Home / Animais / Borboleta Heliconius Ethilla: Características, Habitat e Fotos

Borboleta Heliconius Ethilla: Características, Habitat e Fotos

As borboletas são sempre lembradas pela beleza e diversidade. Elas colorem a natureza e são sempre associadas à perfeição, felicidade, efemeridade e até mesmo renovação. São milhares as espécies de borboletas que existem na natureza, cada qual com suas peculiaridades e características.

No nosso artigo de hoje vamos falar sobre a borboleta Heliconius ethilla, muito conhecida popularmente como Maria- boba. Continue acompanhando para saber um pouco mais sobre as características desse inseto.

Características da Borboleta Heliconius Ethilla

O seu nome científico é complicado, mas a borboleta Heliconius ethilla também é chamada de Maria-boba. A espécie pertence à família das Nymphalidae e os indivíduos podem chegar a medir sete centímetros. O voo desse tipo de borboleta é bem lento e acontece sempre nas proximidades do solo.

Elas geralmente se alimentam de plantas e podem ser encontradas tanto em locais mais inexplorados como as matas, quanto em jardins residenciais. Elas preferem o néctar de flores como o cambará para a alimentação e sempre garantem um colorido muito especial para os ambientes que frequentam.

Durante o período de reprodução a Maria-boba fêmea põe os ovos de forma isoladas e estes costumam ficar agarrados em algumas espécies de plantas como os pés de maracujá. A larva que sai de dentro dos ovos tem coloração acinzentada e possui alguns espinhos. Uma curiosidade interessante sobre essa espécie de borboleta, é que a sua larva produz uma espécie de toxina que afasta os predadores com muita frequência.

Habitat da Borboleta Heliconius Ethilla

As borboletas Maria-boba costumam frequentar regiões tropicais e podem ser encontradas na América Central (especialmente no Panamá) e na América do Sul. No Brasil, elas frequentam as regiões: centro-oeste, sudeste e nordeste. Também são encontradas nos Estados Unidos e no Uruguai.

Mesmo quando adultas, as borboletas dessa espécie continuam produzindo uma espécie de veneno que afugenta bastante os seus inimigos. Entretanto, algumas formigas podem atacar o inseto de forma fatal para a sua alimentação.

As borboletas Heliconius ethilla possuem um hábito muito interessante: elas voam em bandos que podem conter mais de cinco borboletas. Um verdadeiro espetáculo para os olhos de quem tem o privilégio de encontrar esse animal.

De forma geral, o inseto tem uma expectativa de vida de aproximadamente quatro meses. Suas pernas são longas e possuem a coloração preta, amarela e laranja, além de pequenas bolas na cor branca que ficam localizadas nas asas.

Informações Gerais Sobre as Borboletas

As borboletas são animais que podem ser encontrados em quase todos os locais do planeta, embora prefiram regiões mais tropicais e quentes. Para se ter uma ideia da diversidade desse inseto, existem mais de 18 mil espécies de borboleta. Algumas delas, exibem cores brilhantes e diferenciadas em suas asas, além de tamanhos bem diferentes.

O corpo da borboleta é dividido em: cabeça, tórax e abdômen. Outro componente do corpo delas que é muito conhecido é o par de antenas. As borboletas enfrentam uma série de animais como predadores. Podemos citar os sapos, rãs, repteis e mamíferos como inimigos do inseto.

Para os seres humanos ela não apresentam nenhuma ameaça. Entretanto, é preciso ter cuidado ao manusear o inseto e evitar posteriormente passar a mãos nos olhos, já que as suas escamas podem deixar a região ocular mais sensível. Algumas pessoas possuem alergia ao bicho, mas essa condição é muito rara.

Depois da postura dos ovos, eles demoram cerca de uma semana para a eclosão de saída das larvas para o mundo exterior. Geralmente as borboletas fêmeas põem os ovos nas estações do verão e da primavera.

Ciclo de Vida das Borboletas

Quando as larvas saem dos ovos, elas chegam a medir quase quatro centímetros de comprimento e alcançam essa marca devido ao alto consumo de alimentos durante essa fase do ciclo da borboleta.  As larvas também precisam encontrar um lugar seguro para iniciarem o processo de metamorfose.

Esta fase consiste na formação de um casulo (também chamada de crisálida) em que acontece uma transformação impressionante no animal. Algumas das espécies realizam uma espécie de hibernação durante esse período.

Ciclo de Vida das Borboletas
Ciclo de Vida das Borboletas

Por fim, acontece a última fase que consiste na saída da borboleta formada de dentro do casulo. A presença de asas é uma das características mais importantes desta fase. Assim, elas podem voar e adquirir autonomia de desenvolvimento. Algumas espécies de borboletas chegam a voar por muitos quilômetros em busca de alimento.

De forma geral, esse bicho não tem uma expectativa de vida muito grande e costumam viver por apenas algumas semanas. Enquanto estão vivas, uma das principais preocupações das borboletas é com o acasalamento e perpetuação da espécie. Além disso, elas também se ocupam em defender o território que habitam e fogem de predadores que ameaçam a sua existência.

As antenas que as borboletas possuem tem um papel muito importante para a vida do animal. É como se elas funcionassem como os narizes nos seres humanos. Entretanto, a capacidade de captação de odor do animal é muito mais apurada que a nossa. Essa característica é utilizada para localizar flores e outros animais para a sua alimentação.

As Antenas das Borboletas
As Antenas das Borboletas

Uma curiosidade interessante é que algumas espécies possuem antenas com pelos que possuem a função de transmitir “recados” para o sistema nervoso da borboleta.

Gostou do nosso artigo? Você pode entrar em contato com a gente deixando um comentário, sugestão ou dúvida logo abaixo! Ficamos muito felizes com a sua visita aqui no Mundo Ecologia e esperamos encontrar você mais vezes por aqui, ok? Não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais. Até mais!

Veja também

Pode Dar Fígado de Boi Para Cachorro?

Os cachorros são os animais de estimação preferidos em todo o mundo. Seu sendo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *