Home / Animais / Cavaquinha Animal: Características, Nome Científico e Fotos

Cavaquinha Animal: Características, Nome Científico e Fotos

Já existem muitos artigos sobre cavaquinha nesse blog e qualquer informação que explanarmos aqui apenas parecerá redundante. Portanto, para tentar oferecer algo novo sobre o tema, tomemos emprestado as características muitíssimo semelhantes de primos de nossa cavaquinha local, espécies semelhantes em outros oceanos.

Cavaquinha Animal: Nome Científico e Fotos

A cavaquinha pertence a família scyllaridae, família a qual pertencem todos de aspectos semelhantes. Portanto, as características que apresentaremos aqui em quase nada divergem da cavaquinha pescada em águas brasileiras, com exceção de pequenos detalhes de comportamento em função da diferença de habitat e clima. Nessa família existem diversos gêneros e espécies. A mais comum cavaquinha em mares brasileiros é a scyllarus arctus (nome científico)

A maioria das espécies têm geralmente cerca de 16 cm de comprimento, com um máximo de 45 cm de comprimento total e 8 a 15 cm de comprimento de carapaça, podendo atingir um peso superior a 0,5 kg ou até 3,5 kg. Vivem no fundo macio de lama ou areia, às vezes misturado com conchas ou cascalho, a profundidades entre 10 m e 60 m (excepcionalmente 100 m ou mais).

Eles enterram-se no substrato macio durante o dia, com apenas os olhos e antenas visíveis, e nadam ativamente durante o forrageamento noturno, que cobre longas distâncias. O estágio larval planctônico dura cerca de três a cinco meses. A maioria das espécies são colhidas praticamente ao longo do seu alcance e aparece frequentemente como capturas acessórias nas redes dos arrastões de camarão, embora não exista uma pescaria especializada. Uma vez que estes animais são comestíveis, eles são também, por vezes, tomados por mergulhadores.

Cavaquinha Animal: Características e Fotos

O corpo é marcadamente deprimido e tem uma superfície pubescente coberta com pequenos grânulos. A carapaça plana é trapezoidal, mais larga na frente e estreitando-se no posterior fortemente, suas margens laterais são retas e suportam apenas dois dentes na parte anterior e nenhum nos três quartos posteriores. Os pequenos olhos estão situados nos ângulos externos da carapaça e protegidos por um dente afiado atrás da órbita.

As antenas são largas, achatadas em forma de placa e têm margens dentadas. O abdômen tem sulcos transversais no meio de cada segmento e uma pequena crista mediana, que termina em uma espinha saliente no quinto segmento. A coloração invariavelmente é marrom-amarelada pálida no corpo, com os grânulos mais escuros avermelhados e as pontas dos dentes esbranquiçadas, as pernas branco amarelado e distalmente acastanhadas e o leque da cauda com coloração amarelada.

Cavaquinha Animal Característica

Cavaquinhas são como as lagostas mas não têm grandes garras. A semelhança termina aí. O corpo é achatado e possuem espécies de pá como extensões na cabeça que são realmente antenas modificadas. Os olhos são embutidos em soquetes dentro da cabeça. O corpo é coletivamente coberto por uma carapaça dura composta de seis segmentos na cabeça e oito no tórax. A cabeça tem dois pares de antenas, um par grande e achatado cobrindo a frente da lagosta esculpida e o outro conjunto é normal. A pouca variação nas cores das espécies, mas existem.

Como outros crustáceos, as cavaquinhas têm um esqueleto externo (exoesqueleto) que as envolve como uma armadura. Este esqueleto endurecido fornece proteção, bem como suporte para seus órgãos e fixação para seus músculos (que estão no interior de seu esqueleto). Uma vez que o novo esqueleto é endurecido em tamanho maior, um excesso de água que coexiste nas células pode ser eliminado e cria-se então espaço para o corpo crescer dentro da blindagem.

Comportamentos de Dieta e Reprodução

Durante o dia, as cavaquinhas vivem em cavernas e fendas no recife. Seus corpos achatados permitem que eles se apeguem perto das paredes rochosas ou dos telhados das cavernas, e sua coloração monótona se mistura com o entorno, de modo que eles são geralmente difíceis de ver. À noite, as cavaquinhas emergem do abrigo para se alimentarem no recife.

Elas agem como carnívoros, algumas usando suas mandíbulas e membros para abrir caracóis vivos e ostras, outros comendo anêmonas do mar. Eles também tiram proveito da carniça e vão buscar comida. em matéria de animais mortos. Eles são alimentadores noturnos e comem uma variedade de moluscos, camarões, vermes, caranguejos e ouriços do mar.

O ciclo reprodutivo de cavaquinhas é no período do verão, quando os machos caçam suas fêmeas, provavelmente através de feromônios (uma especulação ainda não devidamente comprovada). Esses machos criam uma espécie de tapete esponjoso de esperma próximo a fêmea que “passeará” ali com sua fertilidade e a partir daí os óvulos fecundos deixarão seu corpo no tempo devido. Até que se desprendam permanecerão na parte inferior do abdômen da fêmea presos e protegidos.

Ao eclodirem, a fêmea higieniza os novos embriões recém nascidos, abanando seus membros abdominais através da água, e utilizando suas garras especiais no último par de pernas passantes para retirar as impurezas dos embriões. Os ovos desprendidos se tornam embriões meses depois e iniciam sua vida planctônica como larvas. Serão larvas por cerca de 9 meses no plâncton até que se tornem desenvolvidos o suficiente pra se arriscarem na vida adulta.

Como pode perceber, as cavaquinhas têm sexos separados e só ocorre na maturidade, o que geralmente dura cerca de três anos. Os machos depositam um pacote de espermatozóides na parte de baixo das fêmeas e as fêmeas têm entre 54.000 a 240000 ovos que são transportados sob sua cauda. Os ovos começam laranja brilhante e como eles se desenvolvem para que eles vão uma cor marrom lamacenta escura. Uma vez que os ovos eclodem, eles se tornam planctônicos. Muito poucas larvas sobrevivem até o estágio adulto. Eles obtêm a maturidade sexual em aproximadamente 6,6 a 7 cm de comprimento.

Pescaria das Espécies

Espécies de cavaquinhas são apreciadas na culinária em todo mundo principalmente porque seu sabor em quase nada difere ao de lagostas comuns, exceto que cavaquinhas são menores. No entanto, apesar de comestíveis, não há populações de cavaquinhas grande o bastante para uma pescaria comercial especializada nelas. São mais pescadores isolados que as capturam em pequena quantidade à mão.

Para proteger a população de cavaquinhas, a maioria das regiões de habitat natural das espécies possuem regulamentos de pesca e estes geralmente incluem regras semelhantes, que são: uma temporada de pesca limitada; restrição de tamanho; não podem ser retiradas fêmeas secas e as cavaquinhas não podem ser capturadas com armas tipo de arpão.

Invariavelmente são capturados como presas acessórias em algumas áreas e alvejados massacradamente em outras. Chega a acontecer ocasionalmente colapsos em algumas pescarias desta espécie ao largo das costas do oceano índico. E outras espécies ao longo do oceano mediterrânico e atlântico sofrem com o mesmo problema de modo muito similar.

Veja também

Pomada Antibiótica Para Picada de Carrapato. Qual a Melhor?

Mordida de carrapato? Se um dia acontecer, não adianta correr imediatamente para a sala de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *