Home / Natureza / Curiosidades do Vulcão Shiveluch

Curiosidades do Vulcão Shiveluch

Vulcão Shiveluch: Um Gigante Russo

O Vulcão Shiveluch é uma das estruturas naturais mais belas de toda a Rússia e um dos vulcões mais ativos do planeta. Ele localiza-se no Extremo Oriente do país, mais especificadamente na península de Kamchatka, apenas 50 quilômetros da pequena cidade de Klyuchi.

O vulcão fica situado em meio a uma cadeia de vulcões, denominada Kliuchevskaya. Pertencem a esta cadeia duas principais formações; o antigo Shiveluch, que devido a suas fortes e impactantes explosões, resultou no jovem Shiveluch, que também tem potentes explosões, eles chegam aos incríveis 2.800 e 3.200 metros de altitude; o antigo Shiveluch, constitui-se de uma grande caldeira, que é considerado um estratovulcão.

O Vulcão Shiveluch constitui-se principalmente de lavas já ressecadas e endurecidas, cinza resfriada e sólida, e também de rochas magmáticas. Estes três componentes intercalam-se na formação da cadeia montanhosa e resulta em uma montanha forte, sólida e firme. Basalto e andesino também estão presentes na composição do vulcão.

Ele possui câmara magmática, que é basicamente o trajeto que o magma percorre até ser expelido; uma chaminé, onde o magma é liberado, ou seja, a “boca” do vulcão e possui uma cratera. Grande parte dos vulcões de todo o mundo possuem esta estrutura, estima-se que em todo o globo existam um total de 1.500 vulcões, alguns submersos no mar e outros na superfície. Apenas na superfície há 550 vulcões.

A intensa atividade do vulcão se dá devido a sua localização perante as placas tectônicas; ele está bem no meio de duas placas, entre a placa de Okhotksk e a placa do Pacífico. O simples movimento das placas tectônicas resulta em grandes movimentos na superfície terrestre, pode gerar terremotos, tsunamis e no caso do vulcão, na sua erupção.

Vamos conhecer algumas características e curiosidades a respeito deste espetáculo da natureza.

Curiosidades do Vulcão Shiveluch

Formação Antiga e Fortes Explosões

Você sabia que o Vulcão Shiveluch tem uma formação muito antiga? Eles estão na superfície terrestre pelo menos 60 mil a 70 mil anos e sempre foi um vulcão ativo, devido ao seu posicionamento entre as duas placas tectônicas.

A ultima grade erupção do vulcão foi em 1999 e causa efeitos até hoje; porém está não foi a mais danosa. A que mais causou danos nos habitantes da cidade próxima, que tiveram que evacuar de suas casas e sua cidade, devido as grandes explosões de lavas; foi em 1964, uma grande atividade sísmica na região, em grande parte do ano, antecedeu o que viria a ser o maior prejuízo já causado pelo vulcão.

Vulcão Shiveluch em Erupção
Vulcão Shiveluch em Erupção

O formato de ferradura do vulcão se deu a este acontecimento, que causou crateras, deformações na cadeia, modificando totalmente o posicionamento dos cones vulcânicos e das crateras.

Sua erupção é explosiva e produz lavas bastante densas. Além de liberar gases e cinzas em toda a atmosfera. Nuvens de cinzas, fumaça são expelidos frequentemente do vulcão, pois as explosões causam grande impacto e liberam grandes quantidades de cinza e de gases; além de resultar em avalanches de piroclastos, que são as rochas formadas pelas atividades vulcânicas. Após a lava endurecer, ela resulta em uma rocha, ou seja, quando o vulcão entra em erupção, há a avalanche de piroclastos, onde estão presentes outras substancias, como o lapili.

Principais Explosões e Danos Causados Pelo Vulcão Shiveluch

As principais explosões do vulcão foram em 1964, 1970, 1994 e 1999. E recentemente, em meados de 2010, aumentos suas atividades e desde então vem lançando cinzas, gases, nuvens de cinza na atmosfera. Lembrando que suas erupções são explosivas e por isso as cinzas alcançam de 2 a 5 quilômetros de altura, causando fortes turbulências e frequentes terremotos no entorno do vulcão.

Já sabendo das decorrentes atividades sísmicas e vulcânicas na região, pessoas evitaram construir assentamentos e cidades ali próximos ao gigante. Os principais danos causados pelo vulcão são referentes ao tráfego aéreo, onde sua fumaça, cinza, gases, explosões atrapalham demasiadamente os aviões que sobrevoam a área. Não há registros de destruições e mortes em grandes quantidades causadas pelo vulcão Shiveluch, pois ele está isolado e a cidade mais próxima está a 50 quilômetros, distancia razoável para que se possa evacuar da área em caso de grandes erupções.

As cinzas lançadas ao ar pelo vulcão prejudicam principalmente os aviões, o trafego aéreo no geral, devido à ocorrência de pequenas partículas das cinzas em suas turbinas. Especialistas afirmam que as decorrentes explosões ainda não prejudicam o trafego aérea em toda a região do Pacífico, porém, é um sinal de alerta para todos. Um registro de 2013 conclui que o vulcão Shiveluch lançou na atmosfera, cinzas com a altura de nada mais nada menos que 6 quilômetros de altura.

Vulcão Shiveluch - Imagem Feita de Cima
Vulcão Shiveluch – Imagem Feita de Cima

Já quando pensamos nos benefícios de ter um vulcão em seu território, podemos destacar as atividades turísticas que são importantes para a economia local. Ainda mais quando se trata de um monumento, uma maravilha da natureza, que muitas pessoas desejam e tem o prazer de visita-lo, podendo viajar quilômetros e dias para estarem presentes ali. Estima-se que apenas a subida da montanha do Shiveluch demora cerca de 10 horas de automóvel, realmente é um longo caminho a ser percorrido pelos turistas, mas o fato é de que vale a pena, pois a paisagem é muito bela e diferenciada.

Você sabia que a cidade mais próxima do vulcão é a cidade de Klyuchi? O que separa a cidade do vulcão é a presença de um rio, o rio Kamchatka, ela fica a estimados 50 quilômetros de distancia do vulcão e é uma cidade de apenas 7.000 habitantes.

Respeite a Natureza!

Os vulcões são aberturas na crosta terrestre que liberam o magma, lavas, cinza e gases na superfície terrestre, ele forma-se e tem suas atividades dependendo das atividades das placas tectônicas. Podem ser em formato de cone, conhecido como cone vulcânico, ou pode ser fissuras na superfície, são diferentes tipos de vulcões, mas ambos têm a mesma finalidade.

É incrível se formos analisar o tamanho, a estrutura e a composição destes gigantes da natureza. Nos deixa perplexos mediante tanta beleza e grandiosidade e nos faz pensarmos o quanto somos seres pequeninhos se compararmos com as formações e com os fenômenos naturais. Por isso é necessário sempre respeitar a imponente, gigantesca e preciosa natureza.

Veja também

A Importância do Ar Para a Saúde

A importância do ar para a saúde está no fato de que é nele que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *