Home / Animais / Akita Inu Cores E Tipos: Branco, Tigrado, Sesame, Fulvo-Vermelho Com Fotos

Akita Inu Cores E Tipos: Branco, Tigrado, Sesame, Fulvo-Vermelho Com Fotos

Algumas raças de cachorros são bastante interessantes no que diz respeito à variedade, como o caso do akita inu. São cães com cores muito bonitas e peculiares, e que merecem um texto só pra eles. Bem, aqui segue, então.

Informações Básicas a Respeito Do Akita Inu

Também chamado de akita japonês, essa raça de cachorro é proveniente (obviamente) do Japão. Não se sabe ao certo quando surgiram, porém, antigamente começaram sendo criados pelos pessoas para serem cães de briga, e se chamavam Odate. Hoje em dia, a rinha de cães é proibida, e ele é considerado um “tesouro nacional” por lá. Além disso, tornou-se um objeto de verdade veneração, pois se diz que ele é símbolo de boa sorte, saúde e prosperidade.

Sendo um cão de grande porte, o akita inu possui uma cabeça grande e peluda, tendo um corpo bem forte musculoso. Interessante notar que tanto os seus olhos como as suas orelhas perecem ter formas triangulares. Já o peito é profundo e a calda desliza acima do seu dorso.

Em se tratando de cores, o akita inu pode ser branco, vermelho ou tigrado. Uma característica bem comum a esses cães é que eles possuem duas camadas de pelo bastante esponjoso e volumoso. A pelagem, em geral, é lisa, dura e reta. Já o pelo que fica por baixo (o chamado subpelo) é mais macio, oleoso e denso

Podem medir até quase 70 cm de comprimento, com um peso de mais ou menos uns 50 kg.

Os Tipos De Akita

Na verdade, dentro da raça do akita inu não existem tipos específicos de cachorros, mas, entre a família dos akitas, há dois tipos bem distintos: o inu e o americano. O primeiro é uma raça bem mais leve e menor, enquanto que o americano é mais forte e pesado.

Porém, as maiores diferenciações entre um e outro são as cores, mesmo. Para a raça inu, são consideradas apenas três cores, que são o branco, o vermelho e o tigrado, com variações como sesame (vermelho com pontas pretas) e fulvo-vermelho. Neste último, ainda podemos ter o tigrado branco e o tigrado vermelho.

O akita americano, por sua vez, apresenta uma diversidade maior de cores e combinações, tendo uma espécie de “máscara” negra na face, ou uma que seja branca, localizada na testa.

Existe uma diferença mínima que é um desenho em sua cabeça, com o inu tendo orelhas menores, o que acaba formando um triângulo nessa parte do corpo. E, o americano possui orelhas bem maiores, como as dos pastores alemães, por exemplo.

Como Surgiram Dos Tipos Distintos De Akita?

Durante a metade do século XX, a raça do akita inu esteve gravemente ameaçada de extinção. Pra piorar, durante a 2ª Guerra Mundial o Japão passava por uma racionalização severa de alimentos, o que só fez contribuir para a diminuição de várias espécies de animais domésticos, entre eles, o akita inu, obviamente. Infelizmente, muitos desses cães morriam de inanição, e o próprio governo ordenava a morte deles com o intuito de se evitar a propagação de doenças.

Em um ambiente assim, pouquíssimos exemplares do akita inu restaram, e muitos foram soltos por seus donos nos bosques da região, para evitar que fossem mortos, ou que morrerem de fome.
No entanto, no pós-guerra, muitos soldados americanos aproveitaram para levar muitos cachorros dessa raça para os EUA, e foi lá que se desenvolveu uma nova raça de akita, ficando, assim, dois tipos desses cães no mundo.

Bom salientar que fora do Japão, atualmente, a criação de akitas é feita de qualquer forma, enquanto que no Japão os criadores precisam seguir regras muito bem regulamentadas pelas autoridades, já que, esse raça é protegida por lei, até mesmo porque (e como já falamos antes) ela é um dos símbolos nacionais daquele país.

Independente Do Tipo, Como É Conviver Com Um Akita Inu?

O comportamento dos akitas em geral, especialmente do inu, é uma característica bem marcante desse animal. Trata-se de um cão, por exemplo, que consegue se dar muito bem com crianças. No entanto, eles podem estranhar pessoas que não conhece ou até mesmo crianças que sejam muito barulhentas. Também pode não se dar bem com outros animais, especialmente cães de outras raças.

Fora isso, são animais bastante inteligentes e sensíveis, podendo servir como ótimos cães de guarda. Podendo ser facilmente treinado e adestrado, o akita inu, por sua vez, apresenta uma personalidade bem forte. Isso quer dizer que o proprietário dele precisa ser dedicado para treinar uma socialização adequada do seu cachorro.

Além dessa questão, é uma raça que necessita de atividades físicas diárias (uma bela caminhada faz toda a diferença).

Algumas Curiosidades Obre O Akita Inu

No século XVII, essa raça era considerada um símbolo de status social. Pra se ter uma ideia, somente a aristocracia japonesa detinha esse tipo de cão em suas propriedades. E, é claro que esses animais viviam estilos de vida bem luxuosos e extravagantes. Quanto mais adornado o akita inu fosse, mas isso demonstrava a posição social do seu dono.

Mesmo que no Japão as chamadas rinhas de cães sejam proibidas, elas ainda acontecem em algumas localidades. Logo no começo do século XX, vários akitas foram cruzados com outras raças (como o São Bernardo), com o intuito de se aumentar a massa muscular do animal. No entanto, os cães nessas rinhas não lutam até a morte. Antes que isso aconteça, a briga é interrompida, porém, não deixa de ser uma crueldade de todo jeito.

Antiga Rinha de Akita Inu no Japão
Antiga Rinha de Akita Inu no Japão

Essa é uma raça que possui alguns hábitos bem peculiares. Um deles é puxar o braço das pessoas que mais gosta. Trata-se de um cão que também gosta de carrega objetos na boca, o que pode ser uma ótima tática para treinar o animal. Esse comportamento de carregar coisas na boca, inclusive, pode ser um indício de que ele quer, na realidade, passear.

Por fim, podemos dizer que se tem um alimento que esse cachorro não pode comer de jeito nenhum é a cebola. Estudos indicaram que akitas inus que ingeriram cebola começaram a apresentar modificações em suas hemoglobinas, e essa situação tende a causar, a longo prazo, quadros severos de anemia.

Veja também

Reprodução da Chinchila, Filhotes e Tempo de Gestação

As chinchilas constituem várias espécies de roedores comuns à mesma família taxonômica, a qual é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *