Home / Animais / Alimentação dos Besouros – O Que eles Comem?

Alimentação dos Besouros – O Que eles Comem?

Os besouros são insetos que pertencem à ordem dos coleópteros. Coleus significa caixa e Ptera, asas.

Existem mais de 300.000 besouros diferentes no mundo. Vamos ver algumas das espécies mais importantes e qual sua alimentação, dependendo da espécie.

De acordo com o site da FIOCRUZ, esses são os besouros mais importantes, em relação ao ser humano:

Besouro Venenoso

Nome científico: Lytta vesicatoria

Esse besouro mede de 1 a 2 cm e vive no sul, centro da Europa, Sibéria e América do Norte.

Começa a aparecer na Europa durante o verão.

A fêmea põe seus ovos próximos a abelhas, pois quando os filhotes nascem, entram no niho das abelhas, sofrendo uma transformação, soltando a pele e virando larvas bem pequenas que passam a se alimentar dos filhotes da abelha.

Besouro Venenoso
Besouro Venenoso

Eles exalam um cheiro bem forte, para que os predadores não se aproximem deles e soltam um veneno que queima a pele, formando bolhas. É um dos besouros mais venenosos que existem.

Besouro Tigre

Nome científico: Cicindela campestris

Tem o comprimento de 2cm e com antenas articuladas.

A larva se transforma em crisálida após 18 meses e tem seu desenvolvimento máximo em 14 dias.

A larva do besouro tigre fica alojada esperando sua presa. Ela se enterra em um buraco cavado na areai, bloqueia a entrada com sua cabeça e fica esperando algum inseto descuidado.

Quando sua presa cai no buraco, ela vai afastando a areia dos pés do inseto até ele escorregar direto para sua boca.

Quando adulto, esse besouro é feroz, como larva tem um par de mandíbulas que se entrecruzam como uma foice, voando rapidamente e se alimentando de outros insetos.

Esse tipo de besouro só é ativo durante o verão ou com clima quente.

Besouro Tigre
Besouro Tigre

Besouro Bombardeiro

Nome científico: Brachynus crepitans

Esse tipo de besouro vive a maior parte do tempo se escondendo entre as raízes de árvores ou debaixo de pedras, na região do sul e centro da Europa, norte da África e Sibéria.

Esse é um besouro carnívoro, portanto gosta de comer insetos de corpo mole, como lagartas e caracóis e é extremamente veloz para alcançar sua presa.

Seu nome, bombardeiro, se dá ao fato que quando essa espécie se sente ameaçada, ele bombardeia, para qualquer direção em que está seu predador, um jato com líquido, saindo de seu abdômen.

Besouro Bombardeiro
Besouro Bombardeiro

Esse líquido provoca uma fumaça azulada, junto com um barulho alto que assusta o predador.

Além disso, esse líquido sai em uma temperatura elevada e cheiro bem forte, podendo provocar queimaduras nos predadores.

Se em contato com a pele humana, provoca uma leve ardência, mas nada muito grave.

Besouro Gigante

Besouro Gigante
Besouro Gigante

Nome científico: Titanus gigantus

É o maior besouro e o maior inseto do mundo. É o maior inseto em peso e também o maior invertebrado voador.

Vive na Floresta Amazônica, se alimentando de material orgânico em decomposição da floresta.

Pode chegar a 22 cm de comprimento, sendo maior que a mão de um adulto e pesa cerca de 70 gramas.

Besouro Violino

Besouro Violino
Besouro Violino

Nome científico: Mormolyce phyllodes

É considerado um dos maiores besouros do mundo, mede até 10 cm.

Vive na Ásia e se alimenta de lagartas, caracóis, etc.

Na fase de larva, rasteja lentamente pelo solo, mas quando adulto sobe nas árvores e vive em frestas das cascas das árvores.

Quando anoitece, esse animal sai caçando suas presas. É muito ágil e quase transparente, o que dificulta vê-lo na escuridão.

É um animal ameaçado de extinção, devido à destruição de florestas.

Besouro Do Esterco Ou Escaravelho

Nome científico: Scarabeus sacer

Mede aproximadamente 4 centímetros e tem três pares de pernas. Seu voo é pesado e barulhento.

Há escaravelhos em praticamente todos os lugares.

Sua principal característica é rolar uma bola de excremento de animais, sobretudo cavalos e depois de terminar de prepará-la, a enterram em um buraco para que possa se alimentar.

Essa bola é tão preciosa que há brigas por ela.

Besouro Do Esterco
Besouro Do Esterco

Para reprodução, macho e fêmea se juntam para fazer uma bola em forma de pera. Nessa bola, a fêmea deposita seus ovos para que as larvas, ao nascer, encontrem alimento para elas.

Besouro Leopardo

Nome científico: Penthea pardalis

Esse besouro mede até 2,5 cm e até 5,5 cm se incluir as antenas. Vivem nas florestas de eucalipto do nordeste da Austrália.

Também são chamados de serra-paus.

Sua coloração é bem viva, com o corpo cheio de manchas, para que ele consiga se camuflar na floresta.

Seu corpo é longo e achatado.

Besouro Leopardo
Besouro Leopardo

O que mais se sobressai nesse animal são suas longas antenas divididas em vários segmentos e são bastante sensíveis.

Esse besouro costuma viver sozinho, mas sai na época do acasalamento para procurar uma parceira, pelo cheiro (feromônio) e para isso as antenas são importantes.

Besouro de Chifre

Nome científico: Lucanus cervus

Esses animais vivem debaixo de troncos velhos ou sob cascas de árvores. Medem de 5 a 10 cm, nas florestas de carvalho da Europa.

Alimentam-se na fase de larvas de madeira podre e na fase adulta de brotos, flores e seiva.

Nascem de ovos podendo escavar um buraco de até 75 cm dentro da terra para colocar seus ovos nas raízes de árvores.

Besouro de Chifre
Besouro de Chifre

Pode chegar a ter até 10 cm e suas larvas tem aparência de vermes gordinhos.

Suas mandíbulas são extremamente fortes, por isso conseguem mastigar madeira facilmente.

Os machos são maiores que as fêmeas.

Besouro Castanho

Besouro Castanho
Besouro Castanho

Nome científico: Tribolium castaneum

São besouros pequenos, de 2,3 mm a 4,4 mm de comprimento.

Os adultos são bons voadores e chegam a viver por 4 anos.

Esses insetos são responsáveis pela perda total em armazéns no mundo todo, pois atacam todos os tipos de grãos moídos, como farelo, rações, farinha, fubá, raízes de gengibre, frutos secos, chocolate, nozes e grãos de leguminosas, dentre outros.

O inseto se alimenta de todos esses produtos, podendo causar grandes perdas na agricultura.

Veja também

Lagarto Chicote- de- Garganta- Alaranjada: Características e Fotos

O lagarto chicote de garganta alaranjada (nome científico Aspidoscelis hyperythrus) é uma espécie nativa do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *