Home / Animais / Carrapato-de-Boi: Características, Nome Científico e Fotos

Carrapato-de-Boi: Características, Nome Científico e Fotos

Essa espécie de carrapatos age assim como carrapatos que conhecemos, e como qualquer outro, são parasitas. Se alocam no hospedeiro e sugam seu sangue.  Responsáveis por grandes prejuízos e perdas no mercado agropecuário. Podem transmitir doenças letais para o gado. Vamos conhecer mais sobre o Carrapato-De-Boi.

Características e Nome Científico

São parasitas que vivem em regiões tropicais e subtropicais, ou seja, o Brasil é um ótimo habitat para esses ácaros.

Seus hospedeiros principais são bois e vacas, por isso são responsáveis por grandes perdas e prejuízos no setor agropecuário. Isso porque, ao instalarem-se em um hospedeiro, fazem mais do que apenas sugar seu sangue. Também podem transmitir doenças letais perigosas para o gado.

Esses carrapatos são pequenos insetos, arredondados e, quando em jejum, são achatados. A partir do momento em que sugam o sangue do seu hospedeiro vão tomando a forma de uma bolinha pois seu corpo se enche de sangue.

No caso das fêmeas, quando ela está com o sangue o suficiente, ela produz ovos, ou seja, seu corpo, quando está inchado, além de muito sangue pode conter ovos de carrapato.

Boophilus microplus é seu nome científico. Se tornam ainda mais perigosos quando são infectados pelo corpo do animal, gados são seus principais hospedeiros, porém é necessária total atenção em humanos pois podem também ser alocar em locais quentes do corpo humano e sugar o seu sangue, assim como também podem transmitir doenças muito graves.

Por isso ao entrar em contato com grandes animais, fazendas, chácaras, ou mata fechada, é sempre muito importante que esteja protegido e atento a presença desses ácaros.

Boophilus Microplus
Boophilus Microplus

Ao encontrarem um novo hospedeiro, e instalarem-se com sua picada e garras, rapidamente liberam um anestésico local. Ou seja, o hospedeiro não sente a presença do parasita. Não é incômodo e não causa dor nem irritação. Esses sintomas só aparecerão depois da retirada do inseto.

A Doença Tristeza Parasitária Bovina

Essa é a principal doença transmitida pelo carrapato de boi, eles são capazes de transmiti-la porque, além de sugar o sangue, eles também infectam o corpo de seu hospedeiro com graves bactérias. A rápida circulação do sangue pelo corpo do animal faz com que essa doença evolua muito rápido. Por isso, deve ser tratada com agilidade e rapidez.

O primeiro sintoma dessa doença é a anemia do animal. Por causa da perda de sangue, a oxigenação em seu corpo é menor e mais falha. O animal passa a se movimentar menos, ficar apático e ter mudanças em seu comportamento.

A partir daí, novos sintomas passam a surgir, como febre, manchas no corpo, abortos, menor produção, até que evolua para um estado mais grave da doença e seja letal.

Os prejuízos do carrapato-de-boi na pecuária podem chegar a mais de 1 bilhão de dólares por ano. Isso porque ao sugar o sangue e infecta-lo, pode trazer diversas consequências no animal. Entre essas estão, por exemplo

  • A falta de apetite, isso faz com que a carne bovina seja afetada;
  • Manchas e cicatrizes irreversíveis, que fazem com que eu couro seja lesionado;
  • Doenças no sangue, que podem afetar a produção de carne ou leite.

Além dos danos que acontecem diretamente no animal, há danos indiretos, ou seja, devem ser contabilizados, porém não são observados diretamente no hospedeiro. Entre esses danos está o gasto com carrapaticidas, inseticidas, mão-de-obra no combate aos carrapatos, custos veterinários, compras de equipamentos entre outros.

Como Retirar Carrapato-de-Boi

É possível extrair esse carrapato sem ajuda de um profissional, porém algumas instruções devem ser seguidas com muito cuidado e atenção.

Lembre-se de que é um animal perigoso e transmite doenças graves, todo cuidado é pouco.

Antes de qualquer coisa é necessário estar devidamente protegido, pois as bactérias que transmitem estão dentro do seu corpo, se forem esmagados, espremidos, ou tiverem contato com feridas humanas ou feridas nos animais, as bactérias poderão ser transmitidas mesmo sem a picada e estabelecimento de um carrapato no corpo.

O que vai Precisar?

– Luvas;

– Pinça;

– Copo ou pote;

– Álcool, vinagre ou água sanitária;

Como Fazer?

Com ajuda de uma pinça localize a cabeça do carrapato e a prenda com a ponta, com precisão. (Caso tenha dúvidas sobre a direção da cabeça, pressione a ponta da pinça o mais perto da pele possível, com cuidado para não lesionar a pele).

Homem Higienizando um Boi
Homem Higienizando um Boi

Depois de pressionado, retire na direção oposta das patas e garras do carrapato, com cuidado para que ele não estoure, ou para que você não deixe pedaços do animal presos na pele.

Depois de retirar com a pinça não esmague, nem pise no inseto. Mesmo que isso o mate, poderá causar uma infestação de carrapatos no local. Pois além de sangue o carrapato pode carregar dentro dele pequenos ovos.

Descarte o carrapato no copo com álcool, vinagre ou água sanitária. Deixe-o afogado e aguarde por um dia antes de descartar definitivamente. Certifique-se de que ele está morto, com uma coloração mais escura e então pode descarta-lo num vaso sanitário.

Como Prevenir e Exterminar Carrapatos

Em grandes rebanhos com grande número de cabeças de gado, há diversas estratégias que podem ser adotadas para a prevenção de carrapatos. Algumas delas são: o uso de carrapaticidas específicos, criação de raças mais resistentes aos carrapatos, pastos que dificultam a sobrevivência dos carrapatos, criação de predadores naturais como galinhas, cuidado e atenção à saúde do rebanho, atenção dobrada com bezerros (há maior incidência de infecções), entre outras estratégias.

Uma das mais adotadas por grandes pecuários é a rotação de pastagens, ou seja, os gados pastam numa certa região, enquanto outra está sendo desinfetada e limpa de larvas e ácaros. Depois de pronta, o gado muda região para que a outra seja preparada para outra temporada.

Produtos Carrapaticidas
Produtos Carrapaticidas

Caso encontre algum desses ácaros na sua casa ou em seus animais domésticos, imediatamente tome medidas preventivas. Realize uma boa limpeza na sua casa, atentando se para frestas, assoalho, carpetes e qualquer buraco que possa esconder ovos de carrapato. Depois da limpeza aplique produtos carrapaticidas.

Refaça a limpeza com o auxílio de um aspirador. Se for preciso, repita o processo até que sua casa esteja livre desses animais, caso ainda haja incidência mesmo depois das tentativas, contrate uma empresa especializada para a dedetização do local.

Veja também

Marreco de Pequim: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco de Pequim é considerado uma das principais raças atuais de marrecos, ao lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *