Home / Plantas / Como Plantar Samambaia no Xaxim?

Como Plantar Samambaia no Xaxim?

Qualquer pessoa que tenha um jardim em casa ou interesse em plantas sabe que a comercialização de xaxim (dicksonia sellowiana) é proibida. Hoje, o funcho só pode ser usado para fins comerciais quando obtido de culturas autorizadas e, mesmo assim, apenas para paisagismo, nunca como substrato.

O Que Houve Com o Xaxim

A espécie pteridófita (planta que não produz sementes e se multiplica por esporos ou brotos), nativa da Mata Atlântica brasileira, popularizou-se por seu caule poroso e fibroso, substrato natural perfeito para cultivar outras espécies de plantas, como orquídeas e bromélias. Durante muito tempo, o xaxim foi extraído para o apoio de samambaias no paisagismo, e esse uso descontrolado quase levou a espécie à extinção, até que uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente proibiu seu corte e exploração.

Uma planta de samambaiaçu leva 20 anos ou mais para chegar a meio metro, seu crescimento é lento. Infelizmente, a espécie não tem tido sua preservação protegida como deveria e, por isso, ainda é possível encontrá-la em estabelecimentos do ramo florístico sem a devida autorização. O governo facilita a venda ainda indiscriminada por não oferecer um trabalho de fiscalização eficiente.

Sugestão de Substituição

Xaxim de palmeira ou xaxim de fibra de côco também surpreendem pela grande absorção de água e nutrientes, bem como grande semelhança com a samambaiaçu original, especialmente o xaxim de palmeira. Enraízam bem outras plantas em seu escopo e são fabricações que contribuem com a ecologia. São totalmente ecológicos e, portanto, ideais como alternativa adequadas aos xaxins de samambaias antigos.

 Xaxim de Fibra de Côco
Xaxim de Fibra de Côco

A produção desses xaxins é livre de materiais tóxicos e quase não há impacto ao meio ambiente pois são reutilizados seus próprios resíduos orgânicos para a criação do substrato. Igual ao antigo, proporcionam um desenvolvimento de qualidade as plantas sem interferir no seu caráter natural. Conheça melhor essa alternativa e compartilhe para melhorar a vida no ecossistema em todo nosso planeta, disseminando amplamente uma cultura de preservação.

A composição desses xaxins também contribuem para a adesão das outras plantas às suas paredes, facilitando a absorção de nutrientes, sem atrapalhar no desenvolvimento adequado das mesmas. Plante suas samambaias nesses xaxins como fazia no xaxim antigo e verá que a facilidade e praticidade é incrivelmente semelhante.

Falando de Samambaia

Muitas pessoas pensam que samambaias são difíceis de cultivar, ou que só podem ser cultivadas em lugares úmidos e sombrios. Nenhuma dessas idéias é verdadeira. Uma das grandes vantagens das samambaias como plantas de jardim é que, em muitos casos, elas não exigem praticamente nenhum cuidado. Tanto que você verá samambaias cultivadas nas montanhas mais altas, nos desertos mais secos, nas paredes, no sol ou na sombra, ou mesmo no fundo das lagoas, na verdade, praticamente em qualquer lugar.

E há apenas algumas coisas para lembrar sobre como plantá-las. Em primeiro lugar, embora não seja possível dar sugestões sobre o plantio de cada tipo de samambaia individualmente, existem alguns pontos gerais que devem ser considerados.

Embora muitos dos tipos mais duros de samambaia toleram quase qualquer tipo de solo, em geral, a maioria das samambaias exige um solo de drenagem livre, se puderem obtê-lo. A razão é que as samambaias têm muitas raízes fibrosas finas, em vez de raízes de madeira, e estes acham muito mais fácil penetrar em um solo aberto e solto, que não é alagado, do que um denso ou muito úmido. Por isso, experimente o xaxim de palmeira ou o xaxim de fibra de côco para plantar suas samambaias.

Samambaia no Xaxim
Samambaia no Xaxim

Além disso, é melhor preparar o solo para as samambaias, misturando o solo com materiais como bolor, casca ralada, composto de jardim, estrume bem apodrecido (que inclui fezes de animais) e até cascalho ou areia em solos mais pesados. Evite o esterco fresco, pois as raízes finas das samambaias podem ser sensíveis a fertilizantes fortes e morrerão se fertilizadas demais até mesmo organicamente. No entanto, esta é uma das grandes vantagens do cultivo de samambaias. Pois, como não florescem nem produzem sementes, têm necessidades muito pequenas de alimento, luz, etc. e podem sobreviver em alguns lugares muito difíceis.

Como e Quando Plantar

É melhor não pensar em samambaias no outono ou no inverno. Isto é principalmente devido àquelas raízes finas novamente, que não têm grandes reservas de força e podem, portanto, facilmente sofrer danos através de frio, seca, encharcamento ou corte dos pontos de crescimento, no inverno, para que eles não sejam capazes de iniciar trabalho ou crescimento novamente na primavera, apenas quando a planta mais precisa deles. O melhor tempo de plantio de samambaias é durante a estação de crescimento, na primavera.

Plante profundamente para evitar o balanço, mas não coloque o solo no centro da coroa, pois a coroa pode apodrecer se for coberta. Assegure-se de que o solo esteja próximo da raiz e, se necessário, retire as raízes um pouco, mas não firme o solo tão forte como se estivesse plantando arbustos. Depois de plantar bem, regar uma ou duas vezes por semana durante o resto da primeira estação de crescimento, se não houver chuva, pare no outono para evitar o encharcamento no inverno. Uma vez estabelecidas, as samambaias não precisam de rega, excepto em secas muito severas.

Cuidando de Samambaia
Cuidando de Samambaia

Quase todas as samambaias irão apreciar sombras muito pesadas, especialmente quando comparadas com outras plantas de jardim. Embora naturalmente não cresçam na escuridão completa, vale a pena tentar alguns cantos escuros dos jardins apenas para experimentar. Evite colocar em lugares onde onde as samambaias possam enfrentar ventos fortes, pois elas podem morrer, torricando ou desprendendo da raiz. Se mora em locais de ventanias, há espécies mais curtas de samambaia, alpinas e espelhadas, que são mais tolerantes até aos ventos mais fortes. É melhor, no entanto, evitar plantar qualquer samambaia diretamente no topo das raízes das árvores, e se você plantar em florestas maduras, então é uma boa idéia fazer um grande buraco e preenchê-lo com materiais soltos, a fim de dar as samambaias meios de enraizar, antes de competirem com as raízes estabelecidas.

Precisa de Manutenção?

Esta é uma boa pergunta. As samambaias precisam de pouca manutenção, de fato, podemos dividir a manutenção em três grupos.

1. Para o jardineiro realmente preguiçoso. Se você plantar os tipos maiores de samambaia ou qualquer um dos fetos menores listados nos catálogos de livros como “resistentes” ou “fáceis”. Então, elas provavelmente ficarão felizes em viver e aumentar de tamanho lentamente, sem ultrapassar o espaço por muitos anos ou décadas, sem nenhum cuidado.

2. Para o jardineiro um pouco zeloso. Você pode querer arrumar qualquer folhagem morta ou desarrumada na primavera, por exemplo, se desejar, mas não faça isso antes, pois as velhas folhas mortas protegerão as raízes e o solo abaixo.

3. Para o verdadeiro entusiasta em jardinagem. Samambaias realmente gostam de uma cobertura de vez em quando, idealmente em cima da terra e novamente na primavera. Você pode usar qualquer coisa, exceto o adubo forte, ou seja, bolor, adubo de jardim, casca de compostagem e até cascalho. Elas não precisam de muito fertilizante, nem geralmente precisam ser divididos, embora você possa tentar revigorar uma moita realmente velha, se desejar. Basta dividi-lo com dois garfos e replantar na primavera, se você realmente insiste em fazê-lo.

Veja também

Lindo Cravo Vermelho Gigante

Mudas de Cravos Gigantes

Essas variedades de cravos são consideradas as flores símbolos de vários países como Eslovênia, Mônaco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *