Home / Animais / Arminho Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Arminho Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

O animal arminho, com o nome científico (Mustela erminea), é carnívoro mustelídeo que faz parte do grupo das doninhas, mustela ssp, ou seja, de pequeno porte. O arminho vive em florestas temperadas, como também árticas e sub-árticas dos países da Europa, América do Norte ou Ásia.

Interessado? Então, fique por aqui e conheça mais sobre o Arminho Curiosidades e Fatos Interessantes!

10 Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Arminho

1 – Como já descrito anteriormente, o arminho e carnívoro mesmo sendo um dos menores membros da sua categoria. Ele tem até 33 cm de comprimento e com peso de 120 gramas, sendo que as fêmeas são a metade deste tamanho, ou seja, menores.

2 – Este animal é um predador de natureza solitária de hábitos noturnos para caça no crepúsculo até altas horas da noite, percorrendo até 15 km em uma noite, ziguezagueando em sua postura de predador.

3 – Os arminhos são ótimos escaladores ou melhor, trepadores de árvores e também são exímios nadadores. Sendo assim, eles caçam crustáceos e peixes que fazem parte de sua dieta alimentar.

4 – Ele necessita se alimentar muitas vezes durante o dia. Isso porque seu metabolismo é rápido e gasta muita energia por passar a maior parte do seu tempo caçando.

5 – O arminho tem por hábito deixar sobras de sua caça em buracos ou tocas feitas em árvores com o objetivo de comer mais tarde.

6 – A pelagem do arminho é muito valiosa, assim como sua pele. Ele é caçado em grande volume desde a idade média, principalmente no inverno. São utilizadas armadilhas ou é criado em quintas.  A pele do arminho é usada para confeccionar golas e até mesmo bordaduras de mantas e casacos.

7 – Este bichinho é um polígamo oportunista, acasalando muitas vezes ao longo da estação específica para o período. A gestação da mamãe arminho é longa se comparado ao seu pequeno tamanho, durando 9 meses aproximadamente. Isso devido ao atraso proposital, por natureza, da implantação dos óvulos no útero da fêmea que dura até a primavera seguinte.

8 – Os filhotinhos nascem no mês de março e os ninhos são construídos pelas mamães arminhos em buracos e tocas, feitos em árvores.

9 – As ninhadas podem chegar de 4 a 9 membros. Eles nascem revestidos por uma penugem branca e cegos. Mas seu crescimento é bem rápido sendo que com apenas 8 semanas eles já são independentes.

10 – As fêmeas chegam rapidamente a maturidade sexual e por costume já na época de reprodução seguinte. Já os machos demoram mais e ficam adultos somente no fim de um ano.

Características Físicas do Arminho

O arminho tem o corpo naturalmente longilíneo, de patinhas curtas, com uma cauda visivelmente comprida que pode tomar até 40% total do seu corpo. O pescoço é longo, terminando em uma cabeça triangular e pequena – tendo orelhas arredondadas e bigodões compridos.

Os pelos do arminho variam conforme a estação do ano:

  • Na colorida primavera e verão, sua cor é castanho chocolate na parte dorsal e barriga que mescla branco e amarelo
  • No outono e inverno, o pelo do arminho fica espesso e de cor totalmente branca, mas a ponta da cauda, permanece sempre na coloração preta.

Ainda, sobre a coloração da pelagem do Arminho, estudiosos costumam dividir esses animais nas cores: marrom, branco e mesclado!

Os Hábitos de Alimentação dos Arminhos

Os hábitos de alimentação dos arminhos costumam ser bem variados. Mesmo assim, esses animais preferem alimentar, em especia, de insetos, anfíbios e de pequenos roedores.

Alimentação dos Arminhos
O ritual de caça, como já mencionado, ocorre a noite ou durante o final da tarde (crepúsculo). Esses animais conseguem, em apenas uma noite de caça, percorrer mais de 15 quilômetros para conseguir alimentos. Ainda, os arminhos podem vir a se  alimentar de pássaros de  pequeno porte, de ovos e de filhotes de aves.

Comportamentos do Arminho

Como já mencionado, o arminho conta com um metabolismo bastante acelerado. Com isso,  ele tem a necessidade de se alimentar muitas vezes ao dia, pois, sua digestão também é rápida. Isso, deixa esse animal com fome a quase todo momento!

A grande vantagem desse animal é o seu tamanho pequeno. Devido a isso, ele consegue adentrar em tocas com mais facilidade e, dessa forma, se torna mais fácil pegar as suas presas de surpresa! Além disso, ele pode fugir e se esconder de predadores, como as serpentes.

O arminho ainda costuma armazenar alimentos em pequenas covas. Assim, quando a caça não é boa, ele pode se alimentar do estoque de alimentos.

Classificação Científica do Arminho

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Mammalia
  • Ordem: Carnívora
  • Família: Mustelidae
  • Gênero: Mustela
  • Espécie: M. erminea
  • Nome binomial: Mustela erminea
Mustela Erminea

História do Arminho

Conforme já contada aqui no Mundo Ecologia, na Idade Média, a pele do Arminho era considerada bastante valiosa para confecção de casacos de pele a serem usados durante o inverno, a partir de seus pêlos. A pele do arminho também era aproveitada e utilizada em itens como golas ou bordaduras de casacos ou mantos. Mantos de arminho eram símbolo de realeza na França.

A União Soviética chegou a responder por até metade das capturas de arminho em todo mundo, visto que mantinha o comércio de peles bastante ativo, no entanto, tal colheita nunca foi uma especialidade desta nação, a qual capturava a maioria dos arminhos de forma acidental nas proximidades das aldeias. Alguns povos indígenas da América do Norte, mais precisamente da costa noroeste do Pacífico, entre eles os Tlingit, também valorizavam em demasia a pele deste mamífero. Era um hábito comum transformar a pele em camisas ou prendê-la a chapéus com casca de cedro, de modo a simbolizar status.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *