Home / Animais / Besouro Gigante: Características, Nome Cientifico e Fotos

Besouro Gigante: Características, Nome Cientifico e Fotos

O besouro gigante, também conhecido como T-titã ou como cerambicídeo-gigante e com apelido de Hércules, é considerado a maior espécie de inseto já catalogada pelos entomologistas em todo o planeta terra. Seu nome científico é Titanus Gigantus, sendo que sua espécie é da família dos Cerambycidae, família dos besouros conhecidos popularmente como serra-paus. Esses insetos são da ordem Coleoptera e representam artrópodes de uma das maiores famílias de besouros com mais de 25.000 espécies já catalogadas.

Características dos Besouros Gigantes

Os Titanus Gigantus apresentam as características morfológicas semelhantes aos indivíduos da família Cerambycidae. Sua característica marcante é a longa antena articulada que pode chegar ao dobro do tamanho de seu corpo. Seu corpo, em um indivíduo adulto, pode chegar a 22 centímetros de comprimento, fato que impressiona curiosos e especialistas em entomologia de todo o mundo, uma vez que tal besouro é maior que a palma da mão de um ser humano adulto de porte médio. Além disso, outra característica impressionante do besouro gigante é que ele também é considerado o inseto mais pesado já catalogado. Seu peso ultrapassa incríveis 70 gramas.

Apesar de seu porte grande e seu peso elevado diante da média dos demais insetos, o besouro gigante é capaz de voar, sendo considerado o maior invertebrado que consegue levantar vôo.

Habitat do Besouro Gigante

O habitat dos besouros gigantes, assim como a maioria dos representantes da família dos Cerambycidae, são as florestas tropicais. Esses besouros são encontrados na América do Sul, principalmente na região Norte do Brasil na Floresta Amazônica, nas Guianas da Colômbia e também podem ser encontrados em algumas regiões de floresta tropical do Peru e do Equador.

Besouro Gigante em seu Habitat

Os indivíduos na fase inicial de vida desse besouro se alimentam de material orgânico em decomposição presente em abundancia em florestas tropicais. Já os indivíduos adultos não se alimentam, e vivem algumas semanas com as reservas energéticas acumuladas e adquiridas durante sua fase larval. Na fase adulta o principal objetivo dos besouros gigantes é garantir a manutenção das linhagens de sucessão, ou seja, realizar a reprodução.

Curiosidades Sobre o Besouro Gigante

Um conhecimento popular das pessoas que habitam regiões povoadas por besouros gigantes é de que esses insetos são capazes de quebrar um lápis de madeira apenas com a mordida de suas mandíbulas.

Esse fato é explicado cientificamente devido ao fato de os besouros realmente possuírem grande força em suas mandíbulas, pois é com elas que cortam galhos e gravetos de arvores para que as fêmeas possam depositar os ovos gerados no período de reprodução.

Devido a essa habilidade e grandes e potentes mandíbulas que cortam galhos é que os insetos, e especial os besouros, da família dos Cerambycidae são conhecidos como “serra-paus”.

Hábitos dos Besouros Gigantes

Apesar de serem insetos grandes, os hábitos desses animais são discretos e ainda pouco estudados pelos cientistas. Os pesquisadores pouco sabem sobre as larvas dos besouros gigantes mais nas analises das florestas estudam os locais, principalmente as árvores, habitadas pelos besouros e nelas encontram os furos que são os possíveis locais de depósito dos ovos. Por isso, outra suposição quanto a alimentação das larvas de besouros gigantes é que elas tem a capacidade de se alimentas de madeira em decomposição.

As fêmeas dessa espécie de besouro são muito difíceis de serem encontradas, uma vez que elas passam a maior parte de seu ciclo de vida em tocas escondidas e em posições estratégicas na espera que encontrem um macho para que tenham seus ovos fertilizados, tendo assim sucesso em seu ciclo reprodutivo.

Outro fato interessante no habito de vida dos besouros gigantes é que além de utilizarem suas potentes mandíbulas para cortar galhos e gravetos eles também as utilizam quando precisam se defender do ataque de predadores. Além disso, quando são atacados possuem como arma natural pernas fortes e afiadas que tem grande potencial para ferir com facilidade aqueles que tentam predá-los.

Riscos para os Besouros Gigantes

Por ser uma espécie exótica devido ao seu tamanho e proporções grandiosos o besouro gigante é muito cobiçado por colecionadores e entomologistas de todo o mundo. Centenas de pessoas fazem excursões para as regiões amazônicas com a finalidade de encontrarem um besouro gigante para suas coleções, e como não existe fiscalização adequada ou algum tipo de regulamentação para esse tipo de atividade, aquele que encontrar um exemplar da espécie pode ficar com ele.

Devido a isso, muitos pesquisadores alertam sobre o risco em potencial de ameaça as espécies de besouros, principalmente para o besouro gigante. O excesso de intervenção humana em seus habitats e a predação desenfreada podem gerar um grave desequilíbrio ecológico e se nada for feito, em um longo prazo, a espécie Titanus Gigantus poderá entrar no ranking das espécies de insetos ameaçadas de extinção.

Outro fator de risco observado por especialistas é o desmatamento e as queimadas que afetam longas extensões das florestas habitadas pelos besouros, matando muitos indivíduos e expulsando muitos outros para fora de seus ambientes naturais, fatos esses que explicam o porquê cada vez mais besouros gigantes são encontrados em cidades e aglomerações urbanas.

Encontro Inusitado com Um Colecionador Japonês

O japonês Munetoshi Maruyama é um amante dos insetos e viaja ao redor do mundo para áreas conhecidas como habitats de insetos exóticos e exuberantes, e principalmente, em busca de espécies raras de artrópodes.

Recentemente, o aficionado por insetos realizou uma visita a América do Sul em busca dos exemplares mais bonitos e exóticos de insetos do planeta terra. O homem conseguiu a proeza de encontrar um exemplar adulto de Titanus Gigantus, que possuía aproximadamente 15 centímetros de comprimento e era do tamanho da palma de sua mão.

Como grande admirador desses animais Munetoshi Maruyama ficou fascinado com esse encontro inusitado.
O homem postou diversas fotos no twitter que fizeram muito sucesso entre os amantes de insetos. Em entrevista sobre esse encontro, falou sobre a força do animal “Suas mandíbulas são tão fortes que podem partir um lápis em dois”.

Esse encontro fez despertar a curiosidade sobre o besouro gigante em várias comunidades científicas e de pessoas interessadas ao redor do mundo.

Veja também

Chihuahua Cores Raras – Quais São? Onde Encontrar?

A raça do cão Chihuahua tem muitos tamanhos e formas diferentes, mas o que mostra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *