Home / Natureza / A Origem do Pavão

A Origem do Pavão

Os pavões são aves excêntricas, caracterizadas pela sua plumagem espessa, longa e colorida. São aves de uma aparência única, portentosas de um charme incomparável, sendo consideradas as aves mais belas do mundo. Os movimentos que ressaltam as cores e tamanho de suas penas são feitos, na maioria das vezes, como ritual de acasalamento.

As características marcantes nas cores e na causa do pavão são de propriedade apenas do pavão macho, que utiliza isso como artimanha na hora de conquistar as fêmeas.

O tamanho do pavão, com sua plumagem exposta, pode passar dos dois metros de comprimento. A fêmea se obstem em cerca de um metro de comprimento do bico à cauda. O macho chega a pesar até 5 quilos, e a fêmea por volta de 4.

Existem cerca de 12 subespécies, e cada uma delas vem de um lugar diferente. O propósito desse artigo é falar sobre a origem dessas espécies; de onde elas vêm, o que elas fazem, quanto tempo elas vivem e muito mais.

É possível, ainda, chamar o pavão fêmea de pavoa, em vernáculo coloquial. Cientificamente, existe apenas o pavão macho e a pavão fêmea.

A variedade de pavão mais conhecida e de maior distribuição pelo mundo é o pavão azul, que também é chamado de pavão indiano, pois sua origem é diretamente da Índia, em suas regiões tropicais como Bombaim e Chennai.

Além disso, alguns pavões são caracterizados por serem a ave de maior cauda e de maior pescoço existentes.

Algumas variedades de pavões sofreram algumas mutações genéticas, especialmente entre o cruzamento de diferentes subespécies, por exemplo, dando origem a aves de cores inusitadas, como o pavão branco, que não possui nenhuma outra cor.

Variedades e Origens das Mais Conhecidas Espécies de Pavão

Pavão Azul (Pavão Indiano ou Pavão Comum)

Pavão Azul
Pavão Azul

É uma ave que consegue se adaptar a climas diferentes, preferindo viver em locais tropicais com acesso a bastante água e vegetação, da qual se alimenta inteiramente, apesar de conseguir viver em climas frios e atravessar invernos rigorosos. Essa fácil adaptação tornou fácil a criação e reprodução dessa ave, tanto em cativeiro quanto em zoológicos. Ainda, é uma ave pouco receptiva, podendo, com tempo, se tornar menos hostil. Mas a presença de humanos e outros animais deixa a ave agitada. A pavoa, ou a pavão fêmea, possui cores diferentes da do pavão macho; seu pescoço é menos vistoso do que o do macho, e a sua cauda não é tão chamativa nas cores, tendo um tom mais ameno, puxando para o cinza.

Pavão Verde (ou Pavão Verde Java)

É uma ave menos comum que o pavão azul. Seu aspecto é mais “fino”, porém, possui o mesmo comprimento. Os machos são tão portentosos quanto os pavões azuis, enquanto a fêmea possui aspectos mais neutros na coloração da plumagem.

São facilmente encontrados em Países com o Vietnã e Tailândia.

Suas penas possuem um aspecto de escama, com um verde esmeralda e a cauda do macho possui várias cores, onde o verde o azul são as cores principais. As fêmeas são menores pelo fato de não possuírem uma cauda tão grande.

Vale lembrar que os pavões machos possuem uma cauda maior pelo fato dos mesmos usarem isso como ferramenta para conquistarem as fêmeas.

Pavão Branco (ou Pavão Albino Indiano)

Fatores genéticos entre heredogramas possessivos e recessivos fizeram com que determinados cruzamentos resultassem em aspectos predominantemente recessivos, deixando, por consequência, a falta de melanina prevalecer, por exemplo.

O nome Pavão Albino é usado de forma incorreta, já que os mesmos não são albinos, e apenas brancos. A albinia considera olhos vermelhos aos animais, e do pavão branco os olhos são escuros.
Apesar de não ocorrer com tanta frequência, o nascimento dos pavões brancos é algo tão incomum em regiões tropicais do Sudeste Asiático.

O nascimento de um cruzamento entre Pavão Comum e um Pavão Branco resulta no Pavão Arlequim, em muitos casos.

Reprodução e Habitat do Pavão

Assim como todas as aves, são criaturas ovíparas. O ritual de acasalamento é a característica mais forte dessa espécie de ave, onde os machos, que possuem muito mais penas do que as fêmeas, dançam e gritam para tentar conquistar uma parceira.

As fêmeas possuem menos penas e as cores são mais amenas, pois assim conseguem se camuflar de maneira mais eficaz e até mesmo se esconder em seus ninhos, que, assim como outras aves, são feitos no topo das árvores. É interessante que, apesar do tamanho dos machos, por exemplo, essas são aves capazes de alçarem voos. No entanto, a maior parte do tempo os pavões ficam no solo, andando ou correndo, e alçando voo somente em casos de briga por fêmea ou território, ou na presença de predadores.

Não são aves monogâmicas, podendo acasalar várias vezes. A incubação dos ovos leva cerca de um mês. A maturidade das aves se dá em seus dois anos, quando se tornam adultos e reprodutivos. Normalmente, os pavões vivem de 20 a 25 anos, mas é possível encontrar casos em que algumas variedades, em cativeiro ou até mesmo domesticados, que passam essa marca.

Distribuição do Pavão ao Redor do Mundo

De origem asiática, o pavão aparece em maior número nas terras da Índia, do Sri Lanka, Estados Unidos, México, Honduras, Colômbia, Guianas, Suriname, Brasil, Uruguai, Argentina, África do Sul, Portugal, Indonésia, Papa-Guiné, Austrália, Croácia e alguns lugares da Europa, como a França.

No Brasil, é comum ver os pavões na maioria dos zoológicos.

Alimentação e Predação do Pavão

São aves omnívoras, ou seja, possuem um cardápio herbívoro e carnívoro, variando entre hortaliças, frutas, sementes e folhas e, ainda, podendo caçar pequenos roedores, como ratos, coelhos e esquilos, assim como pequenos insetos e rastejantes.

Apesar de comerem cobras de pequeno porte, os pavões evitam as de grande porte, pois os pavões podem ser uma presa apetitosa para as mesmas. Os tigres, panteras e leopardos também estão na lista de predadores do pavão, assim como os cães selvagens e até mesmo algumas aves rapineiras como as águias.

Veja também

Histórico de Erupções do Vulcão Sinabung

Vulcão Sinabung Características

O vulcão Sinabung é um vulcão existente na Indonésia e que provavelmente teve a sua …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *