Home / Animais / Araracanga, Aracanga ou Arara-Macau Com Fotos

Araracanga, Aracanga ou Arara-Macau Com Fotos

Quem viu e curtiu o segundo filme do Blu (‘Rio 2’, da 20th Century Fox & Blue Sky Studios) vai lembrar da divertida cena da partida de futebol, em que as araras azuis foram desafiadas pelas araras vermelhas pelo domínio de um território. Lembrou ou só eu sou tão criança assim?

Bom, a questão que levanto aqui com essa imaginação fértil e orgulhosamente infantil é que será daquelas araras vermelhas que falaremos nesse artigo… As araracangas, ou aracangas, ou arara pirangas, ou arara-macau, ou … Enfim, voltando aos termos técnicos, falaremos das …

Araracanga, Aracanga ou Arara Macau com Fotos

A arara vermelha tem quase 90 centímetros de comprimento, mais da metade corresponde aos longos podadores pontiagudos típicos de todas as araras. Pesa um quilo em média. Se alguns indivíduos podem viver mais de 100 anos não temos dados confirmados, mas podemos afirmar que sua vida média é de 80 anos.

A plumagem é principalmente escarlate, mas as penas da garupa e o topo da cauda são azul claro, a parte superior das asas é amarela, as pontas das penas da cauda e a parte superior de ambos os lados das penas das asas são azul escuro e a parte inferior das asas e as penas da cauda são vermelho escuro com brilho metálico ouro. Alguns indivíduos podem ter verde nas asas perto da faixa amarela.

Três subespécies têm diferenças na largura da faixa amarela nas asas. A pele nua ao redor dos olhos é branca ao bico. Pequenas manchas brancas também estão no rosto. O dimorfismo sexual é fraco. A única diferença externa identificável entre as aves é com a idade: os jovens têm olhos escuros, enquanto os adultos têm olhos amarelos claros.

O casal é predominantemente monogâmico. Depois que o macho encontra e acasala com uma fêmea, serão só eles dois até a morte. No caso de reprodução, o casal realiza apenas um ciclo de reprodução por ano. A fêmea coloca dois ou três ovos em uma cavidade de árvore. Ela e ele cuidam deles por quase um mês. Os jovens fogem aos três meses de idade, mas só se tornam independentes quatro a cinco meses depois.

Aracanga – Gregário Até Pra Comer

A arara vermelha come principalmente frutas e sementes. Ele gosta de maçãs, nozes, bananas e outras frutas, além de néctar e gomos. Seu bico permite quebrar facilmente as cascas de nozes e outras frutas desse tipo. Apesar do filme desenho que citei acima destacar uma cena em que eles brigam por comida com as araras azuis, na vida real não é bem assim não.

As aracangas são gregárias, ou seja, não se incomodam com a aproximação de outras espécies mesmo quando se trata de alimentação. Aliás, são araras-vermelhas que evitam as maiores araras-azuis, pois elas é que são sérias competidoras em sua busca por comida. No que dependesse das araras vermelhas, apesar de seu porte quais terceiras maiores dentre os psitacídeos, não haveria problema nenhum.

Os maiores predadores das araras são os raptores diurnos. Mamíferos carnívoros raramente são perigosos para as araras vermelhas porque caçam no chão. Por outro lado, precisam de bastante atenção e cuidado com seus filhotes que nascem cegos e indefesos, sempre atraindo predadores e oportunistas. Essa é também uma das dificuldades que impedem maior popularização de aracangas.

Arara Macau – Comportamento

As araras vermelhas são aves extremamente sociais que só podem ser encontradas em grupos, geralmente em torno de 20 indivíduos. As araras se afastam de seu grupo, em pares, somente durante a época de reprodução. Eles procuram sua comida juntos e depois voltam para um lugar comum à noite para dormir. Em horários específicos, as araras voam juntas para encontrar um lugar para dormir, duas vezes ao dia (ao meio-dia e à noite). Os membros da família voam muito perto um do outro e procuram contato corporal quando dormem.

Os pesquisadores ainda não conseguiram distinguir a hierarquia das araras, já que seus grupos não parecem ser liderados por um líder. No entanto, as araras mais jovens sempre dão prioridade às mais velhas quando se trata de alimentação: é somente quando os mais velhos terminam de comer que os mais jovens começam. A razão para esta prática é no entanto mais pragmática do que devido à polidez. Aves mais velhas são mais experientes e sabem melhor do que outras onde encontrar comida. Os pássaros mais jovens aprendem observando e imitando os mais velhos para depois se tornarem modelos também.

As araras não têm territórios limpos, mas percorrem regularmente uma área extensa e não tentam negar o acesso a outras araras. Acontece que vários grupos de araras se reúnem na mesma árvore. A abundância de comida faz uma defesa do território completamente inútil. No entanto, quando vários grupos estão na mesma árvore, eles são muito cuidadosos para não se misturarem. Também não há luta para encontrar um parceiro nas araras: como para a maioria das outras espécies de papagaios, quando um casal se formou, ele permanece unido até a morte de um dos papagaios ou dos dois.

Os gritos têm uma função importante para a coesão de casais e grupos nessas densas florestas tropicais. As araras vermelhas são animais sociáveis, fazem mais do que simples gritos: emitem sons diferenciados que têm significados específicos para seus congêneres. Também é possível imitarem determinadas vocalizações de outros animais ou dos humanos.

Araracanga – Estado de Conservação

O habitat das araras vermelhas também é considerado como tendo o maior alcance latitudinal para qualquer ave do gênero ara, já que a faixa territorial máxima estimada é de 6.700.000 km². No entanto, o habitat da arara vermelha é fragmentado, e a ave é confinada principalmente a pequenas populações espalhadas por toda a sua extensão original na América Central. No entanto, como eles ainda ocorrem em grande número na maior parte de sua faixa original na América do Sul, a espécie é classificada pela IUCN como de menor preocupação.

No entanto, seu estado teve atenção no “Plano de Ação para a Conservação e Amostragem Psitacídeos” sobre o estado principalmente de uma das subespécies, uma vez que sua população havia decaído rapidamente em um período de vinte anos. A espécie também aparece desde 1985 no Anexo I da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora Silvestres (CITES), que proíbe o comércio dessa espécie nos países signatários. Originalmente entrara no Anexo III desta organização em 1976 mas, finalmente, veio para o Apêndice I.

Da mesma forma, é protegido por várias leis e decretos nacionais. Por exemplo, na Costa Rica, onde passou a ocupar cerca de 80% do país hoje ocupa apenas 20%. No México tem sido uma espécie prioritária em termos de conservação. No Panamá é considerada uma das duas aves mais ameaçadas no país. No Peru é listado como Espécie Vulnerável. A Guatemala criou o Sistema de Áreas Protegidas, que assegura a proteção de espécies ameaçadas em seu território, inclusive a arara vermelha. Em Belize é protegido pela Lei de Proteção Ambiental, o que impede o seu comércio ou posse.

No Brasil, embora existam leis de proteção que proíbam o comércio ou posse, são ineficientes. Muitas autorizações mal elaboradas e fiscalizadas são emitidas. Na Colômbia, seu critério é “indeterminado” na Lista de Espécies Colombianas em Extinção. Na Venezuela, é considerada uma espécie vulnerável e protegida pela Lei de Proteção da Vida Selvagem. A destruição de seu habitat devido ao desmatamento, a indústria do petróleo e os incêndios florestais intencionais estão entre os principais fatores que colocam em risco a sobrevivência desta espécie. Somado a isso vem o tráfego comercial de penas, ovos e, como tal, as amostras a serem vendidos como animais de estimação.

Veja também

Furão Tourão: Características, Filhotes, Nome Científico e Fotos

O furão tourão é um nome muito comum usado para se referir ao furão, um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *