Home / Plantas / Desinfecção de Mudas de Banana

Desinfecção de Mudas de Banana

A primeira dica dada por especialistas para quem irá iniciar um processo de desinfecção de mudas de banana, é garantir a sua procedência – se elas procedem de viveiros profissionais nesse ramo, se estes possuem boa avaliação dos seus clientes, se realmente atendem às suas necessidades, entre outras preocupações.

O ideal também é que esse bananal esteja relativamente próximo da lavoura, a fim de minimizar os transtornos resultantes do deslocamento das mudas.

Mas também é preciso atentar para a prática de alguns viveiristas de mesclar espécies de bananeiras ou mesmo cultivar no mesmo espaço espécies como mato, urtiga, tiririca, entre outras plantas que serão difíceis de separar das mudas.

As mudas também deverão ser robustas, vistosas, com uma estrutura similar a um cone e ter entre 0,70cm e 1,5m de comprimento.

Você também deverá atentar para o tipo de folhas das mudas (largas ou curtas), que poderão ser dos tipos chifre, chifrão ou chifrinho. Além de outros cuidados na hora do arranque dos seus rizomas, que pode comprometer, gravemente, a sua utilização para o plantio.

Uma bananeira comum é capaz de produzir entre 8 e 10 mudas. Mas, para tal, é preciso que ela tenha um porte esbelto e vigoroso, não pode ter uma idade muito avançada, deve estar fincada em um solo de boa qualidade, entre outros cuidados que garantam, no período de 1 ano, a produção de até 10 mudas (a maioria com boa qualidade).

Os grandes produtores já utilizam-se de técnicas modernas de cultivo, a fim de garantir que uma bananeira desenvolva todas as suas capacidades e produza gomos vegetativos com boa qualidade, por meio de vários métodos de propagação de cultivares, que incentivam a correta germinação dos primeiros gomos.

Agindo dessa forma, o produtor dará o primeiro passo para a correta realização da desinfecção das suas mudas de bananeira – mas desde que as tenha selecionado 2 semanas antes do plantio, e de acordo com as principais recomendações para esse tipo de empreitada.

O Preparo das Mudas de Banana para Desinfecção

Antes de realizar a desinfecção das mudas de banana é preciso atentar para o fato de que elas devem ser adquiridas pelo menos 2 semanas antes de iniciar o plantio.

É preciso, também, certificar-se de que o terreno onde elas serão plantadas não possui sombra ou sol em excesso, possui uma boa drenagem para a época das chuvas, é rico em matéria orgânica, argiloso e arenoso, levemente ondulado, está perto de mananciais ou reservas artificiais de água, entre outros detalhes, sem os quais os resultados poderão ser frustrantes.

Terreno de Plantação de Banana
Terreno de Plantação de Banana

Os produtores mais experientes também chamam a atenção para o fato de que as bananeiras precisam de um espaço só delas, com pelo menos 5 ou 6m², pois, como se sabe, elas desenvolvem-se por meio de touceiras (com 4, 5 ou 6 bananeiras reunidas), o que as faz competir pelos nutrientes do solo e, como consequência, produzir cachos de má qualidade.

O próximo passo será a pesquisa de um viveiro ou bananal com boas avaliações de clientes (até mesmo pela internet), devidamente registrado e formalizado, que disponibilize mudas robustas e vistosas, sem necrose, má-formação ou qualquer outro tipo de praga em seus rizomas.

Já em seu estabelecimento, proceda à retirada de possíveis partes apodrecidas, restos do solo que ficaram aderidas nas mudas; observe também se elas contêm as famigeradas “galerias de brocas” (que são um convite para futuras manifestações de pragas), pedaços de “falsos caules” apodrecidos – procedimentos que deverão ser realizados com um facão ou mesmo com uma faca bastante afiada.

Caso o procedimento tenha sido feito corretamente, o resultado será a produção de rizomas com uma boa aparência e pesando entre 1 e 3kg – a depender das variedades de mudas escolhidas: chifrinho, chifrão, chifre ou adultas.

O Próximo Passo Para a Desinfecção das Mudas de Banana

Agora que a etapa, digamos, física da desinfecção das mudas de banana adquiridas já foi realizada, segue a chamada “desinfecção química”, para o objetivo de livrar as mudas de possíveis infestações de pragas e nematoides que porventura possam comprometer o desenvolvimento das plantas.

Esse procedimento poderá ser realizado por meio de uma mistura de hipoclorito de sódio (água sanitária) e água, por exemplo.

Praga da Bananeira
Praga da Bananeira

Nesse caso, os rizomas deverão ser mergulhados por 10 minutos em uma solução contendo água e hipoclorito de sódio na proporção de 4 litros de água para cada litro de hipoclorito de sódio. Mas também será possível utilizar uma solução industrial à base de nematicida, fungicida e inseticida, a 1%.

Logo após o procedimento, as mudas deverão ser acondicionadas em pé, ao abrigo do sol e da umidade, por um período entre 7 e 8 dias. – Esse é o processo de “secagem”, necessário para que não haja o apodrecimento dos rizomas, com consequente inviabilização do projeto de utilização das mudas para o plantio.

Resultados Alcançados

Enfim, o viveiro ou bananal para a aquisição das mudas de banana para desinfecção foi escolhido e elas foram limpas de resíduos e partes necrosadas.

Também foram esterilizadas por meio de um tratamento químico à base de hipoclorito de sódio ou de uma mistura de fungicida, inseticida e nematicida, e os rizomas tiveram que passar por um processo de secagem, a fim de diminuir a sua umidade e evitar, com isso, o apodrecimento das suas estruturas.

Mas é importante lembrar que esse processo foi realizado por meio da distribuição das mudas em pé, dentro de um local amplo, fechado e arejado, por volta de 8 dias, até que se pudesse considerá-las prontas para o plantio.

Plantio, esse, que deverá ser feito, inicialmente, no chamado “viveiro de mudas” – que são espaços divididos por canteiros entre 1 e 4m, distantes pelo menos 20 cm uns dos outros, e ainda devidamente enriquecidos com areia e compostagem na proporção de 75 e 25%, respectivamente.

Esses rizomas deverão germinar após 1 mês do plantio. E nessa germinação não deverão ser notados sinais de fungos, pragas ou nematoides; pois de um bom crescimento vegetativo depende a produção futura de cachos de bananas com qualidade.

Mas o recomendado é que se observe por mais um tempo o desenvolvimento dos rizomas – até uns 90 dias, por exemplo. Durante esse período, ainda poderão surgir pragas como o Cosmopolites sordidus (moleque-de-bananeira), a broca-do-pseudocaule, tripes-da-ferrugem-dos-frutos, entre outras doenças que poderão comprometer a sua produtividade.

E caso essas fases tenham sido ultrapassadas corretamente, será o sinal de que o processo de desinfecção das mudas de banana foi realizado com êxito, e só restará ao produtor atentar para as próximas etapas que deverão ser observadas para a produção efetiva de frutos fortes, vigorosos e com ótima qualidade.

Deixe o seu comentário sobre esse artigo. E aguarde as nossas próximas publicações.

Veja também

Como Plantar Cravos por Estaca

A Grande Mudança da Nossa Espécie Os seres humanos, conhecidos cientificamente como Homo sapiens, é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *