Home / Animais / Chihuahua Cabeça de Cervo: Características, Como Cuidar e Fotos

Chihuahua Cabeça de Cervo: Características, Como Cuidar e Fotos

Para quem ama cachorros, então não pode deixar de ler esse artigo. Vamos falar sobre o Chihuahua Cabeça de Cervo que, na verdade, é o mesmo Chihuahua Cabeça de Veado. Conheça as suas principais características, aprenda como cuidar e veja fotos desse simpático cãozinho.

Os cães da raça Chihuahua são os menores que existem. São originários de Chihuahua, um estado mexicano. Suas principais características são o tipo do corpo, a cor e também o comprimento da pele. São dois os tipos de cães da ração Chihuahua: cabeça de maçã e cabeça de veado (cabeça de cervo).

O Chihuahua cabeça de veado é maior do que o cabeça de maçã. Além de também ser mais robusto e ter uma estatura um pouco maior. Apresenta traços suaves, que mais se parecem com os de um veado, e a cabeça mais alongada. Tem uma aparência meiga e delicada. Mas o aspecto frágil dos exemplares “cabeça de maçã” não é predominante.

Chihuahua Cabeça de Cervo (Cabeça de Veado) – Principais Características

Os dois tipos de Chihuahua podem apresentar pelagens curtas e longas. Porém, elas sempre serão suaves e lisas. Não soltam pelos.

Os cães dessa raça são muito barulhentos, eles latem muito. Em especial durante o dia. Pedem atenção o tempo todo, seja latindo, correndo ou saltando.

O padrão dessa raça permite exemplares de todas as cores, desde sejam uniformes em preto, branco, creme, café, chocolate, tricolores e tigrados, contendo manchas ou linhas.

Chihuahua Cabeça de Cervo Características

Confira abaixo as principais características físicas comuns aos dois tipos de Chihuahua (cabeça de cervo e cabeça de maçã):

  • Peso total: entre 1 e 3 kg.
  • Cores da pelagem: o padrão dessa raça aceita exemplares com pelagem de qualquer cor, mas ela precisa ser uniforme, conforme informado acima.
  • Tamanho (considerando a altura em cruz): as fêmeas e os machos da raça Chihuahua apresentam tamanhos bem parecidos, que variam entre 15 e 25 cm.
  • Olhos: são globulosos, brilhosos e ressaltados. E sempre apresentam cores mais escuras.
  • Rabo: sua espessura é fina. E ele costuma se apresentar dobrado sobre o dorso do Chihuahua.
  • Estrutura física: apresenta o corpo levemente alongado, musculoso e compacto; possui patas fortes e curtas, e o seu dorso é forte e curto.
  • Orelha: são grandes em comparação com o restante do corpo. E ficam bem longe uma da outra.
  • Nariz: pequeno e na cor preta.
  • Características da cabeça: a cabeça pode ser tanto no formato “veado” (cervo), ou maçã. Apresenta um focinho afilado, sutilmente pronunciado quando se trata da linha do crânio. O cão da raça Chihuahua pode demonstrar doçura e simpatia em suas expressões faciais.
  • Temperamento: são bem versáteis e não costumam ter um temperamento muito definido. O que irá determinar essa característica do cão é a educação que ele recebe dos seus tutores, e também do ambiente onde ele é vive.
  • Personalidade: esses cães são considerados muito corajosos. E gostam de participarem de aventuras com os seus donos. No entanto, alguns podem ser bem mais tranquilos, e não gostarem tanto assim de aventuras. Nesse caso, eles dão preferência a uma caminhada tranquila.
  • Gestação: uma cadela da raça Chihuahua, geralmente, tem entre 3 e 4 filhotes em cada gestação. Porém, a ninhada pode ser de até 7 cãezinhos. Até chegarem aos 6 ou 7 meses de idade, esses cães apresentam um rápido crescimento. Mas a fase adulta é somente após o 1° ano de vida.

Outra característica da personalidade desses cães é que eles, normalmente, são muito carinhos com os seus donos. Enquanto que com pessoas estranhas, eles podem ser bem desconfiados. São animais valentes e até dominadores, sendo capazes de apresentar ciúme e possessão sobre os seus donos, e ao território onde vivem.

Esses pequenos cães não têm o menor problema em enfrentar animais maiores somente para protegerem os seus donos.

  • Crianças: essa raça não é indicada para crianças pequenas, que podem acabar se machucando com a atitude dos animais, que costumam reagir de forma negativa ao tentarem se defender. O ideal é que as crianças tenham, no mínimo, 10 anos para poderem brincar os cães da raça Chihuahua.

Como Cuidar do Chihuahua

Os cuidados abaixo listados servem tanto para Chihuahua “cabeça de cervo” (veado), quanto para o “cabeça de maçã”.

Os cães da raça Chihuahua são muito inquietos e ativos. Por isso, para evitar que fiquem estressados, é fundamental realizar bastante exercícios físicos diariamente. Confira abaixo alguns dos principais cuidados que os cães dessa raça precisam ter:

  • Pelo menos dois passeios diários, com duração entre 20 e 30 minutos cada um deles, para que o animal gaste bastante energia e não fique nervoso. Uma outra dica é apostar em brinquedos e jogos interativos, que ajudam a exercitar a mente do cãozinho, com os quais ele possa brincar até mesmo sozinho.
  • Os dentes do Chihuahua devem ser escovados entre 3 e 4 vezes por semana. Também é preciso retirar diariamente as remelas que se formam em seus olhos.
  • A alimentação do animal deve ser equilibrada e com muita qualidade, para que ele esteja sempre saudável e ativo.
  • Os cuidados com a higiene do Chihuahua não exigem nada muito elaborado. E consiste em 1 ou 2 escovações por semana. E apenas um banho a cada 2 meses. Esses cuidados já são suficientes para deixar o animal com a pelagem sedosa e limpa. Os banhos são reduzidos para conservar a oleosidade natural do seu corpo, que serve para protegê-lo. Além do mais, esses cães não suportam muito frio.
  • Muitos cães da raça Chihuahua tendem a ser valentes e teimosos. Por isso, é fundamental o seu adestramento. Além do mais, é preciso começar a socializar o cão bem cedo, antes dos 6 meses de idade, se for possível. Pois eles são muito territoriais, podendo se tornar possessivos e ciumentos.
  • A raça Chihuahua tem muita tendência a obesidade. Por isso, é importante evitar o excesso de guloseimas. Também é necessário respeitar o peso, o tamanho e a idade do cão na hora de alimentá-lo.
  • Esses cães se adaptam bem à apartamentos, ou ambientes mais reduzidos. Quando vivem em ambientes internos, como é o caso de apartamentos, com uma moderada exposição ao ar livre, eles costumam ficar mais saudáveis pois, como dissemos, não suportam o frio.

Veja também

Mini Bull Terrier: Tamanho, Preço, Cores, Cuidados e Dotos

O Bull Terrier em si já é um ótimo cão de estimação, mas você já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *