Home / Natureza / Frutos Secos

Frutos Secos

As variedades de frutos existentes participam de ramificações complexas que exigem muita atenção para que se haja uma compreensão nítida dos termos aplicados através de seus estudos no intuito de catalogar e classificar qualquer resquício possível referente ao assunto. Além do conhecimento prático, o conhecimento empírico também influencia na dispersão de termos coloquiais, além dos técnicos, definidos pela botânica. Se a intenção for aprender tudo sobre os frutos e sobre a natureza em geral, este é o local certo para se obter todas as informações necessárias.

Características de um Fruto Seco

Os frutos secos são frutos caracterizados por serem consumidos como sementes (também chamadas de sementes oleaginosas) e por possuírem quantidades plausíveis de vitaminas e calorias. Apesar de fazerem muito bem para a saúde, as mesmas, em pequenas quantias, podem ser comparadas a refeições inteiras, por exemplo. Isso a caracteriza fortemente, pois os frutos secos possuem a fama de saciarem a fome através de pequenas doses de consumo dos mesmos, sendo perfeito para quem está em uma dieta e para quem quer comer saudavelmente para, além de perder peso, reestruturar as condições internas do corpo.

Acompanhe abaixo as características nutricionais de duas variedades de frutos secos existentes. A tabela é baseada da TACO (Tabela Brasileira de Composição de Alimentos).

Castanhas Sobre a Mesa
Castanhas Sobre a Mesa

100 gramas de Castanha do Brasil

Energia (kcal) 643
Proteína (g) 14,5
Lipídeos (g) 63,5
Colesterol (mg) NA
Carboidratos (g) 15,1
Fibra Alimentar (g) 7,9
Cinzas (g) 3,4
Cálcio (mg) 146
Magnésio (mg) 365
Manganês (mg) 1,10
Fósforo (mg) 853
Ferro (mg) 2,3
Sódio (mg) 1
Potássio (mg) 651
Cobre (mg) 1,79
Zinco (mg) 4,2
Retinol (mg) NA
Tiamina (mg) 0,30
Riboflavina (mg) Tr (contém traço)
Piridoxina (mg) 0,44
Niacina (mg) Tr
Vitamina C (mg) Tr

100 gramas de noz

Energia (kcal) 620
Proteína (g) 14,0
Lipídeos (g) 59,4
Colesterol (mg) NA
Carboidratos (g) 18,4
Fibra Alimentar (g) 7,2
Cinzas (g) 2,1
Cálcio (mg) 105
Magnésio (mg) 153
Manganês (mg) 4,05
Fósforo (mg) 396
Ferro (mg) 2,0
Sódio (mg) 5
Potássio (mg) 533
Cobre (mg) 0,75
Zinco (mg) 2,1
Retinol (mg) NA
Tiamina (mg) 0,38
Riboflavina (mg) Tr
Piridoxina (mg) 0,13
Niacina (mg) 1,08
Vitamina C (mg) Tr

Como é observável, os frutos secos possuem uma diversidade enorme de nutrientes completamente naturais, sendo que esses podem serem consumidos diretamente de suas árvores.

Frutos Secos: Deiscentes e Indeiscentes

Os frutos secos podem, ainda, fazer parte de duas classes. Essas classes caracterizam o fruto por seu desenvolvimento ainda na planta.

Os frutos deiscentes são caracterizados pelo fato de que estes rompem o epicarpo (casca) e se abrem espontaneamente, deixando a semente consumível exposta no galho, até essa madurecer o suficiente para cair ao solo, na intenção de reproduzir mais plantas.

Exemplos: Castanha do Pará, ervilha, feijão.

Os frutos indeiscentes se caracterizam por cresceram ao contrário dos frutos deiscentes, ou seja, nestes frutos, as sementes permanecerão fechadas em um invólucro.

Exemplos: milho, girassol, arroz.

Mas é importante saber que não são apenas os frutos secos que se encaixam na categoria de deiscentes e indeiscentes, e sim qualquer fruto, como os carnosos, por exemplo. A laranja é um fruto carnoso e indeiscente.

Diferença entre Fruto Seco e Fruta Seca

Apesar de parecerem ser a mesma coisa, existe muita diferença entre um fruto seco e uma fruta seca. Nessa questão, é importante saber, primeiramente, a diferença entre os termos “fruto” e “fruta”, pois um fruto é tudo aquilo que se origina da fecundação de uma planta, sendo essa por polinização ou por partenocarpia (no caso da banana e do abacaxi, que não possuem sementes, por exemplo), enquanto que uma fruta é um termo popular para designar frutos que são doces e prazerosos ao serem comidos cru, tal como o morango, a laranja, a goiaba, a melancia, a maçã (e muito mais).

Fruta Seca e Fruto Seco
Fruta Seca e Fruto Seco

Conhecendo esse incipiente entre ambos os termos, fica mais fácil de entender a diferença entre fruto seco e fruta seca, já que um fruto seco é quando a sua parte comestível, diferentemente dos outros frutos, deixa de ser o mesocarpo (polpa) e se torna a própria semente ou, ainda, os frutos secos podem ser frutos que podem ser consumidos em seu estado seco, já que o mesmo, naturalmente, carece de água para seu desenvolvimento e germinação correta da semente.

Por outro lado, a conhecida fruta seca, é na verdade, um fruto desidratado artificialmente, tendo distinções relevantes em questão de gosto e condições nutricionais, pois apresentam uma grande concentração de açúcar. As frutas secas são usadas em diversos pratos tradicionais brasileiros e estrangeiros e suas variedades mais famosas são as ameixas secas, a uva passa, a banana passa, a tâmara e o damasco.

Uma das principais características das frutas secas é o fato de que a secagem auxilia em seu consumo, podendo durar incomparavelmente mais do que uma fruta normal.

A Produção de Frutos Secos ao Redor do Mundo

Por mais que alguns frutos secos possuam nomes propriamente brasileiros (como castanha do Pará, por exemplo), estes não são exclusividades do Brasil, pois existem Países em que a produção e consumação de frutos secos superam o território nacional, deixando-nos muito abaixo se comparados à América do Norte e ao território asiático.

De acordo com a FAOSTAT (Food and Agriculture Organization Corporate Statistical Database – Dados da Organização de Alimentação e Agricultura das Nações Unidas, da tradução da sigla em português), em 2013, por exemplo, os maiores produtores de amêndoa foram:

 

1º – Estados Unidos 62.2%
2º – Austrália 5.48%
3º – Espanha 5.11%
4º – Marrocos 3.31%
5º – Irã 2.99%
6º – Síria 2.85%
7º – Turquia 2.84%
8º – Itália 2.49%
9º – Tunísia 1.78%
10º – China 1.47%

Com esses dados em mente, é possível assim criar um senso geográfico mais nítido de quais lugares mais produzem os frutos secos ao redor do mundo e assim perceber, também, as incidências características das regiões e seus respectivos climas, cujas propriedades facilitam o cultivo de tais frutos.

Numa liderança singular, de acordo com a FAOSTAT, os Estados Unidos se mantém como o maior produtor de frutos secos. Outras concentrações acontecem na Ásia Central e no Sudoeste Asiático. O Brasil, nessas porcentagens, aparece entre “outros Países”, que possuem uma base de produção entre 0,5% e 1% na produção mundial.

A seguir, numa tabela sobre o registro do ano de 2015, é possível conferir os maiores importadores e exportadores de nozes ao redor do mundo.

EXPORTAÇÃO

  TONELADAS
1º – Estados Unidos 118.677
2º – França 28.247
3º – China 25.124
4º – México 22.738
5º – Chile 14.569

IMPORTAÇÃO

  TONELADAS
1º – China 50.463
2º – Turquia 28.949
3º – Itália 26.055
4º – México 16.466
5º – Espanha 14.476

 

Veja também

Qual é o Ecossistema Típico de SP?

A Floresta de Araucária é um ecossistema típico do estado de São Paulo (SP). O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *