Home / Animais / Cachorro Akita Como Cão de Guarda é Bom?

Cachorro Akita Como Cão de Guarda é Bom?

Sabe aquela máxima de que o cão é o melhor amigo do homem? Pois bem, pra corroborar com esse velho ditado popular, existem algumas raças que conseguem ser mais “amorosas”, ou até mesmo mais suscetíveis de serem domesticadas do que outras. Além disso, existem aquelas que incluem, como bônus, a habilidade de serem ótimos cães de guarda.

Nisso, chegamos ao famoso cachorro da raça akita, que, como sabemos, é bastante amigável ao dono, mas, será que ele poderia ser um bom cão de guarda?

Bem, vamos descobrir isso a seguir.

Origem da Raça

De acordo com antigos registros, o akita surgiu por volta do ano de 1600, mais ou menos durante a Era Tokugawa (1603-1867), mais precisamente na região norte do Japão. Originalmente, essa raça era conhecida como os “cães das montanhas repletas de neve”, e não é à toa. Nesse período histórico do país, esses cães eram usados para a caça e para proteger os senhores feudais. Infelizmente, no entanto, esse animal também era usado em rinhas, e seus criadores os cruzavam com várias outras raças para aprimorar as suas habilidades.

Já em tempos mais recentes, precisamente no início da Era Showa (1925-1989), uma história emocionante chamou a atenção da população japonesa. Um cão dessa raça, cujo nome era Hachiko, aguardava pacientemente o seu dono em frente à estação de Shibuya, em Tóquio. Essa espera se prolongou por dias, e até anos, até que o cãzinho, enfim, veio a falecer. Depois, descobriu-se que o dono de Hachiko já havia morrido, anos antes!

Esse fato comoveu tanto a opinião pública da época que foi criada a fundação da Sociedade de Preservação do Akita Inu., cujo intuito era preservar essa raça de cães. E, em 1937, o akita se tornou tesouro nacional do país. Só que essa linda história lembra algo? Pois é, ela serviu de base para o filme “Sempre ao seu Lado”, com Richard Gere.

Em 1972, o akita foi reconhecido oficialmente como raça pelo American Kennel Club (AKC), após ter quase desaparecido durante a Segunda Grande Guerra. Atualmente, no entanto, é curioso notar que norte-americanos e canadenses consideram a existência de duas raças distintas: uma japonesa e outra americana, que surgiu quando militares trouxeram cães do Japão para seus respectivos países.

Características do Akita

Características do Akita
Características do Akita

Fisicamente, uma das coisas que chama a atenção nessa raça são suas cores, sempre vivas e brilhantes, e que podem ser castanho-avermelhadas, sésamos (um tipo de cor castanho-avermelhada com pontas pretas), tigrado (uma cor sólida com listras de tons prateados e pretos) e branca. Outra característica física dele é o que chamamos de “urajiro”, que nada mais é do que um pelo esbranquiçado nas bochechas, mandíbula, pescoço, peito, tronco, cauda, face e laterais do focinho desse animal (claro, a não ser que ele seja totalmente branco).

Já a linhagem americana tem uma gama maior na coloração de seus pelos. Pra se ter uma ideia, de acordo com o American Kennel Club (AKC), qualquer cor que inclua branco, tigrado ou urajiro já está na categoria de um akita. Em suma, a lista é enorme, o que acaba abrangendo várias cores, como, por exemplo, o preto, o marrom, o prateado, o amarelo-alaranjado e tantas outras.

E, o Temperamento Desse Animal? Ele é Bom Como Cão de Guarda?

Uma das peculiaridades mais marcantes da personalidade desse cachorro é que ele se mostra um excelente animal de estimação para companhia, sendo ótimo em um convívio familiar. Devido a essa questão, ele não deve ser tratado meramente como um animal de quintal, ficando a maior parte do tempo fora de casa, mesmo que ele, como qualquer outro cachorro, precise de ar livre para se exercitar e brincar.

Além de adorar uma boa brincadeira, essa raça de cachorro é muito inteligente, e tem certa personalidade. Tanto é que, muitas vezes, a sua personalidade é tamanha que ele chega a ocupar o lugar do seu tutor, sendo o seu “líder”. Ao mesmo tempo, é preciso paciência para treinar essa raça, e é justamente por isso que o akita não é lá muito recomendado para quem não tem nenhuma experiência com cachorros.

Quer uma dica útil para o treinamento dele? Então, use técnicas positivas, que precisem muito mais de motivação do que de força. Palavras de incentivo como “bom garoto” e “muito bem” são ótimas pedidas, ainda mais se você dá um agrado a mais, como um petisco, por exemplo.

Akita na Grama
Akita na Grama

Como Essa Raça Age Com Pessoas Estranhas e Outros Animais?

O akita é um tipo de raça “familiar”, digamos assim, porém, o mais recomendável é que ele seja monitorado quando estiver próximo a crianças. Estas, por sua vez, devem ser ensinadas a não provocarem esse cão em hipótese alguma. Além disso, eles têm instinto de caçadores, e, por isso, outros animais, como gatos, galinhas e patos, podem se tornar suas presas facilmente. Detalhe que essa raça costuma ter um relacionamento difícil com outros cachorros também.

Como o akita é um cão superprotetor, estranhos são considerados “inimigos” para o seu tutor e sua família, o que mostra que, sim, ele pode ser um ótimo cão de guarda. Em outras situações, é necessário apresentar seus amigos e parentes a esse cachorro para evitar problemas de socialização.

Akita Perto de Criança
Akita Perto de Criança

Fora isso, são cachorros que não são muito hiperativos, porém, mesmo assim, são animais cheios de energia e gostam muito de atividades físicas. Se estiverem em um ambiente seguro e cercado, melhor ainda.

Principais Cuidados Com o Akita

Não possuindo odor e sendo um cão muito limpo, o akita é capaz de cuidar da própria higiene. Ao mesmo tempo, precisa de muita escovação e de muitos exercícios físicos.

No quesito alimentação, como se trata de uma raça com muita energia, tendem a sentir fome mais rapidamente, porém, o recomendável são duas refeições diárias, e não mais do que isso. A quantidade de comida? Varia muito de acordo com o tamanho, sendo mais recomendável seguir as orientações de um veterinário.

Como se trata de uma raça bem limpa, o akita só deve tomar um banho quando for necessário. Ao mesmo tempo, precisam de escovação constante, além de muita paciência com eventuais pelos espalhados pela casa.

De resto, é preparar o fôlego para fazer bons exercícios com ele, já que se trata de um tipo de cachorro bem ativo, podendo fazer caminhadas diárias de até 1 hora, ou de 2 km. O bom é que, neste caso, tanto ele, quanto você, ficam em forma.

Veja também

Furão Tourão: Características, Filhotes, Nome Científico e Fotos

O furão tourão é um nome muito comum usado para se referir ao furão, um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *