Home / Natureza / Consequências do Vulcão Vesúvio

Consequências do Vulcão Vesúvio

Vesúvio é o único vulcão Europeu continental que entrou em erupção nos últimos cem anos. O mesmo fica localizado cerca de 15 quilômetros no Sul da Itália, mais precisamente, no golfo de Nápoles. Lá, apesar de estar inativo atualmente, é o maior e o mais devastador dos três principais vulcões (Vesúvio, Etna e Stromboli) existentes na região, apresentando uma erupção histórica que destruiu completamente duas pequenas cidades do Império Romano.

Apesar dos fatos históricos e do conhecimento da força descomunal do vulcão, a região em volta do Vesúvio é considerada a região vulcânica mais densamente populosa do mundo, afinal, cidades e povoados inteiros estendem-se aos seus pés. O que acaba tornando-o um dos vulcões mais perigosos do mundo, pois há uma população estimada de mais de 3 milhões de habitantes que diariamente correm o risco de uma erupção sem precedentes. Em contrapartida, Vesúvio aparentemente está calmo desde 1944.

Vesúvio e a Mais Conhecida Catástrofe Vulcânica da História

Foi no ano de 79 d.C. quando o vulcão Vesúvio mostrou a sua verdadeira força com uma erupção tão forte que lançou uma nuvem de fumaça, rochas e gases tóxicos a mais de 10 quilômetros de altura. A cercania de Pompeia foi a primeira a ser atingida pela nuvem tóxica e rochas magmáticas que foram lançadas ao céu, enquanto a cercania de Herculano teve algum tempo a mais, que, de qualquer forma, não escapou do raio de devastação da segunda erupção que ceifaria as duas cercanias romanas.

Tudo aconteceu horas depois do início da erupção, onde a explosão mais forte empurrou uma espécie de avalanche composta por uma mistura de gases a elevadas temperaturas e lava vulcânica que varreram completamente tudo ao redor do vulcão, o chamado fluxo piroclástico, destruindo e enterrando as duas cercanias romanas. Esta devastadora erupção foi tão forte e tão rápida que apagou completamente as cidadelas do mapa que, juntas, possuíam por volta de 25 mil habitantes, dos quais – apontam estudiosos – apenas cerca de 2 mil permaneceram em porões e lugares subterrâneos tentando se esconder das nuvens tóxicas. Todos os que permaneceram nas cidadelas, acabaram mortos.

A Descoberta de Pompeia e Herculano

Há uma divergência em quem realmente encontrou as cidades soterradas. Algumas fontes indicam que, coincidentemente, um camponês que estava cavando no pé do vulcão acabou encontrando vestígios de uma cidade soterrada. Curioso, cavou até finalmente descobrir uma das cidades completamente soterrada. Outras fontes indicam que um arquiteto chamado Domenico Fontana, supervisionava uma escavação nas proximidades da região onde estavam cavando um túnel para levar água para uma fábrica de munição e encontraram a cidade de Pompeia. De qualquer forma, esta descoberta, até os dias de hoje, é considerada uma das maiores descobertas arqueológicas da história da humanidade, pois o que encontrariam nas ruínas chocaria o mundo todo.

Nas ruínas e nos porões das casas da cidade, foram encontradas cascas de pele petrificadas dos habitantes que não conseguiram escapar e/ou optaram por ficar na cidade e esperar a atividade do vulcão passar, o que não aconteceu. Milhares de corpos de crianças e adultos foram encontrados petrificados para a eternidade dentro das construções da antiga cercania de Pompeia e Herculano, o que acabou se tornando uma notícia internacional e ajudou em diversos estudos históricos da região.

Calcula-se que após a erupção de 79, o Vesúvio entrou em erupção mais de trinta outras vezes causando mais mortes, porém, nenhuma comparada com a que ocorreu em 79.

Status Atual do Vesúvio

O Vesúvio atualmente se encontra em seu ciclo de repouso, como denominam os vulcanólogos. Porém, todos cientistas da área sabem que os vulcões não anunciam com muita antecedência quando irão ou não entrar em erupção, o que causa certo receio por parte do governo italiano. Ou seja, a qualquer momento pode começar uma nova erupção e mais uma vez esta pode destruir completamente a região ao seu redor matando milhões de pessoas, dependendo da energia liberada.

Uma simulação mostrou que em 5 minutos de atividade com a mesma intensidade da que aconteceu em 79, o Vesúvio pode matar cerca de 1 milhão de pessoas, o que causa grande preocupação por parte da Defesa Civil italiana. Alguns vulcanólogos acreditam que quanto mais tempo o Vesúvio permanecer inativo, mais forte e devastador poderá ser quando entrar em atividade. Os mesmos acreditam até que a sua força acumulada será capaz de devastar quase todo território da atual Itália, varrendo completamente tudo que estiver em seu raio de atividade. O histórico de erupções ou “ciclo de erupções”, como chamam os cientistas da área, é a cada 20 anos, porém, sua última erupção foi em 1944.

Possíveis Consequências do Vulcão Vesúvio

Imagem Aérea do Vulcão Vesúvio
Imagem Aérea do Vulcão Vesúvio

Há muitas controvérsias entre os vulcanólogos e estudiosos da área, onde alguns dizem que quanto mais tempo o Vesúvio ficar inativo, mais desastroso será quando entrar em atividade. Outros especialistas, porém, acreditam que o Vesúvio está inativo e que sua câmera magmática não está se enchendo com gases e magma, não oferecendo risco para a população. Apesar de diversos estudos do passado explicarem um pouco do funcionamento do vulcão, é praticamente impossível saber o que realmente irá ou não acontecer. O Vesúvio é um vulcão misto e muito misterioso em seus procedimentos e seus sinais. Portanto, saber se o vulcão irá ou não entrar em atividade, quando isto irá ou não acontecer, e também saber a intensidade, são perguntas que os vulcanólogos e cientistas da área ainda não conseguem responder com precisão devido a sua instabilidade e suas diversas formas de manifestação.

De qualquer forma, tentando se prevenir de futuras surpresas inconvenientes, o governo italiano anunciou a criação de um documento com diversas medidas de evacuação fragmentadas de hora em hora, passo a passo, caso o Vesúvio resolva mostrar sua força novamente.

Até hoje o Vesúvio é um grande mistério para os pesquisadores que tentam desvendar seus mistérios, causando medo e admiração por parte de milhares de pessoas. Sendo assim, o Vesúvio pode ser tanto uma bomba-relógio prestes a explodir como pode ter entrado na classe dos vulcões inativos.

Veja também

A Importância do Ar Para a Saúde

A importância do ar para a saúde está no fato de que é nele que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *