Home / Animais / Beagle Curiosidades E Fatos Interessantes Sobre a Raça

Beagle Curiosidades E Fatos Interessantes Sobre a Raça

O beagle é uma raça de cachorro que ficou famosa graças ao desenho Snoopy. Porém, existem fatos ainda mais interessantes a respeito desse animal, e que conheceremos agora.

Origens da Raça Beagle

Originalmente, essa raça era usada na caça, porém, devido ao seu temperamento (e também por conta de sua força física não ser tão grande assim), com o passar do tempo, ele passou a ser criado como animal de estimação. Já a padronização da raça como a conhecemos hoje em dia é atribuída à Grã-Bretanha, muito embora não se saiba ao certo qual a origem desse cachorro.

O primeiro registro que se tem notícia dessa raça está no famoso “Tratado sobre a Raça”, escrito por Xenophon, conhecido militar e filósofo que viveu na Grécia Antiga. De acordo com as descrições minuciosas de Xenophon, é muito provável que ali já se encontravam os ancestrais do atual beagle.

Somente a partir do século 18 é que cruzamentos dos mais diversos tipos passaram a ser feitos com um único intuito: padronizar essa raça. Foi mais ou menos no ano de 1840 que o beagle finalmente chegou ao continente americano como um todo, sendo originalmente colocado como cão de caça.

Contudo, devido ao seu porte físico e, principalmente, ao seu temperamento, não demorou muito e ele passou a ser criado como cão de companhia, ou seja, o atual pet. Foi nesse período, por sinal, que devido aos cruzamentos realizados o beagle começou a passar por uma espécie de nanismo, ficando menor em estatura, e, consequentemente, mais dócil ainda.

A Saúde Dos Cães Dessa Raça É Ótima

Beagle no Veterinário
Beagle no Veterinário

Uma das características mais interessantes dos beagles é que eles são bastante fortes e resistentes, apesar de aparecerem cães mais frágeis. Contudo, mesmo gozando de boa saúde, são animais, vez ou outra, propensos à obesidade, além de seus ouvidos necessitarem, algumas vezes, de cuidados específicos.

Mesmo assim, é uma raça que não tem pré-disposição, por exemplo, para adquirir doenças degenerativas que são tão comuns em outras raças de cães por aí. Em geral, praticamente não ficam doentes, e visitas ao veterinário só de vez em quando. Não é à toa que podem viver por muitos anos.

A estimativa de vida deles, só pra constar, é de 15 anos, pelo menos.

Porém, como mencionado anteriormente, as orelhas deles, longas e caídas, requerem alguns cuidados básicos. Isso porque, pelo fato de serem grande, podem acumular umidade e sujeira nos canais auditivos, o que faz com que tenham propensão a terem algumas doenças como otite, por exemplo.

Limpezas regulares, e, principalmente, uma secagem completa do epitélio tanto da parte interna, quanto da parte externa, são necessários, especialmente quando o cão tomar banho, ou simplesmente se molhar. Portanto, é recomendável olhar com frequência para as orelhas de um beagle para saber se está tudo bem.

Historicamente Utilizados Para Experimentos De Diversos Tipos

Uma curiosidade triste envolvendo essa raça é o fato dela ter sido usada por muitos anos para experimentos nas áreas de dermatologia e de cosméticos. O motivo pra isso é simples: o fato do beagle gozar de uma saúde muito boa fez dele a “cobaia ideal” para laboratórios que trabalham para esses setores.

Claro, felizmente,  pouco a pouco, muitas marcas de produtos relacionados à área de beleza estão abandonando testes em animais (especialmente em beagles), principalmente devido a pressões de ambientalistas e ativistas em geral.

Inteligência E Sensibilidade: Duas Características Marcantes Desse Cão

Outra característica bem marcante dessa raça é que o beagle consegue demonstrar sentimentos bastante desenvolvidos, respondendo de maneira bem positiva aos comandos de seus respectivos donos.

Por sinal, por terem um olfato muito bem apurado, são ótimos animais para serem usados no rastreamento a praticamente qualquer coisa. É justamente por isso que antigamente essa raça era tão amplamente usada para caça, inclusive.

Além disso, o beagle também tem um um temperamento um pouco energético além da conta, mas também possui uma predisposição para o trabalho, o que, mais uma vez, facilita a questão dele ser um exímio caçador. Por conta disso, muitas autoridades usam essa raça na detecção a entorpecentes e coisas do tipo, fora o fato de também serem muito utilizados em aeroportos para revistarem passageiros.

Popularidade nos EUA

Um os lugares onde os beagles mais se popularizaram foram em terras norte-americanas. Tanto é que a conceituada American Kennel Club (AKC) reconheceu o beagle como raça logo no mesmo ano em que foi fundada (em 1884). Ressalte-se também que ele também é muito conhecido e querido no continente europeu.

Beagle nos EUA
Beagle nos EUA

Nos EUA, o carinho por essa raça é tamanha que em 1963, dois exemplares de beagles, chamados simplesmente de Him e Her (Ele é Ela) foram responsáveis por algumas mudanças protocolares na Casa Branca com relação à presença de animais no recinto. Inclusive, o ex-presidente Lyndon Baines Johnson chegou a ter um cãozinho muito querido dessa raça, chamado Edgar.

As Várias Tonalidades Nas Cores Dos Beagles

Quando pensamos nessa raça,  automaticamente, vem à mente cãozinhos de coloração tricolor, não é verdade? Porém, assim como acontece com outros tipos de cães, os beagles também possuem uma boa variedade de cores, mesmo que muitas delas não sejam tão comuns de serem vistas.

Isso porque eles têm, em seu código genético, muitos agrupamentos de cores que podem criar tonalidades que vão do limão e branco, passando pelo castanho e branco, pelo chocolate e tricolor, e por aí vai. No caso dos tricolores, é interessante salientar que eles não nascem necessariamente com pelos de três cores diferentes, e sim como uma pelagem branca e preta, e com o passar do crescimento, vão clareando essas cores, criando tonalidades distintas, em especial na região do rosto e das orelhas.

No geral, as cores mais dessa raça são mesmo o tricolor e o bicolor (com variações do branco e do marrom). Curioso notar ainda que no caso do beagle tricolor, as partes esbranquiçadas se estabelecem mesmo após a oitava semana se vida do animal, ao passo que as partes pretas podem sumir por completo, deixando, dessa forma, o marrom prevalecer. O amadurecimento dessa tonalidade pode durar até uns 2 anos mais ou menos.

Veja também

Quais as Raças Que Deram Origem ao Bulldog Francês?

O Bulldog Francês tem origem do cruzamento entre os cães da raça Terriers Pequenos, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *