Home / Animais / Chihuahua: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Raça

Chihuahua: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Raça

A história do Chihuahua é complicada e muitas teorias cercam a origem dessa raça canina. Tanto pelo folclore quanto pelos achados arqueológicos, acredita-se que a raça tenha origem mexicana. A teoria mais comum é que os chihuahuas tenham sua descendência ligada ao Techichi, um cão de companhia muito popular na antiga civilização tolteca do México.

Registros Históricos

Os primeiros ancestrais dos chihuahuas provavelmente viveram antes dos maias. Os cães que se aproximavam dessa espécie foram encontrados em materiais da Grande Pirâmide de Cholula (ano 1530) e nas ruínas de Chichen Itza, na Península de Yucatán, no México. Com relação à genética desse cachorro, um estudo indicou que existe menos de 2% de DNA mitocondrial pré-europeu nos Chihuahuas modernos devido à mistura com outras espécies de cães.

Chihuahua de Perto

Alguns cães representados em potes de efígie de 1325 d.C. foram descobertos na Geórgia e  no Tennessee (Estados Unidos) também parecem representar o Chihuahua. Em 1850, um pote com os cães do tipo chihuahua foi desenterrado em ruínas antigas em Casas Grandes, no estado mexicano de Chihuahua, que data de 1100 a 1300 d.C. Isso mostra a longa história desses cães neste local, apesar da maioria dos artefatos ligados à sua existência serem encontrados na Cidade do México. Argumentou-se que esses vasos restaram como sobras do local das Casas Grandes em Chihuahua, México, depois que a cidade foi atacada e destruída por volta de 1340 d.C.

Astecas e o Chihuahua

Em uma carta de 1520, Hernan Cortés afirmou que os astecas criavam e vendiam os cachorrinhos como alimento. Os registros coloniais referem-se a cães de pequeno porte, praticamente sem pelos, que, segundo os colonizadores da época, eram abundantes na região que futuramente seria conhecida como Chihuahua.

Um fato curioso sobre esse cão é que se acredita que o seu ancestral Techichi “gerou” a ideia de fazer alguns rituais como queimar os mortos junto com cachorros vivos, para exonerar os pecados dos humanos mortos. Os chihuahuas conhecidos hoje em dia eram uma raridade até o início do século XX; o American Kennel Club (AKC) não registrou nenhum Chihuahua até 1904.

Esse cão se tornou muito popular por causa de seu pequeno tamanho e também por causa de suas várias participações em filmes e programas de TV. Essas características fizeram o chihuahua ser conhecido como “cão de colo”, pois desperta nas pessoas a necessidade de cuidar e acolher.

Espécies

Os chihuahuas são a menor raça reconhecida por alguns clubes de canil. Existem duas variedades de chihuahua reconhecidas pelo AKC: o de pelagem lisa (pelos curtos) e o de pelos compridos. Tanto o de pelos curtos como o de longos pelos têm suas peculiaridades especiais e são relativamente fáceis de manter limpos e bem arrumados. O Kennel Club do Reino Unido considera os dois como raças distintas; os filhotes dos acasalamentos entre essas duas raças não são oficialmente contabilizados como chihuahuas no registro KC.

Cabeça de Maçã

Cães de qualquer tipo de pelagem podem ser identificados como chihuahuas “cabeça de maçã” ou “cabeça de veado”, principalmente nos Estados Unidos. Os “cabeças de maçã” têm cabeças arredondadas, olhos fechados e orelhas e pernas relativamente curtas. “Cabeças de veado” têm cabeças cujo topo é plano, possuem olhos mais largos, orelhas maiores e pernas mais longas e delgadas.

Cabeça de Veado

Os “cabeças de veado” eram vistos como o padrão da raça em meados do século XX. Entretanto, os padrões atuais do chihuahua são definidos por registros feitos por clubes como o AKC, que especificaram as características de vários tipos de cachorro.

Descrição Física

Os padrões de raça desse cão normalmente não exibem uma altura específica; apenas um peso e uma descrição de suas proporções gerais. Geralmente, a altura dos chihuahuas varia entre 15 e 23 cm; no entanto, alguns cães podem atingir a marca dos 38 cm de altura. O padrão de raça norte-americano afirma que um Chihuahua não deve pesar mais de 2,7 kg.

Por sua vez, o padrão britânico também afirma que um peso que varia entre 1,8 e 2,7 kg é o mais comum. O padrão da Fédération Cynologique Internationale (Bélgica) exige que os cães pesem entre 1,5 e 3,0 kg, embora os mais leves também sejam considerados por essa entidade.

Chihuahuas de estimação, ou seja, aqueles criados ou comprados como companheiros, geralmente podem estar acima do peso padrão, especialmente se tiverem grandes estruturas ósseas. Isso não significa que eles não sejam chihuahuas de raça pura, apenas mostra que eles não atendem aos pré-requisitos para participar de um show de exposição de cães. Chihuahuas extragrandes podem ser encontrados em todas as linhagens dessa raça.

Fotos do Chihuahua

Os chihuahuas não se reproduzem de acordo com o tamanho. Os filhotes da mesma ninhada podem amadurecer em tamanhos drasticamente diferentes. Além disso, as fêmeas reprodutoras maiores têm menos probabilidade de sofrer com um trabalho de parto obstruído.

Muitos criadores tentam criar chihuahuas do menor tamanho o possível, pois os menores cães dessa raça costumam ter os preços mais altos. No geral, a aparência padrão dos chihuahuas de pelo longo e de curto será idêntica, com exceção do comprimento de seus pelos. Os chihuahuas têm olhos grandes e arredondados e orelhas grandes e eretas que estão inseridas em um crânio alto e arredondado.

Comportamento

O comportamento de um chihuahua depende do temperamento genético de seus pais e avós. Os donos de chihuahua tendem a ter dificuldades com o treinamento de casa e geralmente percebem que seus cães não são apropriados para crianças pequenas. Seu tamanho pequeno o torna frágil e vulnerável a ferimentos e ataques de animais maiores. Como todos os cães, eles se beneficiam com a socialização e também com um treinamento adequado.

O motivo do chihuahua não ser adequado para lidar com crianças pequenas é que eles podem ser facilmente amedrontados ou instigados ao ataque. A raça tende a ser ferozmente leal a uma pessoa em particular e, em alguns casos, pode se tornar muito protetora de uma pessoa, principalmente quando vê o seu “protegido” em torno de outras pessoas ou animais. Esses cachorros tendem a ter uma natureza para o “clã”, já que gostam da companhia de outros chihuahuas e de outras raças de cães.

Os chihuahuas amam suas tocas e frequentemente se enterram em travesseiros, montes de roupas e cobertores. Eles são frequentemente encontrados embaixo das cobertas ou da cama, sempre na escuridão e na segurança do que eles identificam como uma toca. Apesar desse gosto pelo escuro, os chihuahuas aproveitam bem o tempo em que ficam expostos ao sol. Às vezes, os chihuahuas copiam os gatos e sobem ao ponto mais alto de um sofá para se enrolarem em formato de bola.

Veja também

Alimentação do Castor: O que Eles Comem?

Os castores são mamíferos, roedores, de hábitos semi-aquáticos, conhecidos pela curiosa habilidade para construção, inclusive …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *