Home / Plantas / Tipos de Frutos Biologia

Tipos de Frutos Biologia

Chamamos de frutos a estrutura carnosa das plantas angiospermas que se desenvolvem a partir do ovário, seguido da fecundação. Um fruto corresponde ao ovário da flor que possui sementes maduras. Como tudo na natureza tem sua função, o fruto não foge à regra.

As funções do fruto são:

  • Proteger a semente que está em desenvolvimento;
  • Muitas vezes, presta auxílio na dispersão das sementes;
  • Propagação e, consequentemente, a perpetuação da espécie.

Quando o fruto protege a semente, ele está atuando como um envoltório das sementes, isto, quando o fruto as possui, pois alguns frutos existentes não possuem sementes.

Aos frutos que não possuem sementes chamamos de frutos partenocárpicos, ou seja, neste tipo de fruta não ocorre a fecundação. A banana é um exemplo de fruto partenocárpico.

Partes do Fruto

Partes do Fruto
Partes do Fruto

Duas partes são fundamentais para constituir o fruto: o pericarpo (que é o fruto) e a semente, sendo que ambos derivam da flor.

O pericarpo tem origem na parede do ovário e é constituído por três camadas, a saber: edicarpo, mesocarpo e endocarpo. Para uma melhor explanação, vamos aos significados dessas três partes do pericarpo:

  • Edicarpo: parte externa do fruto, ou seja, é a sua casca.
  • Mesocarpo: parte intermediária, ou a mais desenvolvida, que pode ser comestível.
  • Endocarpo: parte que reveste a cavidade do fruto. Ela é difícil de ser identificada e também de ser separada, pois é uma estrutura muito fina.

Classificação dos Frutos

Classificação dos Frutos
Classificação dos Frutos

Através das características muito variadas, os frutos podem ser classificados da seguinte maneira:

  • Desenvolvimento do ovário

Com relação desenvolvimento do ovário, os frutos podem ser classificados em simples, agregados e múltiplos.

Frutos Simples

São simples os frutos que tiverem origem de apenas um ovário e uma única flor. Podemos citar como exemplos desses frutos, o tomate e a cereja e, também, que os frutos simples podem ser secos ou carnosos.

Frutos Secos

Quando os frutos possuem pericarpo pobre em água, damos a eles o nome de frutos secos, e ainda, que as substâncias nutritivas estão concentradas na semente. Nos tipos de frutos secos, a classificação está de acordo com a abertura do pericarpo, como os seguintes:

  • Frutos deiscentes: o pericarpo se abre durante o amadurecimento, como a castanha.
  • Frutos indeiscentes: o pericarpo não se abre naturalmente, como a laranja.
  • Frutos Carnosos

Os frutos carnosos possuem pericarpo rico em água e substâncias nutritivas e são classificados em:

  • Baga: são os frutos que possuem várias sementes que são facilmente separadas do fruto, como a goiaba, mamão e melão.
Romã
Romã
  • Drupa: são os frutos que possuem sementes envolvidas por endocarpo duro, aqueles que dizemos que possuem caroço, tais como a azeitona, o abacate e a ameixa.
  • Frutos Agregados
Morando Fruta Agregada
Morando Fruta Agregada

Chamamos de frutos agregados os que têm sua origem em uma flor com muitos ovários separados. São aqueles já citados e que chamamos de frutos apocárpicos, como a magnólia.

  • Frutos Múltiplos ou Infrutescência

Os frutos múltiplos se desenvolvem de inflorescências, nas quais os muitos ovários fundem-se e formam uma estrutura única, tais como: figo, abacaxi e amora.

Amora
Amora

Número de Sementes

  • Frutos Monospérmicos: são os que apresentam uma única semente, como o abacate.
  • Frutos Polispérmicos: são os que possuem mais de uma semente, como a laranja.
Laranja
Laranja

 

Crescimento do Fruto

Apenas nas plantas angiospermas os frutos crescem, pois são os vegetais desenvolvidos. Eles surgem após a polinização e fecundação da oosfera (célula sexual feminina). Que quando estimulados por hormônios vegetais que são liberados pelo embrião contido na semente, provoca uma hipertrofia no ovário convertendo-o em fruto.

No período de amadurecimento, os frutos adquirem cores, aromas e sabores chamando a atenção dos animais. Esta é uma das várias estratégias da natureza, quer dizer, se utilizarem dos animais para dispersar as sementes. Após ingerir o fruto, os animais soltam as sementes longe da planta, permitindo que cresça em outros locais.

Composição do Fruto

  • Frutos simples: são frutos originários do desenvolvimento do pedúnculo ou do receptáculo de uma única flor. Como: Limão, pêra, mamão, maçã e maracujá.
  • Frutos compostossão frutos originários do desenvolvimento do receptáculo de uma única flor, porém com muitos ovários. Caso do morango.
  • Frutos múltiplos ou infrutescências: particularmente neste caso estes frutos têm origem a partir do desenvolvimento de ovários de muitas flores de uma mesma inflorescência, e crescem juntos, no caso: os figo, amora e abacaxi.

Observação:

Existem alguns fatores que provocam confusão na hora de classificar certos alimentos, por isso, a biologia se mostra muito eficiente nesses momentos. Estivemos durante esse curto tempo falando acerca de FRUTOS, porém algumas palavras nos veem a mente.

Qual ou quais são as diferenças entre fruto, fruta e pseudofruto? E ainda, quais são os chamados pseudofrutos?

Bem, apenas para esclarecer, pois ainda falaremos sobre os assuntos citados em outro momento. Portanto, daremos apenas uma explicação superficial, porém, suficiente para o momento.

O fruto é o resultado do desenvolvimento do ovário da flor.

A fruta é o termo popular empregado para frutos e pseudofrutos comestíveis e de sabor adocicado.

O pseudofruto é qualquer estrutura que se assemelhe a um fruto, mas que não seja formada pelo amadurecimento do ovário e sim de outras estruturas da flor como o pedicelo e receptáculo.

Veja também

Cravo do Maranhão

Plantas em Extinção na Caatinga

Este grande cerrado no nordeste do Brasil fornece habitat para uma variedade de espécies de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *