Home / Animais / Ariranha: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família e Gênero

Ariranha: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família e Gênero

A ariranha é a prima das lontras marítimas e fluviais das Américas do Norte e Sul, Europa e África. Conhecida em grande parte do mundo como “lobo do rio”, está entre os principais carnívoros da América do Sul.

Seu pelo é bem macio, de cor marrom chocolate, exceto por um padrão de grandes manchas brancas e cremes sob o pescoço longo, considerado único para cada exemplar.

Que tal conhecer mais desse animal especial? Leia o artigo até o fim.

Classificação Taxonômica da Ariranha

  • Filo – Chordata;
  • Reino: Animalia;
  • Classe – Mammalia;
  • Família – Mustelidae;
  • Gênero – Pteronura;
  • Espécie – Pteronura brasiliensis;
  • Ordem – Carnivora.
Pteronura Brasiliensis
Pteronura Brasiliensis

Características do Animal

De nome científico Pteronura brasiliensis, seu comprimento da cauda à cabeça vai de 1 a 1,8 metros. Em se falando de peso, uma média fica entre 22 kg e 32 kg, sendo a maior medida é a do macho.

A medida mais frequente para a fêmea é 1,5 metros de comprimento, assim como 26 kg. As diferenças físicas entre macho e fêmea não é difícil de perceber.

Características da Ariranha
Características da Ariranha

Seu corpo se mostra bastante alongado, curvo e flexível, de membros fortes, pés palmados e o pescoço alargado. A ariranha possui uma mancha irregular de branco ou creme no nível da garganta, como dito acima, e longas vibrisas para detecção de presas.

Ela tem uma pelagem curta espalhada pelo corpo, mas não é tão densa quanto em outros tipos das espécies próximas, tal como a chamada Enhydra lutris (ou lontra do mar). Uma observação relevante pode ser apresentada com a ponta da sua cauda que é ​​achatada como as dos castores.

Distribuição das Ariranhas

Esta espécie é originária da América do Sul (exceto Chile), a leste dos Andes. Atualmente, quase não existe no Uruguai e na Argentina, e é muito rara no Paraguai.

Ela é vista nos sistemas da Amazônia, Orinoco e Rio da Prata e é encontrada em córregos e rios em movimento lento, lagos e pântanos, além de florestas inundadas durante as estações chuvosas.

As ariranhas preferem habitats com margens não inundáveis, com coberturas vegetais e onde há fácil acesso aos lugares de caça em águas relativamente rasas.

Hábitos e Estilo de Vida

Este animal é diurno e vive em grupos familiares de 5 a 8 indivíduos. Uma família tem uma área residencial de 12 km², consistindo em um par que acasala e seus filhotes de várias gerações.

Os membros da família limpam uma área ao lado de um riacho para seus alojamentos, de até 50 metros², geralmente perto de locais de alimentação. Tocas consideráveis ​​são então construídas sob toras caídas. Uma a cinco latrinas para uso comunitário são colocadas ao longo do perímetro do local.

O território estabelecido é então marcado pelo perfume das glândulas anais dos animais. Se invasores invadirem o território da família, os pais o defenderão e a seus familiares. Apesar de manter territórios separados, as ariranhas são mamíferos altamente sociais. As atividades incluem caça, higiene, descanso e comunicação.

Dieta e Nutrição

A ariranha se mostra como um predador que está no topo das cadeias alimentares e que consome principalmente peixe. Ela pesca peixes com tamanho médio habitantes de águas rasas com mais frequência.

Também parece ser oportunista, pois possui grande capacidade de se adaptar ao consumo de espécies que têm mais abundância no ambiente. Em situações de não haver disponibilidade de peixe, ele pode se alimentar das cobras e dos caranguejos.

Ariranha Comendo sua Presa
Ariranha Comendo sua Presa

Esse animal pode partir para a caça sozinho, em duplas ou grupos, enquanto confia na sua visão aguda para localizar presas. Às vezes, caça de maneira coordenada quando a presa não consegue ser capturada pela ariranha sozinha, como anacondas ou grandes jacarés.

Ela tem boa capacidade de movimentar debaixo d’água. Dessa maneira, ataca a sua presa por cima ou por baixo, prendendo-a com as mandíbulas. Ao capturar, começa a comer imediatamente. Inicia pela cabeça e o faz segurando-o firmemente entre as pernas da frente. As ariranhas consomem aproximadamente 10% do peso corporal diariamente (cerca de 3 quilos).

Hábitos de Acasalamento da Ariranha

Esta espécie é monogâmica e os pares permanecem juntos por toda a vida. O comportamento reprodutivo foi amplamente documentado por observações de animais em cativeiro.

As fêmeas parecem dar à luz seus filhotes somente com as estações secas. Os ciclos estrais têm 21 dias e elas são ativas sexualmente entre o 3º e 10º dia. Entre esses animais, há a escolha dos casais e de uniões duradouras.

Os períodos da gestação variam de 65 até 70 dias e dão à luz de 1 até 5 filhos com média de 2. Foram relatados intervalos entre partos que variam de 21 até 33 meses.

A fêmea dá a luz em tocas construídas previamente e defendidas pelo grupo familiar. Geralmente, fica perto de margens de rios e dos locais de pesca favoritos.

No nascimento, os filhotes têm muitos pelos que os protegem e se mostram cegos. Machos, durante a criação dos filhotes, mostram que o laço familiar é muito forte.

Os pequenos abrem os olhinhos aos 4 dias após o nascimento, começam a caminhar para no quinto dia e podem nadar adequadamente após quatorze semanas. Param de amamentar aos 9 meses e passam a caçar logo depois.

Ameaças Populacionais da Espécie

A fragmentação e a perda de alguns habitats da ariranha, bem como a poluição, são as principais ameaças atuais desse animal tão peculiar. Isso porque as áreas em que vivem são bastante degradadas e também destruídas pela extração de madeira, mineração e represamento.

Esta espécie foi excessivamente caçada até o final dos anos 70 por conta do seu valioso pelo. Hoje em dia, ainda ocorrem assassinatos ilegais, muitas vezes pelas mãos de pescadores, que veem as ariranhas como uma competição pela pesca de peixes. Alguns filhotes na natureza são levados para se tornarem animais de estimação e geralmente morrem devido à inexperiência dos cuidadores.

Interação Humana

Os humanos são os únicos predadores reais que a ariranha possui. No entanto, houve alguns relatos de pumas e onças matando-a em certas áreas.

Ariranha - Risco de Extinção Pelo os Humanos
Ariranha – Risco de Extinção Pelo os Humanos

Isso é muito provável devido a mudanças no habitat natural para esses tipos de animais.

Veja também

Pode Dar Fígado de Boi Para Cachorro?

Os cachorros são os animais de estimação preferidos em todo o mundo. Seu sendo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *