Home / Animais / Camaleão Brookesiinae: Características, Nome Cientifico e Fotos

Camaleão Brookesiinae: Características, Nome Cientifico e Fotos

O camaleão Brookesiinae é um réptil de pequeno porte, famoso por sua capacidade de mudar drasticamente as cores, como os outros camaleões. Ao contrário da crença popular, ele normalmente não muda de cor para combinar com o ambiente. Em vez disso, a cor geralmente é usada para transmitir emoções, defender territórios e se comunicar com parceiros.

Outras características facilmente observáveis ​​nessa espécie incluem:

  • Olhos esbugalhados que se movem independentemente um do outro;
  • Pés fixos em uma posição de agarrar;
  • Existência de chifres ou cristas na cabeça.

Além disso, alguns exemplares são arbóreos e possuem caudas preênsis usadas para agarrar objetos ao subir e se mover. Finalmente, outros têm línguas extensas e longas para capturar insetos e pequenos vertebrados a uma distância às vezes maior que o seu comprimento.

Esse camaleão é diurno, solitário e frequentemente agressivo com membro de sua própria espécie. Tal atitude é marcada por uma rápida mudança de cor e postura agressiva.

Ele é caçador oportunista que espera que as presas passem ao alcance de sua língua longa. O Brookesiinae tem uma maneira bizarra de se mover, na qual balança lentamente para frente e para trás entre cada passo dado, muitas vezes acompanhando o movimento das folhas próximas sopradas pelo vento.

Sua família é composta de camaleões de tamanho menor, sendo:

  • Brookesia– 30 espécies, Madagascar;
Camaleâo Brookesia
  • Rhampholeon– África Oriental, 18 espécies;
Camaleão Rhampholeon
  • Rieppeleon– África Oriental, 3 espécies.
Camaleão Rieppeleon

Características da Família do Camaleão Brookesiinae

O Gênero brookesia

Curiosamente, a maioria das espécies de camaleões do gênero Brookesia costuma passar a maior parte de suas vidas no solo das florestas em que habitam. É de noite, para dormir quando eles sobem aos galhos baixos de árvores e arbustos.

O camaleão Brookesiinae acaba não excedendo os 10 cm de comprimento. É um exemplar entre os menores gêneros de camaleões. Este gênero também inclui as espécies do camaleão e do menor réptil do mundo: o brookesia micra.

Existem mais de 30 espécies catalogadas como pertencentes ao brookesia. No entanto, sabe-se que existem mais. O problema de conhecer bem todas as espécies é que seus habitats geralmente são muito pequenos e estão localizados em áreas de difícil acesso. Tudo isso, juntamente com seu tamanho, torna o estudo complicado.

Os Brookesias geralmente são castanhos, com colorações terrosas. Eles se assemelham à cor das folhas em que normalmente se movem. Na maioria dos exemplares, as fêmeas são maiores que os machos devido ao seu sistema reprodutivo. Eles são ovíparos e os ovos geralmente ficam escondidos entre as folhas.

O Gênero Rhampholeon

Parente do camaleão brookesiinae, o camaleão pigmeu ou anão tem o nome científico Rieppeleon brevicaudatus. Contudo, é mais comumente conhecido como o lagarto do terrário.

Ele é mais distintivo e atraente se comparado com outras espécies pertencentes ao mesmo gênero. A presença da barba embaixo da boca é uma característica peculiar.

Essa espécie tem o tamanho bem pequeno, o que, na fase adulta, não passa de 8 cm. Destaca-se a cor amarronzada, variando nos tons de vermelho, amarelo, preto e verde. Isso se deve a capacidade para mudança de cor, até que chega ao ponto de se assemelhar a um tipo de folha seca. Por tal motivo, algumas pessoas o chamam de camaleão barbudo da folha.

Outra característica marcante da espécie é a sua cauda curta e a língua bem longa se comparada com seu tamanho.

Seu dimorfismo sexual se mostra significativo conforme os machos vão adquirindo a morfologia corporal equilibrada. Sua cauda fica maior em comprimento. A crista fica mais pronunciada, bem como suas cores se mostram mais acentuadas, em especial, o padrão característico da espécie.

Outro ponto interessante sobre esse parente do camaleão Brookesiinae é o olho, considerado amedrontador por muitas pessoas. Isso porque eles parecem fechados o tempo todo, mas, na verdade, essa aparência é por conta da pele que envolve essa parte do rosto do animal.

A espécie anã costuma passar parte do dia inativo, já que fica imóvel aguardando pela sua presa. Uma vez que o animal é localizado, a captura pode ser feita de maneira imediata por conta da sua longa e desenvolvida língua. O macho apresenta comportamento territorial com relação aos outros machos.

Entre os membros da espécie há a comunicação por meio dos gestos corporais, também emitindo algumas vibrações quando estão advertindo os outros aos sinais do perigo.

O Gênero Rieppeleon

Esses parentes do camaleão Brookesiinae estão entre os lagartos mais distintos e carismáticos do mundo! Existe uma longa lista de características anatômicas e bem interessantes que os torna incomuns em relação a outros membros do grupo.

A maioria dos tipos de coisas sobre esse gênero que se pode ter em mente é que os exemplares dessa espécie são capazes de segurar as mãos e os pés. Além disso, a sua língua é protrusível, sem contar com as outras peculiaridades que se pode anotar na lista.

Algo menos familiar para diversas pessoas do mundo é que esse tipo de animal, ao contrário de outros da espécie, pode não ser um exímio especialista em escalar os diversos galhos de árvores, mesmo possuindo as caudas pré-elásticas.

Esse grupo pode também incluir um número substancial de táxons terrestres. Estes são animais que passam a imitar com maestria as folhas e os galhos das plantas, uma vez que são pequenos. Isso ajuda a se camuflarem e se protegerem dos predadores.

Gênero Rieppeleon

De fato, com as cristas, os chifres, as barbas, os lóbulos, os caroços na pele, os espinhos e as esporas, os camaleões estão entre os mais extravagantes de que se tem notícia! Isso está relacionado à sua evolução, assim como a sua diversidade quanto às estruturas frequentemente mencionadas nas discussões sobre a evolução das características de exibição sexual e social.

Os pulmões desse camaleão são realmente variáveis ​​em termos de complexidade e em quantas câmaras e ramos laterais eles têm. Os complexos estão entre os pulmões mais diferentes de qualquer réptil que não seja um pássaro.

E então? Gostou de conhecer o camaleão Brookesiinae? Essa espécie, assim como as outras espécies de camaleões são muito interessantes, tendo fatos e curiosidades realmente incríveis!

Veja também

Quais os Benefícios do Ovo de Marreca? Para que Serve?

Os marrecos são aves aquáticas pertencentes à família dos Anatídeos. Estas aves produzem uma carne …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *