Home / Animais / Alimentação Da Borboleta: O Que Elas Comem?

Alimentação Da Borboleta: O Que Elas Comem?

Já parou pra pensar no que as borboletas “comem”? Esses insetos, tão bonitos e presentes em diversos lugares, deixam qualquer paisagem mais atraente, mas além de sua beleza natural, a sua alimentação é uma parte curiosa da vida delas, e que, inclusive, acaba sendo importante para o meio ambiente como um todo. Vamos entender mais sobre isso a seguir.

Um Tipo De Alimentação Para Cada Estágio De Vida

O que precisamos entender quando falamos a respeito do que as borboletas comem é que elas só precisam se alimentar em apenas duas das quatro fases de sua vida. As fases da existência dela são as seguintes: ovo, larva (ou lagarta), pupa (ou crisálida) e, finalmente, borboleta adulta. E esse inseto só vai precisar comer quando estiver na forma de lagarta e quando for uma borboleta propriamente dita.

No estágio de larva, a borboleta come, preferencialmente, as plantas hospedeiras onde nasceram. As folhas desses vegetais permitem que a lagarta cresça e ganhe nutrientes necessários para atingir a próxima fase de sua vida. Nessa forma, elas fazem uso de pequenas mandíbulas para mastigar as plantas, em um trabalho que pode durar dias e dias de maneira ininterrupta. O ganho de peso de uma lagarta nesse momento é impressionante, e vai ser muito útil para quando ela precisar passar pela próxima metamorfose, quando ficar na forma de crisálida.

Quando as borboletas adultas finalmente emergem das crisálidas, a alimentação delas passa a ser de líquidos e não mais de filhas sólidas das plantas. Para essa finalidade, elas possuem um tubo, que mais parece uma tromba, sendo longo e estreito, localizado na região da boca. Essa tromba funciona como espécie de “canudo”, e assim esses insetos conseguem sugar o néctar das plantas, que é o seu único alimento na fase adulta de suas vidas.

O néctar, por sua vez, é um alimento importantíssimo para o restante do desenvolvimento das borboletas, pois além de ser composto de água e de açúcar, esse componente encontrado nas plantas também fornece nutrientes bem importantes, como aminoácidos, proteínas, e algumas vitaminas. Lembrando ainda que algumas espécies de borboletas também se alimentam de lama, esterco de vaca, e até mesmo da seiva das árvores.

Alimentação Das Borboletas: Importância Na Natureza

Interessante notar a disparidade na alimentação das lagartas e das borboletas adultas no sentido de importância ecológica. Enquanto que as primeiras, em muitos casos, podem ser vistas como “pragas”, alimentando-se desenfreadamente de plantas, e podem destruir muitas delas devido ao seu apetite, com as borboletas, é diferente, pois os seu cardápio à base de néctar é importantíssimo para a polinização das próprias plantas.

Esse trabalho de polinização, inclusive, é feito pelas borboletas sem que elas percebam (da mesma forma que acontece com as abelhas). Isso porque quando elas pousam em qualquer plantas para sugar o seu néctar, ela, indiretamente, entra em contato com o pólen da flor, que pode ficar grudado nas patas ou mesmo nas asas desses insetos. Só lembrando que ´pólen é justamente a célula reprodutiva das flores. E, quando as borboletas vão se alimentar em outra planta, levam o pólen “coletado” anteriormente, acontecendo a polinização.

Alimentação Das Borboletas
Alimentação Das Borboletas

É preciso ressaltar que mais de 218.000 das mais de 250.000 espécies de plantas que possuem flor dependem diretamente de animais polinizadores para poderem sobreviver. Nesse caso, além das borboletas, as abelhas e os beija-flores também desempenham esse papel.

Algumas Curiosidades a Mais

Além de lama, esterco de vaca e seiva de plantas, as borboletas ainda têm outros hábitos peculiares em termos de alimentação. Por exemplo, algumas outras tantas espécies podem ter em seu cardápio suor e lágimas de outros animais. Ainda não se sabe exatamente o motivo delas se alimentarem disso, mas, alguns cientistas acreditam que são as borboletas machos que gostam de beber o suor e as lágrimas de alguns animais, devido à sua necessidade de sódio, em especial, para uma fecundação de maior sucesso.

Outro alimento bem “diferenciado” que algumas outras espécies de borboletas gostam é a urina de alguns seres. Existem até mesmo alguns tipos que fazem a ingestão de seus próprios excrementos com o objetivo de suprir suas necessidades diárias de minerais. Já quando encontram a urina de outro animal, elas pousam, soltam um líquido de dentro delas, e depois bebem o “suco” que se tornou uma mistura nutritiva de minerais.

Borboleta na Lama
Borboleta na Lama

E, como se não bastasse tudo isso, algumas espécies ainda gostam de carne em decomposição. Contudo, para a apreciação desse inseto, a carne não pode estar seca, já que as borboletas não possuem dentes, e por isso, não poderiam mastigar um alimento mais duro.

E, Quais Animais Se Alimentam Das Borboletas?

Assim como em todo ciclo de um ecossistema, as borboletas se alimentam de alguns elementos encontrados na natureza, e também servem de alimento a outros animais. Entre os principais predadores desses insetos, podemos citar as vespas, as as formigas, algumas espécies de pássaros e macacos, além de ratos e lagartos. Sapos e aranhas, frequentemente, estão colocando as borboletas em seu cardápio. E, só lembrando que muitos desses predadores também se alimentam dos ovos das borboletas e de lagartas também.

Por conta disso, muitas espécies desenvolveram, ao longo de sua história evolutiva, algumas defesas muito úteis contra esses predadores. Um bom exemplo disso é que algumas borboletas possuem cores diferenciadas em suas asas que servem como camuflagem no ambiente em que vivem.

Alimento Das Borboletas
Alimento Das Borboletas

Já outras desenvolveram um organismo que faz com que o seu gosto seja completamente desagradável ao paladar de seus predadores, o que acaba inibindo o ataque de alguns. Isso sem contar que algumas outras espécies passaram a se alimentar de plantas venenosas enquanto são lagartas, fazendo que com elas próprias ficassem venenosas, e, por isso mesmo, viraram uma comida completamente indesejada.

Porém, além desses predadores naturais, o maior perigo que as borboletas enfrentam hoje em dia é, sem dúvida, a destruição de seus habitats naturais, o que vem fazendo com que algumas espécies fiquem à beira da extinção. Inclusive, para saber se determinado nicho natural está ou não saudável é só observar se nele existem muitas borboletas. Se sim, aquele ambiente está em perfeita ordem.

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *