Home / Animais / Carrapato Preto Redondo Qual É? É Perigoso? Qual Sua Espécie?

Carrapato Preto Redondo Qual É? É Perigoso? Qual Sua Espécie?

Não há como negar que os carrapatos são animaizinhos bastante incômodos, até mesmo porque muitos deles causam algumas doenças bem sérias, tanto para animais domésticos, quanto para seres humanos. E, dentre esses, uma espécie muito perigosa é o carrapato de perna preta, que é sobre o qual falaremos a seguir.

Carrapato De Perna Preta: Por Que É Nocivo?

Esse pequeno carrapato redondo, e com outras partes pretas em seu corpo além das patas, é um parasita perigoso para a saúde por transmitir duas bactérias que provocam a chamada doença de Lyme. São elas: a Borrelia burgdorferi e a B. mayonii. Porém, trata-se de um carrapato que também causa outras infecções, fazendo dele um parasita bem perigoso. As infecções causadas por esse inseto, geralmente, causam alguns sintomas bem específicos, como febre, calafrios, dores de cabeça e dores musculares.

Carrapato De Perna Preta
Carrapato De Perna Preta

Ou seja, esse tipo de carrapato é bastante nocivo, sim, mas antes de falarmos mais sobre essa questão, e de como se precaver de qualquer enfermidade que esse animalzinho possa trazer, vamos saber um pouco mais sobre ele.

Características da Espécie

Também chamado de carrapato de veado, e de nome científico Ixodes scapularis, esse inseto é facilmente identificável, pois além de possuir as patas negras, ainda tem um corpo, em geral, vermelho-alaranjado, e uma parte superior de seu escudo que também é preta, assim como as suas pernas.

Ele tem como nome popular carrapato de veado por parasitar uma espécie de cervo (o de cauda branca), mas ele também parasita outros animais, como, por exemplo, camundongos, lagartos e aves migratórias. Ele é bastante encontrado nesses outros animais especialmente quando está no estágio de larva ou de ninfa.

Essa espécie de carrapato possui um ciclo de vida que dura aproximadamente 2 anos, passando por três estágios distintos: larva, ninfa e inseto adulto. Interessante notar que antes de fazer a passagem de um estágio para outro, geralmente, esse tipo de carrapato faz uma grande refeição de sangue em suas vítimas.

Por sinal, como é comum em todos os carrapatos, este aqui, quando se alimenta de sangue, o seu abdômen incha de tal forma que o seu corpo fica bem maior do que antes. Essa parte do corpo dele, inclusive, quando está cheia de sangue, fica de uma cor meio azul-acinzentada.

Comportamento Geral Desses Carrapatos

As fêmeas dessa espécie se alimentam de seu hospedeiro por cerca de 5 dias, e os machos, um pouco menos de tempo. Quando ela se sente devidamente alimentada após esses dias todos, a fêmea desse carrapato simplesmente cai no chão, o que acontece na maior parte das vezes no inverno. Na estação da primavera seguinte, ela deposita milhares de ovos em pequenos aglomerados.

É preciso salientar também que essa espécie de carrapato é bastante resistente (assim como outros tipos desse inseto). Preferem realizar as suas atividades em um clima de mais calor, na maior parte das vezes, de dia, que é quando podem procurar mais ativamente por um abrigo (ou hospedeiro). Quando chega a primavera, inclusive, são alguns dos primeiros invertebrados a se tornarem ativos na natureza.

Devido à sua alta taxa de reprodução, mesmo vivendo tão pouco (cerca de 2 anos), essa espécie de carrapato pode ser bastante numerosa, o que pode ser também muito complicado, devido às doenças que esse pequeno inseto causa.

Grande Vetor De Doenças

Como já dissemos anteriormente, esse carrapato aqui é um dos principais responsáveis para contaminação da doença de Lyme, especialmente, na América do Norte. Pra se ter uma idia, somente me 2016, a CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças, que em inglês fica Centers for Disease Control and Prevention) relator 30 mil novos casos dessa doença apenas na região norte-americana, onde a maioria desses casos surgiu no período de atividade preferido desse carrapato: o verão.

E, isso tudo sem contar que esse tipo de inseto pode carregar consigo diversos outros parasitas, como é o caso do Theileria microti e do Anaplasma phagocytophilum.

Theileria Microti
Theileria Microti

Ambos os parasitas causam, respectivamente, a babesiose e a anaplasmose granulocítica humana. Em suma, quem contraiu a doença de Lyme tem grande probabilidade de ficar infectado com essas outras doenças também. É justamente por isso que tanto o diagnóstico, quanto o tratamento da doença de Lyme são complicados, já que outras enfermidades podem “disfarçar” os seus sintomas.

Embora os mamíferos sejam os hospedeiros preferidos desse tipo de carrapato, os mesmo cervos que têm o seu sangue sugado não podem, por exemplo, transmitir a bactéria da Borrelia aos seus incômodos hóspedes. Em geral, essa espécie de carrapato adquire a bactéria que causa a doença de Lyme se alimentando do sangue de animais como camundongos que estejam infectados, ou até mesmo de outros roedores.

Um dos motivos pelos quais essa espécie de carrapato transmite essas enfermidades com tanta facilidade é porque a genética desse inseto permite isso. Por sinal, o mapeamento genético desse carrapato já foi feito alguns anos atrás.

Como Tratar Picadas De Carrapatos?

Carrapato no Dedo
Carrapato no Dedo

A maior parte das pessoas não tem problemas durante uma picada de carrapatos, nem imediatamente depois. Em algumas ocasiões, pode haver uma espécie de reação cutânea, cujo principal sintoma é a coceira. Porém, como já vimos, essa espécie de carrapato pode transmitir doenças bem sérias, e assim que perceber que esse animalzinho está sugando o seu sangue, é preciso, antes de qualquer coisa, removê-lo. Um fórceps rombo com ponta meio curva é mais do que suficiente para remover esse inseto, junto com toda a sua parte bucal, algo que deve ser feito por um médico.

Logo após esse procedimento, o médico ira receitar um antisséptico, e em caso de haver edema ou mesmo pigmentação no local da picada, , um anti-histamínico também é receitado. Já as lesões da picada em si devem ser limpas, sendo embebidas em solução de Burow 1:20 e debridadas caso seja preciso. Em casos bem mais graves, corticoides são recomendados.

É justamente durante a fase de úlcera que toda e qualquer infecção acaba sendo mais comum, só que raramente esse problema necessita de cuidados mais intensos, com antissépticos locais sendo suficientes nesses casos.

Ou seja, como deu pra perceber, esse pequeno carrapato preto e redondo pode trazer muitos problemas à nossa saúde, e por isso, é preciso dicar atento.

Veja também

Pelecanus Conspicillatus

Para que Serve o Papo do Pelicano? Qual Sua Função?

O pelicano (família taxonômica Pelecanidae) é uma ave aquática descrita pela primeira vez no ano …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *