Home / Animais / Besouro Macrodontia Cervicornis: Características e Fotos

Besouro Macrodontia Cervicornis: Características e Fotos

O Besouro Macrodontia Cervicornis, é um gigante da natureza e vai te surpreender, quando você conhecer tudo sobre este grande inseto.

Um besouro que impressiona pelo seu tamanho, mandíbulas grandes e beleza única. Esta espécie corre risco de extinção, pois é muito desejada por colecionadores do mundo todo.

Ao longo deste artigo vamos falar sobre todas as características e mostrar várias fotos do Macrodontia Cervircornis.

Macrodontia Cervicornis é o Segundo Maior Besouro do Mundo

O Macrodontia Cervicornis é o segundo maior besouro do mundo, e pode chegar a medir até 17 cm, do início de suas mandíbulas até o final do seu corpo.

Suas larvas são ainda maiores que os besouros adultos. Medem até 20 cm e permanecem na fase larval por até 10 anos. Já a fase adulta não dura mais que alguns meses.

A fêmea coloca seus ovos sob cascas de árvores de madeira macia mortas, e quando desabrocham, as larvas se enterram na madeira podre, e criam galerias com mais de um metro de comprimento e 10 cm de largura.

Macrodontia Cervicornis Características

Esta espécie é encontrada no Brasil e no Peru. O Macrodontia Cervirconis possui uma mandíbula enorme e assustadora, porém este inseto só morde se sentir ameaçado.

O significado de seu nome deriva das suas mandíbulas, sendo: Macrodontia “longo dente” e Cervicornis “chifre de veado”.

Suas asas (élitros) são bastantes bonitas e desenhadas, e por isso muitos colecionadores do mundo inteiro desejam ter besouro em sua coleção, portanto o besouro corre risco de extinção.

Especificações Científicas

Nome científico: Macrodontia cervicornis

Classe: Insecta

Ordem: Coleoptera

Família: Cerambycidae

Biologia

Não se sabe muito sobre a biologia deste inseto. Ele possui hábitos noturnos, e provavelmente se alimenta de matéria vegetal como folhas, seivas, flores, cascas de árvores, frutos e fungos.

Onde Vive Este Besouro Gigante?

A espécie é conhecida das florestas tropicais da Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Guianas e Brasil. Algumas espécies também são encontradas na Guatemala e Argentina.

Ordem Coleóptera

Saiba mais sobre a ordem do Macrodontia Cervicornis:

O nome dado para esta ordem de insetos faz referência às suas asas anteriores que são endurecidas. São os insetos conhecidos como besouros, e podem ser encontrados em quase todos os ambientes.

A principal característica dos besouros da ordem coleóptera, é como o seu próprio nome indica, o primeiro par de asas (élitros) modificado. A maioria dos besouros desta espécie se alimenta de praticamente todas as partes de plantas (raiz, folhas, flores, frutos e pólens).

Esta ordem é composta por mais de 350 mil espécies. Isto representa 40% de todos os insetos e 30% dos animais. No Brasil existem aproximadamente 28 mil espécies pertencentes a 105 famílias.

Família Cerambycidae

Está família possui mais de 25 mil espécies de besouros. Os besouros são variados e possuem formas, cores e tamanhos diferentes. Eles vivem entre as plantas.

Características

A caraterística mais notável destes besouros cerambicídeos são suas antenas longas e articuladas, e muitas vezes tendo mais que o dobro do tamanho de seus corpos.

Estes besouros apesar do tamanho, voam muito bem.

Qual é o Maior Besouro do Mundo?

Já sabemos que o Besouro Macrodontia Cervicornis é o segundo maior besouro do mundo. Então, você deve ter se perguntado: Mas qual é o primeiro?

O ranking de primeiro colocado está com o Besouro Acteon, considerado o maior inseto do mundo.

O Megasoma acteon, vive na floresta Amazônica, pode atingir comprimentos de mais de 12,7 cm e pode crescer com ate 4 cm de grossura. Sua armadura é tão formidável quanto a dos outros besouros.

Por conta do seu enorme tamanho, os besouros adultos acteon quase não têm predadores naturais.

Os Tops Maiores Insetos do Mundo

Os maiores insetos do mundo são, nesta ordem:

10 – Cerambícideo gigante

Cerambícideo Gigante

09 – Bicho-pau gigante

Bicho Pau Gigante

08 – Weta gigante (deinacrida)

Weta Gigante

07 – Besouro golias (goliathus)

Besouro Golias

06 – Mariposa-atlas (attacus atlas)

Mariposa Atlas

05 – Vespa caçadora

Vespa Caçadora

04 – Barata-rinoceronte

Barata Rinoceronte

03 – Borboleta da rainha Alexandra (ornithoptera alexandrae)

Borboleta da Rainha Alexandra

02 – Barata-de-água (belostomatidae)

Barata de Àgua

01 – Besouro acteon – o maior inseto do mundo

Besouro Acteon

Besouros: Como Conseguem Voar?

Se você chegou até aqui nesta leitura, já percebeu que os besouros são insetos maiores que os outros. Mas então, como conseguem voar se são tão grandes e pesados?

O mecanismo que permite o voo destes insetos gigantes é o conjunto dos dois pares de asas deles, e a musculatura vigorosa.

Os élitros (primeiro par de asas) dos insetos da ordem Coleoptera é bastante endurecido, e fica em posição superior. Quando o besouro está parado, os élitros funcionam como um estojo que protege a segunda asa. Durante os voos eles funcionam como paraquedas.

A velocidade de seu voo comparado ao de outros insetos, é bastante baixa podendo variar de 0,8 m/s a 3 m/s.

Já a musculatura que é responsável por fazer estes insetos subirem, é bastante desenvolvida.

Funciona mais ou menos assim: os besouros abrem os élitros que ficam imóveis, estendem o outro par de asas até elas ficarem planas, e tomam impulso com as pernas.

Eles começam o voo de forma plana, e depois começam a bater as suas asas membranosas. Durante os voos planados, eles aproveitam a corrente de ar para voarem mais alto.

Você sabia?

  • Alguns colecionadores chegam a pagar até R$ 1, 3 mil por besouros que medem até 17 centímetros
  • 44 mil exemplares de besouros foram coletados por um único colecionador
  • Alguns sites vendem besouros ilegalmente

E aí? Gostou da leitura sobre o Besouro Macrodontia Cervicornis e todos os seus amigos gigantes?

Deixe seu comentário, e compartilhe o conteúdo com seus amigos.

 

Veja também

Canguru-Cinza-Ocidental

Cangurus São Violentos? Eles São Perigosos Para Humanos?

Para quem não conhece a vida fora do próprio país, conhecer lugares do outro lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *