Home / Plantas / Brócolis Nome Científico

Brócolis Nome Científico

O brócolis pode ter sido a desgraça de muitas infâncias, mas agora sabemos que essa verdura só fica intragável quando não se armazena direito e também quando não se prepara adequadamente. O brócolis na verdade pode ser suavemente doce e muito gostoso quando levemente cozido no vapor, assado, frito ou até mesmo mastigado cru. Existem centenas de maneiras de usar o brócolis na cozinha, e muitas outras razões para torná-lo uma parte regular da culinária cotidiana, pois seu valor nutritivo é grande e muito benéfico.

Origem e História do Brócolis

O brócolis é uma planta verde da família Brassicaceae, a mesma família da couve flor e do repolho. Sua inflorescência, caule e folhas são comestíveis. A palavra brócolis vem do plural italiano de brócolis , que significa “a crista florida de um repolho “, e é a forma diminuta do brocco , que significa “unha pequena” ou “broto”. Brócolis tem grandes cabeças de flores , geralmente de cor verde, dispostas em uma estrutura de árvore ramificando-se de um caule espesso e comestível . A massa de flores é cercada por folhas de variadas colorações e tamanhos dependendo da espécie. O brócolis é um resultado da criação cuidadosa de culturas de Brassica cultivadas no norte do Mediterrâneo, começando por volta do século 6 AC. Desde a época do Império Romano , o brócolis tem sido considerado um alimento excepcionalmente valioso entre os italianos. Foi trazido para a Inglaterra a partir de Antuérpia em meados do século XVIII e foi introduzido pela primeira vez nos Estados Unidos por imigrantes italianos do sul, mas não se tornou amplamente popular até a década de 1920. No Brasil, o brócolis foi introduzido provavelmente através dos Estados Unidos.

Brócolis Calabresa
Brócolis Calabresa

Outras Informações a Considerar

Outros grupos cultivados de Brassica oleracea incluem o repolho, couve – flor, e brócolis romanesco, couve e couve, couve-rábano, couve de bruxelas e kai-lan. Rapini, às vezes chamado de raab entre outros nomes, forma cabeças semelhantes, mas menores, e é na verdade um tipo de nabo. O Broccolini é um cruzamento entre o brócolis calabresa e o kai-lan. Beneforté é uma variedade de brócolis contendo 2 a 3 vezes mais glucoraphanina que foi produzido cruzando brócolis com uma variedade brassica selvagem , a Brassica oleracea var villosa.

O amargor percebido no brócolis, varia de espécie para espécie, mas os fundamentos funcionais dessa variação não são conhecidos. Algumas pesquisas relatam que o gene TAS2R38 pode ser responsável pela percepção do sabor amargo no brócolis. Outros fatores, como isotiocianatos e polifenóis , também estão provavelmente envolvidos na percepção da amargura. Esse gosto amargo pode ser minimizado ao se realizar adequadamente a colheita, o armazenamento e o cozimento do brócolis.

O Cultivo e a Colheita do Brócolis

Brócolis é uma safra de clima frio. Cresce melhor quando cultivado em uma temperatura média diária entre 18 e 23 ° C. Quando o aglomerado de flores, também conhecido como “cabeça” de brócolis, aparece no centro da planta, o aglomerado é verde em geral. Deve-se cortar a cabeça a cerca de um centímetro da ponta. Brócolis deve ser colhido antes que as flores na cabeça floresçam. Embora a variedade de brócolis tenha um desempenho ruim no tempo quente, principalmente devido à infestação de insetos, existe variedade da espécie mais resistente, embora deva ser dada atenção a insetos sugadores. A pulverização do bacillus thuringiensis pode controlar os ataques desses insetos, enquanto um vaso de citronela pode afastá-los. Principalmente introduzida por acidente na América do Norte, Austrália e Nova Zelândia, as larvas de Pieris rapae , a pequena borboleta branca, são uma praga comum no brócolis.

Aqui no Brasil, por ser um país de regiões tropicais, o cultivo do brócolis tende a ser mais complicado justo por causa da proliferação de pragas. Por isso a preferência é maior no cultivo do brócolis ramoso ao invés do híbrido e, mesmo assim, cuidados através de meios biológicos são necessários. Esse tipo de brócolis no Brasil leva cerca de 150 dias para uma colheita mas tende a ser bienal, diferente do brócolis híbrido anual.

O brócolis é uma cultura de estação fria mas pode ser cultivada na primavera ou no outono. De fato, você pode conseguir uma colheita contínua durante as duas estações, se você plantar corretamente. Ela prospera melhor em um clima frio e úmido. Não tolera temperaturas muito altas, pois produz brotos de baixa qualidade. A temperatura ideal para crescer é entre 17 e 23ºC. A temperatura abaixo do ideal durante o tempo de crescimento atrasa a maturidade e pequenos brotos podem ser formados. Pode ser cultivado em uma ampla variedade de solos desde que sejam ricos em nutrientes, tenham umidade adequada do solo e possuam boa drenagem. O solo deve conter muita matéria orgânica. Deve ser cuidadosamente preparado para que fique solto, friável e retentivo de umidade. Use os herbicidas recomendados para a couve-flor. Sua exigência de irrigação também é semelhante à da couve-flor.

Para o brócolis do tipo ramoso, a colheita costuma ocorrer em média depois de 90 dias após a semeadura. Produz uma sequência de colheitas durante três meses com uma semana de intervalo. Dependendo das condições climáticas esses ciclos terão variações. Para o brócolis híbrido, a colheita costuma ocorrer em média depois de 100 a até 150 dias após a semeadura. Corta-se a base da cabeça principal na base da primeira folha quando a inflorescência encontra-se em seu estágio compacto, boa granulação e tamanhos médios entre 12 e 15 cm. Pode aproveitar também a colheita de suas laterais, geralmente com brotos menores mais muito aproveitáveis. Vale ressaltar que o valor dessa colheita está intimamente relacionada com as condições climáticas durante todo o processo de cultivo, bem como a manutenção da lavoura em todos os estágios.

O Benefício a Saúde

O brócolis é uma planta quase toda comestível, na maioria das espécies. Flor, caule, folhas tem cada um seu valor nutritivo e benéfico a saúde. O consumo do brócolis usualmente é feito cru em saladas ou cozido. Sua composição nutricional inclui fibras, água, vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina C, cobre, magnésio, manganês, zinco, potássio, sódio, cálcio, ferro e fósforo. Também contém substâncias conhecidas como glucosinolatos, com propriedades anticancerígenas. Suas composições minerais e antioxidantes podem erradicar a bactéria responsável pela gastrite, se consumir brócolis novos com constância.

Veja também

Como Plantar Cravos por Estaca

A Grande Mudança da Nossa Espécie Os seres humanos, conhecidos cientificamente como Homo sapiens, é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *