Home / Animais / Clusia Major: Cultivo, Plantio, Habitat e Fotos

Clusia Major: Cultivo, Plantio, Habitat e Fotos

Clusia ou clusiaceae é uma família de diversas flores. Uma grande parte delas é usada como flores ornamentais em espaços públicos. E não é só isso, existem algumas espécies usadas nas práticas homeopáticas.

Clusia Major: Cultivo, Plantio, Habitat E Fotos

A clusia major, também conhecida como mamey selvagem ou copey, é uma planta semi-epifítica nativa da área tropical da América, mais especificamente end~emica das Pequenas Antilhas. É uma árvore que cresce naturalmente em rochas ou em outras árvores. Possui galhos grandes, folhas ovais coriáceas e flores delicadamente perfumadas que lembram camélias. As flores são brancas no início até que se abram completamente e se voltem para um tom rosa.

A clusia major precisa de locais claros, mas também tolera sombra parcial. Obviamente, a temperatura ambiente deve ser superior a 18ºC. O solo será rico, macio, solto e bem drenado. Água regularmente no verão e períodos secos. No inverno, a frequência da irrigação deve ser reduzida. De qualquer forma, o solo deve estar constantemente úmido, mas sem a menor sugestão de alagamento.

A cada quinze dias, na primavera e no verão, é aconselhável adicionar um pouco de fertilizante à água de irrigação. Clusia major floresce profusamente na primavera, por isso é importante fortalecer sua nutrição nessa temporada. Clusia major se reproduz por sementes ou estacas. As sementes são obtidas dos frutos produzidos pela planta após a floração. Ambos os métodos, sementes e mudas, serão realizados na primavera.

Para estacas, galhos que não possuem flores serão usados e colocados em um recipiente com substrato. Se cultivarmos o clusia em uma panela ou vaso, devemos transplantá-lo a cada 2-3 anos para um recipiente maior. Devemos cuidar das pragas de insetos que podem atacar a planta com facilidade e controlar a clorose que quase sempre será causada por excesso de água ou alagamento no recipiente.

Clusia Major: Curiosidades

A principal curiosidade que merece ser destacada sobre clusia major é a costumeira confusão de acharem que clusia major e clusia rosea são as mesmas espécies. Mas não são! Clusia rosea é uma das plantas mais conhecidas da família clusiaceae. Essas plantas são bastante representativas das áreas dos trópicos americanos. Tanto é assim que eles estão amplamente espalhados nas terras.

Uma particularidade notável sobre a clusia rosea diz respeito ao caminho do crescimento e as folhas que a tornam muito semelhante a outros tipos de plantas ornamentais. A semelhança que tem com plantas como camélias é totalmente indiscutível. Também o fato de produzir flores brancas que eventualmente mudam de cor para rosadas é o ponto principal que tanto define seu nome quanto explica a razão de clusia major ser confundida com ela.

No entanto, botanicamente há diferenças: clusia major possui folhas verdes pecioladas enquanto clusia rosea possui folhas praticamente sésseis; as folhas de clusia major são muito escuras enquanto as de clusia rosea são brilhantes; na clusia major, as folhas são mais largas logo abaixo do ápice e possuem 8 estigmas, enquanto em clusia rosea são mais largas próximo ao meio e possuem 5 estigmas. Por fim, Os frutos de clusia rosea são do tamanho da largura, enquanto em clusia major, os frutos são muito mais do que a largura, alongados.

As Confusões São Pertinentes

Planta Clusiaceae
Planta Clusiaceae

Clusia ou clusiaceae são plantas que possuem certas características que compartilham com alguns tipos de flores que fazem parte dessa extensa família de árvores. A seguir, as características mais importantes que definem as espécies serão generalizadas, a fim de obter informações mais extensas, estritamente apresentando os aspectos mais significativos das plantas do gênero:

Crescimento: elas são caracterizadas, em geral, como plantas epífitas. Anteriormente, foi apontado que são espécies que se desenvolvem em outro corpo vegetativo de forma independente. Outro aspecto relacionado à essa característica de desenvolvimento da clusia como plantas epifíticas é o crescimento das raízes, que se caracterizam por serem aéreas. Ou seja, elas tendem a aparecer com facilidade e não têm profundidade na crosta ou leito em que cresceram.

O crescimento das raízes da clusia pode se tornar um perigo para o substrato em que cresceu, especificamente, se a clusia germinou em outra planta. A expansão das raízes é bastante acentuada, de modo que a árvore de base é afetada, pois a clusia é capaz de vesti-la. Quando isso acontece, a planta em que a clusia cresceu acaba comprometida.

Raízes Da Clusia
Raízes Da Clusia

Tamanho: o tamanho da clusia dependerá de onde ela germinou. No caso de ser plantada em uma panela, a expansão da planta não terá grande volume e comprimento do que se crescer naturalmente em uma árvore. Estima-se que o tamanho médio de um clusia em vaso seja de no máximo 1,5 metros. Por outro lado, no caso de um solo largo ou germinado na casca de uma árvore, o tamanho da clusia nesse ambiente natural poderá se aproximar de 12 metros. É uma grande planta de espalhamento.

Folhas: as folhas da clusia ou clusiaceae têm uma forma oval. A coloração é um verde penetrante na parte de trás, enquanto o inverso deve ser um pouco amarelado. Na medida em que amadurecem, as bordas da folha são delineadas por uma fina linha amarela, o que confere um contraste especial.

Frutos Da Clusia
Frutos Da Clusia

Frutos: a característica mais proeminente da planta clusia são os frutos. Estes têm um aspecto único que torna uma espécie única e diferente conforme qualquer outra. Destaca-se por possuir uma forma de cápsula, bacciforme. Essas frutas são bastante impressionantes, pois no processo de amadurecimento elas abrem mostrando a própria conformação interna. O aspecto que eles adquirem nessa fase dá a ilusão de que foram perfeitamente cortados e colocados nas árvores. No entanto, este é um mecanismo natural da planta.

Os frutos da clusia são amarelos, embora existam, de acordo com o tipo de espécie, clusias que apresentam certas variações tonais. Por exemplo, há clusia com frutas laranja. Destacando o processo de abertura da fruta, é mostrado o interior da fruta, para que a congregação de pequenas sementes no fruto possua esteja à vista de quem vê.

A aparência e o jogo de contrastes fazem com que o fruto da clusia seja impressionante. No entanto, isso não é adequado para ser ingerido, pois possui alguns componentes nocivos para o organismo. Esse fato levou a considerar essas frutas como tóxicas para o consumo humano.

Flores: as flores da clusia são muito vistosas, actinomórficas, na forma de inflorescências de cachos. Também existem espécimes, existem plantas com flores específicas, tipo actinomórfico. Estes têm de 2 a 14 sépalas impregnadas, o que também ocorre com o número de pétalas, porém são fixadas à base ou dispostas livremente. O ovário da flor é bastante pequeno. Note-se que é uma planta hermafrodita.

Flores Da Clusia
Flores Da Clusia

As flores têm pistilos de vários tamanhos. As diferenciações têm a ver com o estado de desenvolvimento em que é encontrado. Quanto aos estames da flor, eles não excedem em quantidade. A abertura da flor, ou também conhecida como deiscência, é alongada e proporcional. Além disso, outra característica é adicionada, pois trata-se de flores cobertas com amálgama adesiva.

Veja também

Araçari-Miúdo-de-Bico-Riscado: Características, Habitat e Fotos

Tucanos e araçaris são um grupo de aves neotropicais facilmente reconhecidas por seus bicos coloridos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *