Home / Animais / Ciclo de Vida do Arminho: Quantos Anos Ele Vive?

Ciclo de Vida do Arminho: Quantos Anos Ele Vive?

O arminho, animal que vive no ártico, a região congelante do nosso planeta – apesar de parecer com a fuinha tem 40 cm de comprimento, sendo que de toda essa extensão corporal, 10 cm é só de cauda.

Que tal ficar por dentro dessas informações e muitas outras sobre esse animal tão curioso? Saiba, por exemplo,  como é Ciclo de Vida do Arminho: Quantos Anos Ele Vive e muito mais.

Fique por aqui!

Arminho: Quantos Anos Eles Vivem?

Quanto mais o ambiente for equilibrado, mais tempo de vida os animais terão. Isso também se aplica ao arminho que vive de 4 a 6 anos – mas há registros comprovados de que alguns viveram por mais de 10 anos.

Este animal, apesar de uma vida curta, tem inúmeros estágios, ou seja, fases. Após 6 meses de vida, ele já é considerado um adolescente indo rumo a vida adulta. E, neste mesmo período, ele passa a viver sozinho e já começa a sua fase de reprodução.

O arminho fêmea surpreendentemente inicia a fase de acasalamento entre 7 e 8 anos de idade. Sua gravidez vai até 40 dias e pode ter de 1 a 3 filhotes a cada ninhada.

Quando chegam ao 3 ou 4 anos de idade, eles começam sua fase da 3ª idade, nesta época acasalam menos e só querem saber de sossego e descanso.

Da Para Criar um Arminho em Cativeiro?

Por seu pouco tempo de vida, dificilmente o arminho conseguiria viver em cativeiro e, além disso, é um animal selvagem – o que dificultaria a domesticação para se tornar um animal de estimação.

A situação pioraria se ele fosse colocado em cativeiro estando na fase adulta, tornando-se mais hostil que o normal em meio à natureza. Ele não iria se alimentar e, consequentemente, morreria logo.

Arminho em Cativeiro

Entretanto, se acaso o arminho ficar em cativeiro, muito bem cuidado desde filhote, ele possivelmente ficará mais manso, facilitando a idéia de ser um animal doméstico.

Habitat do Arminho

O animal do ártico, o arminho, vive na América do Norte, Europa, no norte da Ásia como também na terra do sol nascente, o Japão. Sendo um animal versátil, ele consegue sobreviver em diversos tipos de ambientes.

Mas, ele gosta mesmo é de habitar nas encostas de qualquer montanha.

Também tem a facilidade de suportar os mais variados climas e fica a maioria do tempo dentro da sua aconchegante toca. Ainda, não é nada exigente em relação a isso: pode ser uma pequena caverna, buracos em rocha ou de construção como também troncos ocos de árvores mortas.

Comportamento do Arminho

Apesar de ser um animal selvagem, o arminho é alto confiante e não tem medo de estranhos. Sendo muito caseiro, dificilmente sai durante o dia, mas mesmo assim, é possível em alguns momentos, ver este animal perambulando ao redor da toca.

Ele prefere mesmo é caçar no período da tarde. Ele se coloca de prontidão na frente da toca da sua caça e não sai até capturar sua presa, geralmente são roedores.

O arminho não para! Por mais que seu corpo pareça estar imóvel, suas orelhas e olhos parecem ter vida própria e não param um minuto.

É extremamente ágil em corridas e saltos e sobe muros e árvores sem o menor problema. Parece ser um super animal, é inteligente e um excelente nadador, atravessar os rios, para ele, é pura diversão.

Comportamento do Arminho

É destemido e muito corajoso e sendo assim, não tem predadores naturais. E quando é intimidado por algum animal ou até mesmo o homem, revida sem cerimônia nenhuma.

Este comportamento facilita sua caça e em seu cardápio estão diversas espécies de animais.

Um dispositivo natural de segurança que o arminho usa são suas glândulas anais que soltam um odor forte e insuportável usado para afastar os inimigos. Tem um cardápio bem varia por sinal, mas prefere animais pequenos vertebrados ou invertebrados. Mas não dispensa lebres ou até mesmo cobras…

Curiosidades Sobre o Arminho

Agora que já sabemos muito sobre esse animal, como Ciclo de Vida do Arminho: Quantos Anos Ele Vive, confira algumas curiosidades incríveis!

1 – Tem o nariz muito sensível a ponto de reconhecer a quantidade de indivíduos que podem estar dentro da sua residência, ou seja, toca

2 – É divertido ver o arminho na água em plena ação: brinca fazendo cambalhotas e piruetas

3 – Como dito anteriormente este exímio nadador também caça na água

4 – O arminho, quando em grupo, se torna uma gangue de desordeiros, destruindo facilmente uma colônia de roedores de qualquer espécie

5 – Super esperto e inteligente, este animal consegue mudar de cor para se tornar invisível para suas presas, camuflando-se na neve, no período de inverno

6 – Ele tem um método muito interessante para chamar a atenção da sua caça: executa uma espécie de dança a fim de aproximar roedores e aves.

7 – É folgado pois não perde tempo construindo sua toca, pelo contrário, invade a que pertencia a sua caça

8 – Antigamente, era caçado pelo homem devido a beleza da sua pele

9 – Ele contribui para o equilíbrio das espécies, sendo um importante caçador de roedores.

10 – É um ser solitário

11 – Ela pode ficar prenha novamente, mesmo antes do desmame dos filhotes, estando ainda no ninho

12 – Infelizmente sofre risco de extinção pois tem perdido seu habitat

13 – Os ovos de suas presas é um de seus alimentos preferidos

14 – O metabolismo do arminho é muito veloz e deve comer várias vezes ao dia, ou seja, passa o tempo todo se dedicando a caça

15 – É muito preciso no momento de matar sua presa, bastando apenas uma mordida no pescoço do indivíduo

16 – O arminho macho tem até 40 cm de comprimento. Enquanto que a fêmea chega a 30 cm de comprimento

Classificação Científica do Arminho

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Mammalia
  • Ordem: Carnivora
  • Família: Mustelidae
  • Gênero: Mustela
  • Espécie: M. erminea
  • Nome binomial: Mustela erminea

Veja também

Quais as Raças Que Deram Origem ao Bulldog Francês?

O Bulldog Francês tem origem do cruzamento entre os cães da raça Terriers Pequenos, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *