na África, incluindo Madagascar), deckeniidae (encontrado na África Oriental e Seychelles), platythelphusidae (encontrado na África Oriental);

Super família gecarcinucoidea com as famílias de gecarcinucidae (encontrado na Ásia), parathelphusidae (encontrado na Ásia); e super família pseudothelphusoidea com a família de pseudothelphusidae (encontrada na América Central e América do Sul).

Para responder a essa pergunta, vamos tomar como exemplo algumas espécies de caranguejos de água doce, como os micro caranguejos tailandeses, os caranguejos pantera, os caranguejos ptychognathus barbatus, os caranguejos tanganica e os caranguejos vampiro.

Caranguejos de Arroz da Tailândia

Estes são os menores tipos de caranguejos de aquário. Estas espécies são encontradas em águas doces da Tailândia. Os micro caranguejos tailandeses (somanniathelphusa) são tipos muito tímidos de espécies que precisam ter muitos esconderijos nos tanques.

Para esses caranguejos, o aquário deve ser de tamanho apropriado e precisa ser filtrado. E as plantas são preferidas também, como mencionado acima, elas adoram se esconder. Então eles podem se esconder nas plantas também.

Estes caranguejos são onívoros, assim você pode alimentá-los com qualquer coisa como tentar lhes dar alimentos congelados. Também comem microrganismos, assim como qualquer partícula de alimento flutuando ao redor do tanque.

Caranguejo de Arroz da Tailândia

Além disso, os micro caranguejos tailandeses devem ser mantidos com companheiros de tanques calmos, pois são muito frágeis. Então, de preferência, mantenha-os com pequenos peixes e camarões. Eles podem ser difíceis de encontrar em lojas de peixes como eles são novos para o mercado, mas você ainda pode encontrá-los.

Se você decidiu criar os micro caranguejos tailandeses, então você deve saber que não é a tarefa mais fácil, já que muitos amadores dizem que depois da eclosão dos ovos, os jovens tendem a morrer. Então, se você é um experiente em caranguejo, você pode experimentá-lo.

Caranguejos Pantera (Parathelphusa Pantherina)

Estes caranguejos são encontrados em Sulawesi e são um pouco difíceis de manter em um tanque. Mas se você gosta de se desafiar, então esses caranguejos serão ótimos para você. Estas são espécies bastante grandes de caranguejos.

E recomenda-se mantê-los em tanques maiores, especialmente se você tiver vários caranguejos da mesma espécie. Os caranguejos pantera são um pouco agressivos, então o tanque maior lhes dará espaço suficiente para controlar sua agressividade. Além disso, não é recomendado manter muitos machos juntos.

Os caranguejos pantera exigem uma área de terra, como uma rocha ou qualquer outra coisa que possa alcançar a superfície da água. Além disso, como muitas outras espécies de caranguejos, os caranguejos pantera precisam de esconderijos, especialmente no período de muda.

Caranguejos Pom Pom Crab

Ptychognathus barbatus é seu nome científico, eles também são conhecidos como “pom pom crab” de água doce. O nome vem de seus filtros em suas garras que se parecem com pompons. Estas são espécies de caranguejos muito pacíficas e não há requisitos especiais de cuidados para eles.

Como essas espécies ainda são novas como caranguejos de aquário, elas podem ser um pouco difíceis de encontrar. Mas se você quiser ter uma adição interessante ao seu tanque, é altamente recomendável manter um desses caranguejos.

Caranguejos de Tanganica

Estes caranguejos são encontrados no lago Tanganyika e é daí que eles tiraram seu nome. Recomenda-se mantê-los em tanques maiores com muitos esconderijos, pois, como muitas outras espécies de caranguejos, gostam de se esconder especialmente durante o período de muda. Pertencem ao gênero latythelphusa ou platythelphusa.

Caranguejo de Tanganica

Esses caranguejos comem qualquer coisa que possam entrar em suas garras. Portanto, não é recomendado mantê-los com espécies fracas de peixes e caracóis, pois eles provavelmente os comerão. No entanto, não há muita informação sobre essas espécies de caranguejos, pois são novas para os amadores. Mas se você é um proprietário experiente do aquário, então você pode tentar manter um desses caranguejos.

Caranguejos Vampiros

Estas espécies de caranguejos são chamadas de caranguejos vampiros devido aos seus olhos que são amarelos e parecem estar brilhando. Estas não são espécies de caranguejos completamente aquáticos, mas ainda precisam gastar parte de seu tempo em água doce. Mas você também precisa fornecer-lhes terra. A terra deve ser plantada com musgo e muitos outros tipos de plantas.

A água precisa ter um alto nível de pH. Estes caranguejos são onívoros, para que você possa alimentá-los com vegetais, alimentos congelados e qualquer outro tipo de alimento. Caranguejos vampiros são do gênero geosesarma e as espécies mais comumente requisitadas para aquários são geosesarma hagen e geosesarma dennerle.

Caranguejos Guaiaúna

Aqui no Brasil existem também a criação de aquário de caranguejos do gênero trichodactylus, comumente conhecido com guaiaúnas ou goiaúnas. São caranguejos de água doce predominantes em regiões pluviais do sul brasileiro.  Para a criação destas espécies, recomenda-se uma água com alto índice de pH, entre 7 e 8.0 e temperaturas temperada (25º C  em média).

Estes caranguejos também são onívoros, e você pode alimentá-los com vegetais, alimentos congelados ou também outros tipos granulados de alimento que vão se dissolvendo na água. São caranguejos não agressivos, considerados tranquilos. Por isso a convivência entre eles e outros animais no aquário é possível, como  caramujos, algumas espécies de peixes, e também camarões. Mas é importante comportá-los em um aquário de tamanho adequado.

Caranguejos Guaiaúna

Se desejar mais informações sobre caranguejos, em nosso blog ‘Mundo Ecologia” encontrará uma boa quantidade de artigos interessantes. Continue conosco, atento a muitas novidades atualizadas diariamente pra seu proveito e deleitosa pesquisa!

Veja também

Ciclo de Vida do Pepino-do-Mar: Quanto Tempo Ele Vive?

Os pepinos-do-mar são os principais representantes da comunidade conhecida como Holothuroidea. Essa é uma comunidade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *