Home / Animais / Aranha de Grama É Venenosa? Características e Nome Científico

Aranha de Grama É Venenosa? Características e Nome Científico

Igual ainda ocorre com muitas espécies da fauna, a classificação taxonômica é muito complicada e nada conclusiva. Falar de potencial venenoso de aranhas da grama, por exemplo, pode nos induzir ao erro.

Aranha da Grama é Venenosa?

Aqui no Brasil, aparentemente as aranhas que são assim chamadas aranhas da grama são espécies pertencentes ao gênero lycosa, da família lycosidae. No entanto, taxonomistas em geral costumam classificar como sendo aranhas da grama as espécies da família agelenidae.

Pois bem, as espécies do gênero lycosa possuem representantes em nosso território brasileiro. Entre as possíveis aranhas desse g~enero que podem ser enconrtradas aqui estão: lycosa auroguttata, lycosa inornata, lycosa langei, lycosa leucotaeniata, lycosa nordenskjoldi, lycosa paranensis, lycosa pictipes, lycosa pintoi, lycosa poliostoma, lycosa sericovittata, lycosa sochoi, lycosa tarantuloides e lycosa erythrognatha (teoricamente a mais comum).

Se nos referirmos apenas a esse gênero como aranhas da grama, então não há o que temer com respeito a sua mordida, muito menos seu veneno. As aranhas de grama, referindo-se somente as aranha dessa família lycosidae, injetam veneno se continuamente provocadas. Os sintomas de suas mordidas incluem inchaço, dor leve e coceira. Mas não são agressivas, As do gênero lycosa, em especial, muito raramente chegam a morder ou sequer injetam veneno.

Já as aranhas da família agelenidae, por outro lado, embora também não sejam agressivas, não se intimidam com facilidade e podem sim atacar se forem perturbadas em suas teias. Apesar de seu veneno não ser considerado perigoso pra humanos, ainda é mais potente que os das aranhas mencionadas anteriormente e podem causar dores e inchaço mais significativos. Isso poderia não ser motivo de preocupação pois as aranhas dessa família predominam apenas no hemisfério norte.

No entanto, há indícios de pelo menos duas que podem ter sido introduzidas em território brasileiro e se assemelham muito as aranhas da grama conhecidas daqui. São as espécies tegenaria pagana e eratigena agrestis. Esta última principalmente, pode provavelmente injetar veneno com potencial semelhante a das chamadas aranhas armadeiras, com consequências necróticas na região da picada. Há ainda necessidades de maiores pesquisas que comprovem a informação.

Aranha de Grama: Características e Nome Científico

Mas vamos falar mais especificamente das aranhas da grama correspondentes ao gênero lycosa. Como já dito, essas são membros da família lycosidae. Também são conhecidas como aranhas lobo porque seu método de caça é atropelar suas presas como faz um lobo.

Estas aranhas são caçadores robustos e ágeis que dependem de boa visão para caçar, normalmente à noite. Umas das principais características que as diferem de outras espécies está no fato de elas carregarem seus sacos de ovos fixando-os às suas fiandeiras (em vez de por meio de suas mandíbulas e pedipalpos).

Aranha Lobo

Essas aranhas da grama variam de cerca de 01 a 05 centímetros de comprimento. Elas são peludas e tipicamente marrons a cinza na cor com uma impressão distinta em suas costas. As partes inferiores das aranhas são cinza claro, creme ou preto, às vezes rosa salmão.

Possuem oito olhos arranjados em três fileiras. A linha de baixo consiste em quatro olhos pequenos, a linha do meio tem dois olhos muito grandes e a linha de cima tem dois olhos de tamanho médio. Elas dependem de sua boa visão para caçar. Seu senso de toque também é agudo. Os lados de suas mandíbulas podem ter uma pequena mancha alaranjada elevada ou “saliência”.

Como elas dependem de camuflagem para proteção, essas aranhas da grama não têm a aparência chamativa como outros tipos de aranhas. Em geral, sua coloração é apropriada ao seu habitat gramíneo preferido. Seus olhos refletem bem a luz e uma maneira de encontrá-las é caçar à noite usando uma lanterna presa na testa, de modo que a luz da lanterna seja refletida diretamente para a fonte.

Aranha de Grama só Vive na Grama?

As aranhas de grama podem ser encontradas no mundo inteiro. Elas geralmente vivem em pastagens e prados, mas eles também podem viver em montanhas, florestas tropicais, zonas úmidas e desertos. Algumas aranhas de grama se escondem em vegetação ou folhas caídas enquanto outras se enterram no solo, ou constroem túneis sob ou entre tábuas, pedras, lenha e até o revestimento da sua casa.

Sim, as aranhas de grama também podem se aventurar em casas especialmente em climas mais frios, quando estão procurando um lugar quente para passar o inverno e criar seus filhotes. Em ambientes domésticos, elas podem ser encontrados em torno de plantas da casa, portas, janelas, porões e garagens. No entanto, você não será capaz de detectar a presença dessas aranhas procurando por teias.

Aranha de Grama: Como Sobrevivem?

As aranhas de grama produzem seda, mas principalmente com o propósito de criar sacos de ovos. Elas são caçadores noturnas que normalmente só saem do esconderijo após o pôr do sol para perseguir e emboscar suas presas. Esta aranha é uma caçadora terrestre e solitária. Pode encontrá-la correndo, subindo obstáculos  e até nadando, mas isso de nadar é o mais raro a não ser que esteja mesmo perseguindo uma presa.

Os gênero lycosa engloba aranhas que se alimentam principalmente de insetos. Porém, algumas aranhas maiores do gênero também atacam pequenos vertebrados. Sabe-se que duas espécies de aranhas desse gênero são predadoras de sapos-cururu. Lycosa lapidosa levará pequenos sapos e rãs, enquanto lycosa obscuroides foi notada mordendo e matando um grande sapo dentro de uma hora.

As aranhas de grama têm sentidos aguçados, que usam para caçar, encontrar parceiros e se proteger de predadores. Elas podem ver muito bem e são altamente sensíveis a vibrações que as alertam para movimentos de outros organismos. Elas confiam na camuflagem para escondê-las na liteira onde elas vagam e usam veneno para subjugar suas presas. Algumas virarão de costas, usando todas as oito pernas como uma cesta para segurar um inseto, e então morderão a presa com presas afiadas para torná-la imóvel.

Ciclo de Reprodução

O acasalamento ocorre fora da toca das fêmeas à noite. Sabe-se que algumas aranhas de grama macho adultas de espécies de menor tamanho dispersam-se por via aérea para encontrar parceiros. O macho é atraído por marcas de perfume deixadas pela fêmea, muitas vezes associadas à seda de sua linha de arrasto. Os machos realizam um ritual de acasalamento antes do acasalamento, geralmente envolvendo sinalização complexa de pernas e palpos para a fêmea.

A aranha de grama fêmea constrói um saco de ovos de seda branca, com a forma de uma bola com uma costura circular óbvia, que ela carrega presa com seda forte às suas fiandeiras. Quando os filhotes nascem, eles são carregados nas fêmeas até que estejam prontos para se dispersar por balonismo ou no chão. Um alto grau de cuidado parental visto nesse gênero é relativamente incomum entre as aranhas. As aranhas de grama do gênero lycosa vivem por até 2 anos.

Veja também

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote: Cuidados e Doenças

Os primeiros exemplares do Bull Terrier eram todos brancos e se originaram na Grã-Bretanha por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *