Home / Animais / Alimentação do Furão: o que Eles Comem?

Alimentação do Furão: o que Eles Comem?

O furão se tornou um animal muito popular entre as pessoas, sobretudo aquelas que querem ter pets exóticos, e que fogem do tradicional “cachorro ou gato”. Mas, para que você consiga cuidar desse animalzinho com todo o apreço, é importante descobrir o que eles comem e quais são as suas preferências alimentares.

Antes de tudo é crucial pesquisar um pouco a respeito da espécie, e conhecer seus hábitos e ficar um pouco mais familiarizado com o comportamento. O furão é um animal domesticável, mas que também possui algumas características bem diferentes das de outros animais que são mais comumente adotados como pets.

Mas, diferentemente do que muitas pessoas pensam, ele é muito fácil de ser cuidado. Além de ter uma atenção extra com a alimentação adequada do bichinho, você só precisa oferecer a ele uma gaiola própria.

Também conhecido como “Ferret”, o furão pode realmente ser uma excelente companhia para adultos ou crianças, e é um animal divertido e muito atraente para quem quer um bichinho de estimação.

Do que se Alimentam os Furões?

Essa espécie é mamífera e carnívora. Nos pet shops, você encontrará rações próprias para alimentação o furão. Elas são essencialmente ricas em proteína, elemento que é essencial para o bem-estar e para a saúde do animal.

As rações próprias para a espécie também são ricas em sais minerais e vitaminas. Um dos problemas enfrentados pelos donos é o valor elevado das rações. Mas, não tem como fugir disso: se você quer que o seu furão tenha saúde e viva bem, a ração própria é essencial.

• O furão e a carne:

Alimentação dos Furoes

Existem por aí conteúdos que afirmam que o furão pode ficar mais agressivo quando é alimentado com carne. Isso não é verdade! A realidade é que a carne é o ingrediente mais importante para a dieta deles.

Isso inclui vísceras, carne bovina, peixes e frango. Não se deve manter um furão sem que ele consuma quantidades elevadas de proteína animal! Portanto, se você pretende manter uma alimentação vegana com o seu bichinho de estimação, com certeza não deve pensar em um furão!

Grãos e Vegetais Podem Compor a Alimentação do Furão?

Outra coisa importantíssima de se falar a respeito dos hábitos alimentares do furão é que ele não deve consumir grãos e vegetais. Esses ingredientes não farão bem ao animal, e não trarão a ele os nutrientes essenciais.

• Intolerância a lacticínios:

Também devemos esclarecer que, apesar de ser uma espécie mamífera, depois do desmame, eles não conseguem digerir com facilidade os produtos compostos por leite.

Sendo assim, qualquer quantidade mínima de lacticínios, poderá trazer desconfortos, dores e diarreia ao seu bichinho. Com certeza você não quer isso, e não vale a pena correr o risco. Então, nada de leite.

A ração própria para a espécie com certeza é uma escolha assertiva, principalmente para quem não está habituado a criação de furoes. Como dissemos anteriormente, a ração pode ter um preço elevado, mas ela garantirá os níveis nutricionais essenciais para o animal.

Veja Outras Opções de Alimentação Além da Ração!

Hoje em dia é muito comum encontrar pessoas que criam os seus pets como se fossem filhos. E pensando nisso, não é de se espantar que algumas pessoas querem oferecer o que há de melhor – e mais saboroso! – para os bichinhos.

No caso do furão, existem, sim, alternativas além da ração comprada nas lojas especializadas em animais. Mas, é preciso ter atenção para que esses alimentos não contenham condimentos e temperos que podem fazer mal!

• Carnes:

Todas as carnes podem ser oferecidas ao furão – exceto aquelas provenientes do porco! Carne bovina, frango ou peixe podem ser dadas cruas ou levemente cozidas – mas sem nenhum tempero!

Coelho, cordeiro, vitela, peru, pato também são opções que podem agradar ao paladar do animal. O ideal é testar para descobrir qual delas o seu furão prefere, e variar de vez em quando pode ser interessante também.

No que diz respeito aos peixes, sardinha e salmão costumam ser as escolhas mais assertivas. Lembre-se que originalmente, os furões caçam as suas presas! Isso significa que eles podem digerir muito bem as entranhas, como coração, rins, língua ou fígado, além das vísceras que já citamos.

Cação, pescada, atum fresco e anchovas também são opções de carnes de peixe que podem compor o cardápio do seu melhor amigo, além de frutos do mar como o camarão. Evite apenas as edições enlatadas.

Como Garantir uma Alimentação Segura para o Furão?

É preciso entender que a carne crua pode vir carregada de bactérias e parasitas. Existem basicamente duas formas de “limpar” o alimento antes de oferecê-lo ao seu animal:

• Cozimento;

• Congelamento.

No caso do congelamento, a indicação é de que você mantenha as carnes frescas congeladas no freezer por pelo menos 14 dias antes de usá-las. isso será o suficiente para eliminar as bactérias.

Já o cozimento consegue fazer isso mediatamente, livrando a peça de carne de qualquer mal, e tornando-a segura para o consumo por parte do furão.

Dicas de Premiações – Descubra os Melhores Petiscos para os Furões!

Alguns tutores ficam preocupados com relação aos “petiscos”. Você pode, sim, presentear o seu furão com guloseimas durante o dia, desde que elas sejam essencialmente compostas por origem animal.

Nas lojas especializadas para pets você encontrará biscoitos e petiscos fabricados exclusivamente para a espécie, o que com certeza é uma boa ideia para quem quer fazer agrados ao furão.

• Alimentos proibidos:

Tão importante quanto saber exatamente o que o furão pode e gosta de comer é você se atentar com relação ao que deve ser completamente evitado na alimentação da espécie. Além de qualquer lacticínio, como já dissemos, você não deve oferecer:

• Chocolates: são extremamente tóxicos para os furões;

• Açúcar: o açúcar deve ser evitado ao máximo! A tendência é que o seu furão goste e até peça para provar doces, mas um tutor responsável precisa saber negar;

• Cebola: a cebola é extremamente prejudicial para esse animal. Não deixe ao alcance dele, pois pode fazer muito mal;

• Ração imprópria: rações feitas para cães, gatos ou qualquer outro animal não devem ser oferecidas ao furão. É muito mais seguro investir na alimentação adequada!

No mais, cuidar do seu furão não será nenhum mistério. Esse animal pode realmente ser muito agradável, além de ser uma espécie lindíssima, e ótima companhia.

Veja também

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote: Cuidados e Doenças

Os primeiros exemplares do Bull Terrier eram todos brancos e se originaram na Grã-Bretanha por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *