Home / Animais / Alimentação da Lagartixa: O Que Elas Comem?

Alimentação da Lagartixa: O Que Elas Comem?

Esse pequeno lagarto que fica preso na parede pode ser encontrado com muita frequência nos ambientes urbanos.  Conhecida como lagartixa, ela desperta medo em muitas pessoas, mas não apresenta nenhuma ameaça para os seres humanos. Confira o artigo e conheça um pouco mais sobre os hábitos alimentares e modo de vida das lagartixas

Como as Lagartixas se Alimentam

A lagartixa costuma se alimentar de insetos pequenos como, por exemplo, formigas, mosquitos, besouros e até mesmo lagartas. Boa parte das pragas domésticas podem ser devoradas pela lagartixa e por esse motivo ela pode ser uma excelente alternativa no combate de baratas, pernilongos e demais insetos.

Outro fato muito interessante sobre a alimentação das lagartixas é que algumas espécies podem chegar a sobreviver por muito meses hibernando e sem alimentação. Para conseguir esse feito elas utilizam as reservas depositadas em suas caudas, que ficam infladas como uma espécie de balão.

Hábitos das Lagartixas

O animal pertence à família das Gekkonidae que possuem indivíduos que possuem escamas pelo corpo. Os repteis são nativos do continente africano e preferem regiões mais quentes. Quando estão na natureza, os bichos costumam se abrigar nas árvores.

Você sabia que algumas lagartixas possuem a capacidade de se camuflarem, em uma situação parecida com os camaleões? Além disso, são capazes de realizar comunicação entre eles por meio de alguns sons. Uma característica muito impressionante, já que quase nenhum réptil possui essa habilidade.

Outro hábito curioso das lagartixas é que elas desprendem a sua cauda do corpo para distrair o inimigo. Em alguns dias, o animal desenvolve o crescimento de um novo rabo. Curioso, não é verdade? Já outras espécies utilizam fragmentos de pele para proteger o corpo.

Modo de Vida do Animal

Como se alimentam de insetos são importantíssimos para o controle biológico e auxiliam no equilíbrio do ecossistema. Um fato curioso que sempre desafiou estudioso é a capacidade que a lagartixa tem de ficar presa de forma firme nas paredes.

Depois de muitos estudos, foi comprovado que esses pequenos animais desafiam a lei da gravidade e podem ficar “grudados” nos tetos por conta da força entre as moléculas. Os estudiosos provaram que a lagartixa realiza uma interação de átomos com parede devida à estrutura que existe em suas patas (denominada de setas).

São essas setas que fazem a troca de elétrons com a parede e permitem que as lagartixas fiquem presa. Para se ter uma ideia de como e essa força é poderosa ela pode chegar a ser maior que pressão do ar e pode chegar a deixar alguns objetos tortos.

Esse estudo aprimorado das lagartixas proporcionou a criação de objetos baseados nessa sua força poderosa, como é o caso de adesivos e curativos.

Curiosidades Sobre as Lagartixas

Lagartixa Mostrando a Língua
Lagartixa Mostrando a Língua

Confira algumas curiosidades sobre esses animais:

  • Uma espécie chamada lagartixa leopardo recebe esse nome devido a presença de escamas muito diferenciadas e que lembra esse animal.
  • A lagartixa é capaz de realizar mimetismo, ou seja, se camuflar entre folhas. Outra forma de se proteger dos inimigos é que elas possuem a habilidade de permanecerem imóveis para não chamar ainda mais atenção.
  • Elas precisam de raios solares para se desenvolverem plenamente. Isso acontece porque o sangue das lagartixas é frio. Algumas delas possuem características específicas ao entrarem em contato com o sol.
  • A respiração dessa espécie é feita pelo pulmão, tal qual a de todos os répteis. O sistema digestivo dela também é bastante desenvolvida.
  • Como principais inimigos das lagartixas podemos citar: gatos, cobras e os seres humanos. Em algumas regiões do país elas são conhecidas como jacarezinhos de parede. Algumas espécies, inclusive, possuem a capacidade de voar. Inacreditável, não é?
  • Possuem hábitos noturnos e possuem uma visão incrível e muito superior à visão dos seres humanos.
  • Mesmo que habitem o planeta há milhões de anos, foi somente na década de 60 que estudiosos descobriram o motivo das lagartixas conseguirem se equilibrar nas paredes e no teto.
  • Quer criar um animal exótico e acha que a lagartixa é a melhor escolha? Alguns procedimentos são muito importantes para a manutenção da vida do animal. O primeiro dele é providenciar um aquário grande para que ela utilize -o como um viveiro. Não esqueça que o recipiente deve ter paredes grandes e uma tampa com pequenas aberturas para a entrada de ar para o animal. Elas podem viver sozinhas ou com mais companheiras. Lembre-se que dois indivíduos machos no mesmo local tendem a brigar, ok?

Reprodução do Animal

Elas são ovíparas e as fêmeas podem fazer a postura de até dois ovos. Elas escolhem locais como frestas e cascas de plantas para garantir que os ovos estejam seguros. Quando estão vivendo em ambientes urbanos, elas preferem colocar os ovos em frestas existentes nas paredes e em locais úmidos.

Depois de mais de oitenta dias os filhotes saem dos ovos e estão plenamente preparados para viver sozinhos. A expectativa de vida desse animal pode chegar aos oito anos.

Chegamos ao fim de mais um artigo. Caso você queria saber mais curiosidades sobre as lagartixas e demais répteis é só acompanhar cotidianamente as nossas atualizações aqui no Mundo Ecologia. O site traz sempre as melhores informações nos seguimentos de natureza, animais e plantas.

Que tal compartilhar esse texto nas suas redes sociais e com os seus amigos? Ficaremos muito felizes e aproveitamos para convidar você a deixar um comentário, sugestão ou dúvida no espaço reservado. Esperamos te encontrar mais vezes por aqui! Até a próxima!

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *