Home / Animais / Coiote é Perigoso? Ele Pode Atacar o Ser Humano?

Coiote é Perigoso? Ele Pode Atacar o Ser Humano?

O coiote é um dos animais mais comuns na América do Norte e o que mais se adaptou ao seu ambiente. Geralmente é tímido e vive apenas em áreas rurais ou florestais, embora possa sobreviver em áreas urbanas e outras áreas povoadas.

No entanto, a expansão urbana para ambientes naturais tendem a transformar o possível confronto de humanos com coiotes muito mais frequente. Será isso um risco? Os humanos podem se sentir ameaçados? Os coiotes representam perigo quando confrontados?

Quebec e os Coiotes

Tome como exemplo o que ocorre atualmente em Quebec, Canadá … A presença cada vez maior deles nas proximidades tem se tornado constante por lá. Isso porque eles gritam e não apenas nas noites de lua cheia. E ouvi-los é um sinal de que os coiotes de Quebec estão se aproximando, principalmente por causa da expansão urbana que invade os ambientes selvagens.

É difícil avaliar seus números, mas deduz-se que são dezenas de milhares de predadores, talvez 50.000, invadindo as florestas e hoje também os quintais. Eles se alimentam de caça pequena, mas ocasionalmente também dos animais de estimação.

Quando em matilha, os coiotes atacarão veados, particularmente numerosos em Quebec, o que explicaria em parte o aumento meteórico da população de coiotes. De acordo com dados publicados pelo Ministério de Recursos Naturais e Vida Selvagem, caçadores tem capturado coiotes em suas armadilhas aos milhares no decorrer dos últimos anos.

Particularmente as regiões que mais apresentam dados de capturas e caça aos coiotes são Chaudière-Appalaches, Bas-Saint-Laurent, Estrie e Montérégie respectivamente. No último censo, essas cidades juntas enumeraram quase 10.000 coiotes capturados. North Shore, Sept-Îles, Trois-Rivières, La Tuque, o noroeste de Quebec e Sherbrooke também apresentam dados.

Obviamente, essa crescente presença tem assustado os humanos. Um caçador por alguns anos na Ascot Corner, René Dubreuil notou o aumento do número de canídeos em suas terras. Ele admite ter tido nervosismo. “É meio chato. Quando você se dá conta, tem vários deles gritando ao seu redor. Eu tenho de carregar a minha arma porque é assustador”.

O ruim é que as pessoas acabam tendo medo de entrar na floresta, segundo um especialista. “As pessoas se assustam porque o barulho quando gritam … é muito impressionante. E há alguns humanos que, só por isso, certamente não entram na floresta de jeito nenhum”. Atualmente, o coiote já está presente em mais de 40% do território de Quebec. Se a tendência continuar, ela ganhará ainda mais espaço.

Coiote é Perigoso? Ele Pode Atacar o Ser Humano?

Mas a pergunta que não quer calar é essa: existe ou não perigo? Segundo esse mesmo especialista canadense, Laurent Cloutier, o coiote não é perigoso para o ser humano. O coiote é um dos animais mais comuns na América do Norte e o que mais se adaptou ao seu ambiente. Geralmente é tímido e vive apenas em áreas rurais ou florestais, evitando bastante contato com o homem.

Os ataques de coiotes são extremamente raros e, de fato, existem apenas dois casos comprovados de morte no Canadá e nos Estados Unidos. No entanto, o que você pode fazer caso encontrar um coiote em estado selvagem ou se confrontar com um sua própria vizinhança? Eis algumas dicas importantes para essa situação:

Não se aproxime dos coiotes. Não se aproxime e não assuste os coiotes se você os vir nas proximidades. Os coiotes muitas vezes “vigiam” os homens que atravessam seu território para garantir que sua toca seja preservada. Enquanto o animal não se aproximar de você, continue o que você está fazendo.

Coiote e o Ser Humano
Coiote e o Ser Humano

Apenas prepare-se se um coiote se aproximar demais. Lembre-se que a maioria dos coiotes prefere ficar longe de predadores maiores, incluindo homens. Evite transformar um show inofensivo em um confronto perigoso, avaliando corretamente a situação antes de tomar qualquer ação.

Encare o coiote. Isso é para assustar o animal. Tente parecer maior, maior e mais agressivo. Coloque as mãos sobre a cabeça e grite de forma firme e autoritária para empurrar o coiote a recuar. Use ferramentas que produzam luz, som e movimento.

Levante-se, faça contato visual e encare o coiote até que ele se retire. Seja consistente e confiante em seu comportamento e boas maneiras. Certifique-se de que o animal tenha espaço para escapar. Chame a atenção do coiote para entender que você é uma fonte de perigo e problemas. Mas não o faça de um prédio ou de um carro, porque ele não poderá vê-lo separadamente.

Jogue objetos como pedaços de madeira ou pedras para fazer o coiote entender que ele não é bem-vindo, e que deve deixá-lo em paz. Nunca vire as costas para um coiote. Este gesto é um sinal de submissão, fraqueza e medo. Pelo contrário, enfrente-o para afirmar sua superioridade

Outras Considerações de Prevenção e Proteção

Proteja as pessoas mais vulneráveis do grupo. Imediatamente chame de volta o seu cão ou outros animais e mantenha-os na coleira. Proteja as crianças com o seu corpo e coloque-as no meio de um círculo que você formará com os outros membros do grupo, caso esteja entre mais pessoas.

Mostre às crianças o que fazer se encontrarem coiotes em casa ou na natureza. Ensine-os a fazer contato visual com o animal e a atirar pedras ou pedaços de madeira se estiverem encurralados e sem adultos ao seu lado para ajudá-los. Demonstrar e repetir cada cenário possível com as crianças.

Caso os seus esforços anteriores para parecer agressivo não fizeram com que o animal recuasse, mova-se devagar e cuidadosamente para longe do coiote. Enquanto recua, continue a adotar uma postura dominante e forte, sem nunca dar as costas para ele.

Correndo, você aumenta o risco de atacar você além disso, você não será capaz de distanciar um coiote. Não fuja! Não corra contra o seu instinto de sobrevivência, mas reduza o risco de ataques, mantendo firmeza para inibir o animal.

Os coiotes mostram sua agressividade grunhindo e mostrando seus dentes. Se você vir esses comportamentos, jogue pedaços de madeira ou sujeira no chão ao lado do coiote ou no próprio coiote. Tenha cuidado para não mirar sua cabeça, pois você pode torná-la ainda mais agressiva.

A Quem Recorrer Nessas Situações?

Coiote Atacando
Coiote Atacando

Relate qualquer comportamento agressivo de coiotes às autoridades competentes. Se esse comportamento foi observado em sua propriedade, entre em contato com sua prefeitura. Em caso de reunião em uma floresta preservada ou em um parque nacional, entre em contato com a administração florestal competente ou funcionários do parque.

Acompanhe a hora e o local do encontro com o coiote. Se você ver coiotes em áreas urbanas ou suburbanas, compartilhe as informações com seus vizinhos e a filial local de controle de animais. Os coiotes costumam sempre fazer as mesmas coisas. Então, por favor, mude seus hábitos se você ver um coiote no mesmo lugar e ao mesmo tempo quando você está andando com seu animal de estimação.

Entre em contato com autoridades de saúde, autoridades de controle de animais ou outras autoridades competentes. Os coiotes envolvidos nos ataques serão rapidamente localizados e removidos da população. Eles geralmente serão rastreados para raiva e mortos se infectados com a doença. No entanto, é preciso saber que um ataque isolado de um animal não justifica o extermínio de todos os outros. Lembre-se que ataques de coiotes em humanos são extremamente raros.

Veja também

Qual Animal Vive Menos Tempo? Qual A Menor Longevidade?

Na natureza é possível encontrar animais de todos os tipos, tamanhos, cores, personalidades, hábitos entre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *