Home / Animais / Quanto Custa Uma Coruja Buraqueira?

Quanto Custa Uma Coruja Buraqueira?

A coruja buraqueira é atípica entre os strigiformes. Suas longas pernas, sua vida em tocas e seus hábitos diurnos fazem dela uma das mais interessantes encontradas na América.

Athene Cunicularia

A coruja buraqueira é um pássaro pequeno, corpo compacto e levemente robusto. Seu comprimento registra em média de 19 a 28 centímetros. Sua envergadura é de aproximadamente 50 a 61 centímetros e o peso é de cerca de 140 a 240 gramas. A diferença de tamanho entre machos e fêmeas é realmente mínima, embora elas tendem a ter uma plumagem mais escura.

A coruja buraqueira pode ser vista na maior parte da América, do Canadá à Patagônia e Tierra del Fuego na Argentina e no Chile, nos Estados Unidos, México, Belize, Guatemala, Honduras, El Salvador, Haiti, Aruba, Venezuela, Colômbia, Cuba, República Dominicana, Paraguai, Brasil, Uruguai, Guiana, Trinidad e Tobago, Peru, Suriname, Bolívia, Equador e Bahamas.

Aqui no Brasil as subespécies comuns da coruja buraqueira são a athene cunicularia grallaria (comum nas regiões nordeste-norte, entre Maranhão e Mato Grosso, bem como no Paraná), a athene cunicularia cunicularia (típica no sul do Brasil) e a athene cunicularia minor (mais especificamente em Roraima).

Pode-se encontrar corujas buraqueiras em pradarias, planícies sem árvores, savanas, pastos, regiões desérticas e abertas, campos de golfe, cemitérios, aeroportos, terrenos baldios, áreas de restinga em praia, encostas de morros ou montanhas e outros locais aberto e semi aberto, mesmo em áreas povoadas.

Mas não pense que essa aproximação a humanos a torna uma ave dócil e permissiva porque não é o caso. Essa aproximação tem limites e, se ultrapassar, esteja preparada para um possível ataque, principalmente se a coruja estiver no período de reprodução e criação de filhotes. São sim corujas até certo ponto amistosas e tranquilas, mas gostam que seu espaço seja respeitado. Será agressiva quando se sentir ameaçada por potenciais predadores em seu ninho, inclusive humanos.

Status e Conservação

Casal de Coruja Buraqueira
Casal de Coruja Buraqueira

Em geral, a coruja buraqueira não é considerada uma espécie ameaçada de extinção, pelo menos não nas regiões da América do Sul. Mas está ameaçada no Canadá e ameaçada no México. Nos Estados Unidos, está ameaçada mais especificamente nos estados do Colorado e na Flórida. Por outro lado, é comum e difundida em regiões abertas de muitos países neotropicais, onde às vezes até habitam campos e parques nas cidades. Em regiões limítrofes da Floresta Amazônica, elas estão se espalhando com o desmatamento. Portanto, ela é listada como de menor interesse na Lista Vermelha da IUCN. As corujas buraqueiras são protegidas pela Lei do Tratado de Aves Migratórias no Canadá, nos Estados Unidos e no México. Elas também estão incluídos no Anexo II da CITES.

As principais razões para o declínio populacional na América do Norte são os programas de controle para cães da pradaria e a perda de habitat. As corujas buraqueiras habitam prontamente algumas paisagens antropogênicas, como pastagens de aeroporto ou campos de golfe, e são conhecidas por aproveitar locais de ninhos artificiais (tocas de plástico com tubos para a entrada) e poleiros. A análise genética das duas subespécies norte-americanas indica que a endogamia não é um problema nessas populações.

Elas também são frequentemente mortas por veículos quando atravessam estradas e têm muitos inimigos naturais, incluindo texugos, coiotes e cobras. Outros predadores inimigos mortais da coruja buraqueira incluem os cães e gatos, selvagens e domésticos.

Quanto Pode Custar?

As corujas mais comumente oferecidas para a venda no Brasil são a coruja suindara e a coruja orelhuda, mais outras espécies também podem ser comercializadas. As leis de comercialização no Brasil ainda são muito coniventes com práticas sem a devida fiscalização e o controle de autorização nessas vendas é falho. É difícil especificar um preço para a espécie por vários fatores. Os preços de corujas variam muito entre R$ 1.500,00 a até valores seis ou dez vezes maiores, dependendo da espécie, da região, da fonte comercial, etc.

Em outros países, quando a venda é permitida, existem rígidas restrições de comercialização. O comerciante que pretende abrir um negócio que envolva a venda de corujas precisa se adequar a uma grande gama de requisitos para conseguir as autorizações, além de qualificações que o treinem a lidar com aves de rapina. Para aquisição pessoal como animal de estimação é ainda mais restrito. Em muitos casos o consumidor é incentivado a apenas adotar sob supervisão de entidades ou fundações que criam de fato os animais e, em caso de comprovação de cuidados inadequados, a ave é devidamente confiscada. No Brasil, pasmem, basta que o consumidor tenha uma nota fiscal emitida por um comércio autorizado.

Interesses Escusos Envolvidos

Afinal de contas, porque tanto interesse em tirar a coruja de seu habitat natural para posse pessoal? Pensava-se até então que o principal motivo estivesse na imitação banal de posse vista em filmes famosos ou outras razões fúteis semelhantes. No entanto, evidências recentes tem revelado as autoridades outras razões assombrosas e cruéis.

Existem investigações em cima de possíveis comerciantes autorizados fazendo receptação de contrabando de corujas e negociando para exportação para países como a China, um comércio lucrativo que pode negociar uma coruja por valores superiores a quinhentos mil reais. E pra quê? Essas corujas são usadas para rituais de magia negra, em que adeptos da seita comem os olhos da coruja e bebem seu sangue para satisfazer suas crenças místicas no mínimo desarrazoadas. A que ponto chega a ignorância e crueldade humana!

Coruja Buraqueira Ferida no Cativeiro
Coruja Buraqueira Ferida no Cativeiro

As corujas também são vítimas crescentes do contrabando ilegal por outras razões. Existem países árabes, por exemplo, em que possuir uma coruja é considerado um símbolo, um status de sucesso e riqueza. Imbecis inescrupulosos dessa região são capazes de pagar até mais de cem mil dólares por uma coruja ou outra ave de rapina. E o pior, quanto mais rara (ou seja, quanto mais em perigo de extinção), maior a ambição de obter uma. Sendo assim, ladrões e traficantes antenados no negócio não tardam em criar esquemas para conseguir exportar esses animais e conseguir esse chavão lucrativo. Mais uma vez muitos comerciantes legalizados são usados como testa de ferro para “legalizar” esse transporte internacional de corujas e outros pobres animais.

Veja também

Como Eliminar Escorpiões? Armadilhas Para Escorpiões

Habitantes de desertos, savanas ou florestas, às vezes até hospedeiros de nossas casas, símbolos mitológicos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *