Home / Animais / Tudo Sobre a Cobra da Morte

Tudo Sobre a Cobra da Morte

A palavra “morte” possui estreita relação com a palavra “natureza”. É interessante perceber que determinados animais são de meter medo realmente. Imagine agora a presença de um animal que se chama cobra da morte.

As cobras são répteis rastejantes. Possuem corpo alongado. Não possuem patas. Todas as cobras pertencem ao Reino Animalia, ao Filo Chordata, à Classe Reptilia, à Ordem Squamata, à Sub-ordem Ofídia, à Família Elapidae.

Esses répteis são animais incríveis. Possuem diversas características que chamam a atenção tanto de estudiosos quanto de pessoas comuns.

Conhecer mais a respeito deles é valorizar o próprio meio ambiente. Existem no mundo cerca de 2.930 espécies de cobras.

Iremos conhecer um pouco mais a respeito desses animais, buscando responder uma pergunta intrigante: afinal, qual é a alimentação da cobra da morte?

Uma Cobra que Realmente Assusta

No universo literário e cinematográfico de Harry Potter, há uma cobra gigantesca que sempre acompanha o vilão da trama, a Nagini. Desconsiderando-se o tramanho exagerado dessa cobra assustadora, ela foi inspirada na cobra da morte.

A cobra da morte (Acanthophis antarcticus) recebe esse nome por ser quase impossível sobreviver à sua mordida. Segundo especialistas, a vítima pode vir a óbito num prazo de seis horas. Nesse prazo, a vítima pode sofrer paralisia das funções motoras.

Uma poderosa neurotoxina é injetada na vítima. E a dosagem é alta, cerca de 40 a 100mg de peçonha no corpo da vítima. Ser picado pela cobra da morte, de fato, é praticamente sinônimo de morte.

Cobra da Morte (Canthophis Antarcticus) Assustadora
Cobra da Morte (Canthophis Antarcticus) Assustadora

Encontrada na Austrália e na Nova Guiné e em alguns países do hemisfério Norte, em regiões mais secas, a cobra da morte é uma das maiores serpentes do mundo.

A serpente tem cabeça triangula, um corpo robusto, chegando a pesar 70 quilos e a medir cerca de 80cm de comprimento.

Ela costuma usar seu porte e seu peso em seu benefício. Durante um ataque, envolve o corpo da vítima, imobilizando-a e, inclusive, matando-a por sufocamento.

A Acanthophis antarcticus trata-se de uma das 10 cobras mais venenosas do mundo. Também detém o título de ser um dos 12 animais mais perigosos da Austrália.

A Alimentação da Cobra da Morte

Todas as cobras são animais carnívoros, alimentam-se de pequenos animais, ovos, aves ou insetos. Algumas cobras, como sabemos, são venenosas, outras não.

São chamadas de cobras peçonhentas aquelas que produzem veneno em suas glândulas. Após inocular esse veneno na vítima, devoram-na.

Mas e a cobra da morte? Ela tem a mesma dieta das demais serpentes? Qual é a alimentação da cobra da morte?

Além de carnívora, a cobra da morte é canibal, ou seja, alimenta-se de animais da mesma espécie. Trata-se de uma cobra que ataca e se alimenta de outras cobras.

De fato, o canibalismo é algo comum na natureza. Trata-se de uma relação ecológica, uma interação,  digamos, entre os organismos vivos. Vale a pena lembrar que há canibalismo entre os louva-a-deus, os tubarões e outros.

O canibalismo, vale a pena mencionar, é uma relação intraespecífica desarmônica. É uma relação intraespecífica, pois, ocorre entre indivíduos da mesma espécie. É uma relação desarmônica, porque um dos indivíduos será sempre prejudicado.

A cobra da morte tem o hábito de caçar, atacar e matar outras serpentes. Nesse contexto, possui grandes chances, pois, tem um corpo robusto, um grande porte e um poderoso veneno para o sucesso de suas emboscadas. Segundo estudiosos, ela possui o ataque mais rápido do mundo; seu bote é de 0,13 segundos.

Assim, como as demais serpentes, a Acanthophis antarcticus imobiliza suas vítimas e as devora enquanto ainda respiram. Isso se trata de algo fundamental, já que, considera-se, um animal vivo possui mais nutrientes. Pode ficar até dois meses sem comer.

Mas, considerando-se o que foi dito linhas atrás, surge uma outra dúvida interessante: como a cobra da morte pode comer outra de sua espécie sem ser afetada pelo veneno mortal da vítima?

Envenenada Pelo Próprio Veneno?

Não há consenso entre os especialistas a respeito dessa questão. Porém, existem algumas considerações importantes a esse respeito. Vamos a elas.

Tentar encontrar respostas para essa pergunta acaba contribuindo para a solução de outra dúvida: uma serpente pode ser envenenada pelo próprio veneno?

Primeira consideração. O veneno das cobras é produzido em glândulas específicas, sendo assim, a peçonha não entra em contato com a corrente sanguínea do animal. Não há contato do veneno com o sangue.

Segunda consideração. Possivelmente, o sistema imunológico das serpentes consiga produzir anticorpos que irão bloquear a ação de seu próprio veneno.

Terceira consideração. Quando uma cobra venenosa se alimenta de outro indivíduo de sua espécie, o sistema digestório pode neutralizar o veneno, evitando que qualquer componente prejudicial possa atingir a corrente sanguínea do animal.

Enfim, de fato, torna-se praticamente impossível que a cobra da morte seja envenenada por ter ingerido outra de sua espécie.

Considerações Finais

Um dos exemplares mais temíveis, intrigantes e belos da natureza, a cobra da morte trata-se de um animal vivíparo, ou seja, a propagação da espécie dá-se através de reprodução vivípara. Em cada ninhada nascem, aproximadamente, 20 filhotes.

Apesar de poderoso, o veneno da cobra da morte pode demorar cerca de 24 a 48 horas para alcançar, digamos, o seu auge. Por causa disso, é fundamental que a vítima procure atendimento médico assim que for mordido.

O estudo dos seres vivos é algo fundamental para que cada um de nós possa conhecer a dimensão e a dinâmica do ecossistema em nosso cotidiano.

A Ecologia se ocupa do estudo dos seres vivos e de sua interação com o meio ambiente. É preciso compreender e preservar o mundo do qual fazemos parte, o mundo da preservação das espécies.

Para saber mais sobre serpentes e outros animais do mundo todo, continue navegando em nosso site. Preparamos matérias e artigos especiais para você.

O estudo dos seres vivos é um campo tão vasto e tão interessante, que se torna essencial para todos nós. É sempre importante lembrar que todos os seres vivos se relacionam uns com os outros.

O Mundo Ecologia se ocupa do estudo da abundância dos organismos vivos e a interações estabelecidas entre eles. A alimentação da cobra da morte é um dos temas. Continue conosco. Seja bem-vindo! Seja bem-vinda!

Veja também

Animais em Extinção no Brasil

É fato que o Brasil muitas vezes é reconhecido no exterior por possuir a maior …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *