Home / Plantas / Deficiência de Fósforo na Bananeira

Deficiência de Fósforo na Bananeira

A bananeira é uma planta com grande predileção para climas tropicais e que foi perfeitamente inserida no nosso modelo agrícola. É um dos produtos mais consumidos, com produção tanto por sistemas de agricultura de subsistência, quanto pelo agronegócio.

As condições de luminosidade para este vegetal incluem ambientes com incidência de luz solar direta, ou à meia-luz. O solo precisa estar constantemente úmido, porem drenável. Um excelente aporte de matéria orgânica também é necessário.

Para o pleno crescimento e desenvolvimento da bananeira, a presença de alguns nutrientes no solo são essenciais. Carências de minerais como o Fósforo prejudicam a planta como um todo e, consequentemente os seus frutos.

Neste artigo, você vai conhecer um pouco mais sobre quais as consequências da deficiência de Fósforo na bananeira.

Venha conosco e boa leitura.

Minerais Essenciais Para o Desenvolvimento dos Vegetais

Nenhum vegetal se desenvolve de modo satisfatório se não houver disposição de minerais essenciais ao seu crescimento e desenvolvimento. Esses minerais são o Fósforo, Nitrogênio, Potássio, Cálcio, Magnésio, Enxofre, Boro, Ferro, Cloro, Manganésio, Zinco, Cobre, Molibdênio e Níquel.

Elementos não essenciais são aqueles que podem ser captados naturalmente através do ar e da água; a exemplo, do Carbono, Hidrogênio e Oxigênio.

Cacho de Banana Verde
Cacho de Banana Verde

Alguns minerais facilitam o crescimento de algumas espécies vegetais, no entanto, não são essenciais para que o ciclo de vida desses vegetais se complete (pois não agem diretamente sobre a planta). São eles a Sílica, Sódio, Cobalto e Selênio.

Entre os minerais essenciais à planta, existe a classificação entre macronutrientes e micronutrientes.

Os macronutrientes têm função estrutural e fazem parte da composição de moléculas essenciais. Eles são o Nitrogênio (N), Potássio (K), Cálcio (Ca), Magnésio (Mg), Fósforo (P) e Enxofre (S).

Por sua vez, os micronutrientes demandam uma quantidade menor de oferta. Eles têm função reguladora e fazem parte das enzimas. Nesta classificação entra o Cloro (Cl), Ferro (Fe), Boro (B), Manganês (Mn), Zinco (Zn), Cobre (Cu) e o Molibdênio (Mo).

O Nitrogênio é o nutriente mais facilmente absorvido pela planta, seguido pelo Potássio, e depois o Fósforo. A carência de Nitrogênio nas plantas reduz o crescimento das folhas e provoca clorose (amarelecimento) das mesmas. A carência do Potássio dá origem a folhas recurvadas e necróticas.

Deficiência de Fósforo na Bananeira: Conhecendo a Importância do Mineral

Nos seres humanos, o Fósforo atua no metabolismo dos glicídios e na contração muscular. Participa da composição da estrutura dos ossos, dentes, membranas celulares, inclusive do próprio código genético (DNA). Ativa enzimas responsáveis por manter o equilíbrio ácido-básico do organismo. Sua deficiência desencadeia fraqueza muscular, dor nos ossos e maior suscetibilidade às infecções.

Deficiência no Fósforo da Bananeira
Deficiência no Fósforo da Bananeira

Nas plantas, o Fósforo é de vital importância para garantir um bom crescimento e maturidade do vegetal. Ele auxilia nos processos de fotossíntese, respiração, armazenamento e transferência de energia, divisão e crescimento das células.

Estruturas importantes da planta também apresentam Fósforo em sua composição. Diversas reações químicas são catalisadas por este mineral. Dentro do processo de fotossíntese, o Fósforo atua especialmente na captura e conversão de energia do sol. Participa da composição de ligações entre as estruturas de RNA do vegetal.

É um componente importante na composição da molécula de ATP (Adenosina Trifosfato), responsável por armazenar energia proveniente da respiração celular e da fotossíntese.

Este mineral é essencial para proporcionar aspecto de saúde e vigor geral para a planta. Ele contribui para fatores como melhor desenvolvimento da raiz, maior resistência de estruturas como o talo e o caule, flores mais bem desenvolvidas (caso existam essas estruturas no vegetal), avanço na maturidade do vegetal, e maior resistência às infecções e pragas.

Pragas na Bananeira
Pragas na Bananeira

Nas plantas, o Fósforo é um mineral móvel. Quando se encontra em concentrações insuficientes, é translocado de tecidos antigos para áreas mais novas, preferencialmente para as áreas frutíferas.

O Fósforo já pode estar naturalmente presente no solo, devido à existência de matéria orgânica, como resíduos de plantas, esterco e tecidos microbianos.

Deficiência de Fósforo na Bananeira: Consequências

Quando uma bananeira está com deficiência na concentração de Fósforo, à primeira vista é notável que as folhas fiquem mais envelhecidas. A folha vai apresentar uma coloração azul-esverdeada ou amarelada. Caso não haja intervenção, essa coloração evolui para um marrom claro, caracterizando a necrose.

A intensidade da coloração pode variar conforme a espécie de bananeira.

Essa coloração azul-esverdeada também pode estar presente quando há excesso de Nitrogênio no solo, ou no adubo adicionado a ele.

Com a deficiência de Fósforo, o crescimento do caule também fica reduzido.

Uma outra característica é o atraso no tempo de maturidade da planta. Sem o Potássio não é possível que a bananeira produza frutos de qualidade, e que estes sejam viáveis à comercialização.

Deficiência de Fósforo na bananeira: Suplementação

Com a realização da análise química do solo, é possível identificar o quantitativo de cada nutriente. A partir desta análise, é realizada a suplementação de minerais na concentração específica.

Independentemente da identificação de quaisquer carências nutricionais, é necessário realizar a adubação orgânica da bananeira periodicamente. Esse adubo deve ser adicionado a uma cova, na forma de esterco de boi curtido (com a concentração de 10 a 15 litros por cova); ou esterco de galinha curtido (com a concentração de 3 a 5 litros por cova). Outra sugestão é a torta de mamona (para a qual é necessária a concentração de 2 a 3 litros por cova).

Plantação de Bananeira Bem Cuidada
Plantação de Bananeira Bem Cuidada

Para pequenos produtores, que atuam em regime de agricultura familiar e/ou subsistência, e que não tem condições de realizar adubação química do bananal, há uma outra alternativa. Cobrir o terreno com resíduos vegetais de outras bananeiras também aumenta o teor nutricional do solo, principalmente em relação ao Potássio e Cálcio.

No caso de grandes produtores, caso haja constatação de deficiência de Fósforo no solo, a quantidade total recomendada do mineral a ser reposto é de 40 a 120 quilos por hectare. Esse mineral deve ser colocado no interior da cova, e pode se aplicado nas apresentações comerciais de Fosfato Monoamônico (MAP), com concentração do Fósforo P2O5 a 48%; Superfosfato Simples, com P2O5 a 18%; Superfosfato Triplo, com P2O5 a 45%; Fosfato Diamônico (DAP), com P2O5 a 45%; e Fosfato Monoamônico (MAP), com P2O5 a 48%.

Naturalmente, sem a suplementação por adubo, o percentual de Fósforo presente no solo é baixo, principalmente em terrenos sobre os quais ocorreu a erosão, ou seja, a retirada da matéria orgânica por ação das chuvas.

Solos que apresentam concentração de Fósforo acima de 30 mg/ dm3 não precisam dessa adubação fosfatada.

Agora que você já sabe quais são as características da deficiência de Fósforo na bananeira e o que pode ser feito para reverter esse quadro, fique conosco e conheça os outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

*

REFERÊNCIAS

AGROLINK. Nutrientes. Disponível em: <https://www.agrolink.com.br/fertilizantes/nutrientes_361443.html>;

Nutrição de safras. Fósforo. Disponível em: <https://www.nutricaodesafras.com.br/fosforo#overview>;

Yara Brasil S.A. Deficiência de Fósforo-banana. Disponível em: <https://www.yarabrasil.com.br/nutricao-de-plantas/banana/deficiencias—banana/deficiencia-de-fosforo—banana/>.

Veja também

Como Plantar Cravos por Estaca

A Grande Mudança da Nossa Espécie Os seres humanos, conhecidos cientificamente como Homo sapiens, é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *