Home / Animais / Besouro-do-Fungo: Características, Nome Científico e Fotos

Besouro-do-Fungo: Características, Nome Científico e Fotos

Os besouros são insetos que formam a maior grupo de insetos que existe no mundo, contendo cerca de 350 mil espécies catalogadas, mas isso é menos da metade da porcentagem da estimativa de 800 mil espécies de vivem no mundo.

São insetos que habitam quase todos os lugares do mundo, desde que tais locais não sejam extremamente frios, tal como a Antártida.

A maioria dos besouros são animais que se alimentam de flores, onde 4 das 6 maiores famílias são exclusivamente herbívoros.

O corpo dos besouros, independente da espécie, possui os mesmos padrões, sendo divididos em 3 partes principais: a cabeça, o tórax e o abdômen, que compõe a parte traseira do inseto.

Os besouros, na cabeça, possuem as antenas e olhos compostos (que são olhos compostos por centenas de globos oculares menores, assim como os olhos de uma mosca) e a boca. As pernas e as asas do besouros fazem parte do tórax, que é a parte do meio do inseto.

Apesar de ser um animal invertebrado, o besouro possui um forte exoesqueleto na maioria das espécies, que demonstra ser extremamente rígido a ponto de se tornar quase impossível para qualquer animal selvagem quebrar.

O besouro é considerado o animal mais forte do mundo, pois muitas espécies conseguem erguer pesos milhares de vezes mais pesados que o peso de seus próprios corpos, e espécies como a do besouro-rinoceronte podem ser comparadas com um homem levantando a mesma quantidade de 80 toneladas.

Características do Besouro-de-Fungo

Besouro-de-Fungo
Besouro-de-Fungo

Primeiramente, o besouro-de-fungo não é uma espécie única de besouro, já que os chamados besouros-de-fungos são aqueles besouros que sempre são encontrados comendo ou charfudados em fungos.

Existe cerca de 1.800 espécies de besouro-de-fungo catalogados, pois esses coleópteros compõe a família Erotylidae, que são besouros que se alimentam exclusivamente de materiais vegetais e de fungos.

Os besouros-de-fungos são importantes polinizadores, e apesar da importância para a natureza, os mesmos também demonstram ser insetos que podem ser bastante prejudiciais para plantações, já que devoram folhas, caules e flores.

O besouro-de-fungo é um inseto amplamente distribuído em florestas, por isso podem ser encontrados tanto na América do Sul, América Central e América do Norte, assim como na Eurásia, na Austrália e em todos os locais, exceto as geleiras.

No Brasil, o besouro-de-fungo está amplamente presente nos principais biomas do País, como a Floresta Amazônica, a Mata Atlântica, o Cerrado e o Pantanal Matogrossense, mas ainda é possível detectar o besouro-de-fungo em qualquer tipo de mata que apresente umidade o suficiente para que haja uma boa quantidade de fungo.

Outra característica importante sobre os besouros-de-fungo está presente em seus tamanhos, que são ínfimos, onde alguns exemplares atingem o máximo de 0,5 centímetros (5 milímetros).

Nome Científico e Principais Espécies de Besouro-de-Fungo

Como dito anteriormente, o besouro-de-fungo não é uma espécie exclusiva de besouro, mas o nome dado a vários tipos de besouros que se alimentam de matéria fúngica e sempre estão presentes até mesmo morando em locais cercados de fungos.

As principais espécies de besouro-de-fungo são as espécies com maior distribuição geográfica e, consequentemente, maior número de exemplares.

  • Nome Científico: Ahasverus advena
  • Nome Comum: Besouro-de-Fungo-Grão-Verde
  • Família: Silvanidae
  • Tamanho: Aproximadamente 0,2 centímetros (2 milímetros)
  •  Informações: besouro-de-fungo encontrado mais comumente na Europa, mais especificamente em Portugal.
Ahasverus Advena
Ahasverus Advena
  • Nome Científico: Mycetophagus punctatus
  • Nome Comum: Besouro-de-Fungo-Peludo
  • Família: Mycetophagidae
  • Tamanho: 0,6 centímetros
  • Informações: essa espécie de besouro-de-fungo também é um exterminador de parasitas e seu uso tem sido extremamente útil em fazendas, já que esses besouros podem devorar parasitas presentes em bois e vacas.
Mycetophagus Punctatus
Mycetophagus Punctatus
  • Nome Científico: Melanophthalma americana
  • Nome Comum: Besouro-de-Fungo-Carniceiro
  • Família: Latridiidae
  • Tamanho: entre 0,3 – 0,5 centímetros
  • Informações: Melanophthalma é um gênero de besouros-de-fungo que comporta mais de 100 espécies oficiais.
Melanophthalma Americana
Melanophthalma Americana
  • Nome Científico: Cryptophagus varus
  • Nome Comum: Besouro-de-Fungo-Sigmóide
  • Família: Cryptophagidae
  • Tamanho: entre 0,1 – 0,3 centímetros
  • Informações: esse tipo de besouro-de-fungo é um dos menores exemplares dentre as outras espécies, e é nativo da América do Norte, muito presente em plantações e dentro de casa em períodos de verão. Também é um tipo de besouro-de-fungo muito encontrada na Austrália, onde pode ser considerado uma praga no verão, infestando as casas e exigindo uma dedetização.
    Cryptophagus Varus
    Cryptophagus Varus

A forma de identificação mais clara dos besouros-de-fungos se dá exclusivamente através de suas atividades e comportamentos, já que não é possível distinguir um besouro de outro apenas através das características visuais.

Comportamento e Habitat do Besouro-de-Fungo

Como o nome sugere, o besouro-de-fungo é um inseto que sempre está presente onde existe a presença de fungos, em qual sempre estão afundados, e em muitos casos é possível ver centenas de besouros-de-fungos vivendo em uma cavidade onde haja presença de fungo, e em outros casos é comum ver alguns besouros criando pequenas bolas de fungos e carregando esses pequenos bolos de fungos para locais mais distante de outros insetos.

O habitat perfeito para o besouro-de-fungo é um local em uma floresta onde haja bastante umidade, por isso eles são muito presentes no Brasil, pois locais tropicais são perfeitos para que a água e o sol criem fungos, onde pode haver uma reunião de milhares desses insetos, e por isso muitas vezes os mesmos são considerados verdadeiras pragas.

Existe, inclusive, até mesmo indicações para agricultores tomarem precauções com o crescimento dos fungos, pois os mesmos podem atrair exércitos de besouros-de-fungos e esses acabarem contaminando uma plantação, sendo necessário o uso de venenos pesados para a limpeza da região.

O besouro-de-fungo, inclusive, faz ninho em regiões fúngicas e ali depositam seus ovos, que nas condições ideais para os mesmos, podem eclodir em questão de poucos dias (isso depende exclusivamente da temperatura), e as larvas se alimentam exclusivamente de folhas (e fungos).

A melhor forma de prevenir uma infestação de besouros-de-fungos é evitando que regiões permaneçam úmidas e que mofo e fungo não se crie, seja fora ou dentro de casa, pois é muito plausível que os besouros deixem ovos em regiões úmidas, como madeiras presentes dentro de casa que acabam sofrendo com a umidade, tal como móveis de mdf ou de mdp.

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *