Home / Animais / Alimentação do Tatu: O Que Eles Comem? Quais Frutas?

Alimentação do Tatu: O Que Eles Comem? Quais Frutas?

Se o caro leitor encontrar um filhote de tatu, a melhor coisa que deve fazer é deixá-lo sozinho . As probabilidades são de que, na maioria das vezes, a mãe do tatu está por perto, e ela cuidará do bebê sozinha. Entretanto se você sabe com certeza que a mãe não está lá para ajudar – isto é, nos casos em que a mãe foi morta por um carro, etc. – adote as seguintes providências como diretriz para cuidar do filhote de tatu abandonado ou órfão.

Contatar imediatamente um centro de resgate de vida selvagem local, um reabilitador de animais selvagens licenciado, ou um veterinário que é experiente com animais selvagens é a melhor e mais segura opção tanto para você quanto para o tatu. Em muitos lugares, manter um animal selvagem em sua casa é ilegal, mesmo que suas intenções sejam para ajudá-lo. A pessoa média não tem o treinamento para cuidar com sucesso um animal órfão e soltá-lo na natureza, com chance de sobrevivência.

Como uma “mãe” substituta para esses animais, você precisaria saber como ensiná-lo a viver por conta própria. A recomendação é  que você leve animais órfãos para um centro de reabilitação ou resgate de animais, tanto para sua própria proteção quanto para o bem-estar do animal. Se você não conseguir encontrar um centro de reabilitação disposto a aceitar o animal!

Então, enquanto não consegue solucionar o dilema, proceda da seguinte maneira, para mante-lo alimentado:  Para animais em idade de amamentação, use a fórmula de gatinho e alimente o tatu com um conta-gotas. Tenha muito cuidado para não forçar a alimentação do filhote de tatu! Eles podem facilmente comer demais, e isso causará sofrimento gástrico grave ou morte;

Para animais mais velhos, comida de gato enlatada úmida fornecerá todos os nutrientes necessários para manter o tatu saudável. No entanto, você deve complementar isso com itens alimentares naturais, até que o tatu seja liberado com sucesso na natureza. Manter animais silvestres em cativeiro, é considerado crime ambiental.

E se o leitor quiser registrar-se e iniciar sua própria criação de taus. Este artigo vai ser-lhe então útil e esclarecedor:

Alimentação do Tatu: O Que Eles Comem? Quais Frutas?

Investimento

O tatu mostra ser um animal que exige cuidados muito simples e seu manejo é bastante facilitado pelo seu comportamento manso, dócil e fácil de manejar, não carecendo de muitas técnicas sofisticadas em sua produção. O produtor pode inclusive reservar uma pequena parte de sua propriedade para cultivar hortaliças e raízes que servirão para alimentá-los, sendo um animal que come de tudo.

Estima-se que com um capital inicial de pouco mais de R$ 10.000,00, o produtor consiga montar toda a estrutura necessária para iniciar seu plantel, incluindo matrizes do animal, viveiros e equipamentos, elaboração de projeto, autorização do IBAMA e plantio de roças fornecedoras de alimentos para o plantel, como mandioca, abóbora e frutas.

Alimentação do Tatu: O Que Eles Comem? Quais Frutas?

Criação

O tatu é um animal onívoro e pode também se alimentar de carnes, vísceras, carcaças em bom estado, inclusive pequenos animais vivos. Ração é mais uma opção de nutrição para a dieta variada do tatu. Como não há uma versão específica para os mamíferos, criadores têm oferecido as mesmas que são destinadas para cães. Deve-se suplementar a alimentação com uma fonte de cálcio, como farinha de ossos ou fosfato bi cálcico.

O tatu-peba (Euphractus sexcinctus) não é uma espécie classificada como em extinção ou ameaçada. No entanto, são capturados ou mortos por agricultores em razão da predileção do animal por brotos de milho. No Nordeste, também são caçados pela sua carne, considerada uma iguaria. A produção do tatu-peba para extração da carne pode ser autorizada pelo órgãos de controle e fiscalização.

Alimentação do Tatu: O Que Eles Comem? Quais Frutas?

Características

Os tatus existem em apenas metade do globo e em uma distribuição limitada quase que exclusivamente a América Latina. Apresentam uma característica couraça natural e vários tamanhos, é curioso observar em estado selvagem, o que os tatus comem para crescer e manter sua forma física incomum e como eles vão obter seu alimento na natureza.

Os tatus são mamíferos, únicos entre esta família de criaturas por ostentar suas conchas, que cobrem suas costas, cabeça, pernas e cauda. Devido à sua surpreendente variação no tamanho – desde o pichiciego-menor (Chlamyphorus truncatus)que cresce  apenas 5 cm. de comprimento, até o tatu-canastra (Priodontes maximus) que chegam a medir mais de um metro de comprimento – os hábitos alimentares de diferentes espécies de tatu variam consideravelmente.

Como os tatus têm pouco ou nenhum pelo para ajudar a regular a temperatura do corpo, eles tendem a esperar até a noite para se alimentar durante os verões quentes, mas procuram comida no meio do dia nos meses mais frios do inverno. Alguns tatus, no entanto, vivem em climas realmente frios; porque eles não podem armazenar gordura e têm baixas taxas metabólicas, temperaturas extremamente frias e prolongadas podem matar uma grande população de tatus.

Alimentação do Tatu: O Que Eles Comem? Quais Frutas?

Hábitos Alimentares

Embora os tatus prefiram comer carne quando podem obtê-la, os tatus são onívoros, o que significa que eles consomem uma mistura de carne, frutas e vegetais, dependendo do que estiver disponível. Eles estão intimamente relacionados com tamanduás e preguiças, mas é improvável que sejam confundidos com qualquer outro tipo de animal por um observador modestamente treinado.

O tatu é conhecido como papa-defunto em algumas regiões, em alusão à fama de que o tatu-peba devore cadáveres, talvez verdadeira, uma vez que o tatu-peba se alimenta de uma vasta gama de plantas e animais, inclusive carniça. Formigas, cupins e sapos podem frequentar seu cardápio, mas vegetais compõem 90% da sua dieta e incluem frutas, tubérculos e sementes.

Tatu-Peba E O Fruto Do Imbuzeiro
Tatu-Peba E O Fruto Do Imbuzeiro

Além disso, dietas de tatu incluem plantas e algumas frutas no verão. Eles preferem uvas, saw palmetto (frutos de um tipo de palmeira), greenbrier (salsaparrilha) e Carolina lauralcherry (cereja). Eles comem casca caída, embora talvez principalmente para os insetos que podem encontrar dentro dela. Há evidências de que as espécies comerão algumas frutas e vegetais, como bagas e raízes tenras no mofo das folhas, assim como vermes e pupas em carniça. Comem todos os tipos de vegetais, como grãos, folhagens, legumes e frutas.

Veja também

Reprodução da Irara: Filhotes e Período de Gestação

Irará (lat.Eira barbara) – é um animal que parece estar quase sempre em busca de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *