Home / Animais / Como Acabar Com Caminho de Formiga? A Formiga Pensa?

Como Acabar Com Caminho de Formiga? A Formiga Pensa?

Existem maneiras naturais de se livrar das formigas sem usar produtos prejudiciais ao meio ambiente ou a você mesmo. Vejamos as melhores soluções para impedir as formigas de invadir a casa. E o melhor, sem ter que matá-las mas apenas impedindo seu progresso.

Como Acabar com Caminho de Formiga?

As borras de café: Coloque grãos de café no fundo das paredes, no chão ou em pires. Sua acidez impedirá que as formigas voltem para casa.

O giz: Basta desenhar uma linha grande com um giz na sua varanda ou peitoril da janela. As formigas não entrarão mais, a linha atuará como barreira.

O limão: Corte as rodelas de limão e coloque-as perto do ponto de entrada. A acidez do limão vai fazer as formigas fugirem.

A lavanda: Se o cheiro de lavanda é algo que apreciamos, o mesmo não se pode dizer das formigas. Solte galhos ou pequenos sacos de lavanda onde eles estão acostumados. Você também pode pulverizar óleo essencial de lavanda em sua casa.

Canela: O princípio é o mesmo que para lavanda, o cheiro de canela assusta as formigas. Basta colocar paus de canela em lugares estratégicos.

Bicarbonato de sódio: Bicarbonato de sódio é quase um pó mágico! Verdadeiro aliado na casa, você pode usá-lo para vários propósitos. Aqui, para perseguir as formigas, misture o pó com um pouco de detergente para formar uma pequena massa. Em seguida, polvilhe-o na frente dos pontos de entrada das formigas.

Vinagre branco: Simplesmente pulverize o vinagre branco (vinagre de álcool), puro ou diluído em água, nas passagens das formigas.

Pimenta com hortelã: Use óleo essencial de hortelã-pimenta que você pulveriza em sua casa. Além de se sentir muito bem, você vai manter as formigas longe de casa.

Farinha de milho ou aveia: Farinha de milho ou aveia não são de todo tóxicos (ao contrário dos óleos essenciais, que não devem ser abusados). Este método é, portanto, particularmente prático se você tiver crianças ou animais de estimação. Apenas polvilhe onde estão as formigas.

O Caminho de Formiga

A terra diatomácea: O alimento de terra de diatomáceas (algas microscópicas) é um inseticida ecológico e natural. É muito eficaz contra formigas e outros insetos. Apenas polvilhe nos cantos, ranhuras, porões e janelas.

As folhas de manjericão: O forte cheiro de manjericão e outras ervas aromáticas desalojará facilmente as formigas, deixando as folhas em pontos estratégicos. É também uma oportunidade para construir o seu próprio jardim de ervas, na varanda ou no terraço.

Água fervente e sabão preto: Aqui está uma dica para se livrar das formigas permanentemente, como último recurso. Depois de encontrar seu ninho, despeje uma mistura de água fervente e sabão preto diretamente sobre ele. é fatal para as formigas.

A Formiga Pensa?

Cem mil neurônios por cabeça, uma capacidade limitada a vinte comportamentos, nenhum comando em chefe, química como o único modo de comunicação. Com essa inteligência deficiente, a formiga consegue resolver problemas técnicos capaz de empalidecer e invejar as maiores escolas de engenharia.

Ela habilmente organiza e distribui tarefas, usa recursos racionalmente, desenvolve estratégias colaborativas eficazes para se adaptar a mudanças repentinas em seu ambiente, protege suas trilhas e ninho e, finalmente, constrói incríveis construções subterrâneas sem nenhum plano.

A inteligência coletiva dos insetos sociais não fascina apenas os etologistas. Por meio do trabalho de pesquisadores, os cientistas da computação conseguiram transformar modelos de seu comportamento em métodos úteis para conduzir e controlar redes de todos os tipos por meio de novos algoritmos de otimização ou roteamento “por colônia de formigas”.

Uma formiga que acidentalmente descobre uma fonte de comida informa seus congêneres ao estacar o solo de feromônios. Esta pista química guia a colônia para sua descoberta e cada formiga que vem para alimentar reforça a trilha.

Quanto maior o número, mais marcado é o caminho e mais atraente é para as outras formigas. Essa comunicação indireta entre indivíduos mantém o atendimento até que a fonte esteja esgotada. A pista então desaparece por simples evaporação.

Esses feedbacks são os ingredientes básicos da auto-organização das sociedades de formigas. Positivo, eles permitem o surgimento de estruturas como trilhas de feromônio. Negativo, eles se estabilizam e, em seguida, extinguem as estruturas produzidas.

Engenharia das Formigas

Através desses processos, os insetos sociais foram capazes de desenvolver uma forma de inteligência coletiva construída a partir de comportamentos elementares individuais. Então, a formiga pensa? Não, ela faz o que tem de fazer por puro instinto.

Construções sem Planos

Usando o mesmo princípio, as formigas podem descobrir o caminho mais curto entre seu ninho e uma fonte de alimento, criar lixões e cemitérios ou construir estruturas surpreendentes. Os pesquisadores começam a entender como, graças a esse comportamento coletivo, algumas formigas podem, por exemplo, construir sem rampas em espiral de arquitetos que levam de um andar a outro.

O princípio é baseado em uma mecânica de tamanho crítico: usando seu sistema de rastreamento de feromônios, as formigas montam pilares de pellets em forma de uma altura condicionada da qual eles formam uma capital.

É uma competição baseada em construção-desconstrução que usa os materiais disponíveis nas proximidades. Com essa organização, os pilares são colocados matematicamente a uma boa distância um do outro, depois as capitais se encontram. Seus pontos de colisão causam restrições de layout que criam uma geometria em espiral.

Grande parte do processo de auto-organização das formigas pode ser reduzido a uma forma de seleção natural de informações: quanto mais rápido a informação é ampliada, mais provável é que ela prevaleça. Mas interações não químicas ocorrem na transmissão de dados.

Controle de Multidões?

A partir da observação do fluxo de formigas durante suas viagens, pesquisadores do Laboratório de Cognição Animal desenvolveram uma ferramenta para simular movimentos coletivos de pedestres. Até então, modelos de deslocamento de multidões eram construídos a partir da combinação de forças de tração (indo em direção a um destino) e repulsão (evitando outros indivíduos e obstáculos).

“Nosso modelo sugere que um pedestre (como uma formiga) simplesmente procura minimizar a desordem de seu campo visual movendo-se em direção aos espaços livres que ele percebe, enquanto ajusta sua velocidade para manter uma distância segura de o obstáculo mais próximo”, explica Guy Theraulaz, que liderou o estudo com seus colegas.

Ele continua: “Simulações numéricas desse modelo mostram que essas duas regras são suficientes para reproduzir uma ampla gama de comportamentos coletivos observados em multidões, como a estruturação espontânea do tráfego de duas vias em dois arquivos em execução na direção oposta.”

Com estes resultados, os planejadores será capaz de identificar áreas potencialmente perigosas de edifícios que recebem grandes reuniões, e agilizar conformidade caminhos. Mas o estudo da inteligência coletiva que governa as viagens pode abrir novos projetos de pesquisa, como o controle da migração de células cancerígenas no corpo.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *