Home / Animais / Quais são as Cores do Pavão?

Quais são as Cores do Pavão?

O pavão é uma ave que naturalmente desperta grande fascínio, em decorrência da beleza e exuberância de suas penas. Esse fascínio fez com que a ave fosse inserida na criação em cativeiro, e diversas variedades de espécies tenham sido criadas através do processo de seleção artificial.

Neste artigo você descobrirá quais as cores do pavão, além de conhecer algumas outras características desse animal exótico e nada discreto.

Venha conosco e boa leitura.

Classificação Taxonômica do Pavão

O pavão pertence ao Reino Animalia, Filo Chordata, Classe das aves.

A Ordem, ao qual está inserido, é a Galliorme; Família Phasianidae.

As espécies, hoje conhecidas, pertencem aos gêneros Pavo e Afropavo.

Características Gerais e Hábitos do Pavão

A alimentação do pavão é diversificada, são animais considerados onívoros. Tem grande preferencia por insetos, mas também podem alimentar-se de sementes ou frutas.

A fêmea coloca em média de 4 a 8 ovos, que podem chocar ao final de 28 dias. Estima-se que a média de posturas ao ano seja de duas a três.

A expectativa de via dos pavões está estimada em torno de 20 anos. A idade da maturidade sexual acontece com 2,5 anos.

Fisicamente, existe dimorfismo sexual, ou seja, diferenciação entre as características do macho e da fêmea. Essas características estão relacionadas à coloração do animal, e tamanho da sua cauda.

Características da Cauda

A cauda aberta pode atingir o comprimento de até 2 metros. Usualmente, abre-se em formato de leque.

Ela não desempenha nenhuma utilidade prática, sendo importante apenas pra auxiliar nos rituais de acasalamento, visto que, o macho exibe sua bela pelagem para a fêmea.

A presença da cauda está diretamente relacionada ao mecanismo de seleção natural, uma vez que os machos com plumagem mais colorida e exuberante se destacam nesse processo.

Além da pelagem colorida, ao final de cada fileira de penas há um adereço adicional chamado ocelo (ou do latim oculus, que significa olho). O ocelo é redondo e brilhante, com uma tonalidade irisdecente, ou seja, que imita um prisma com junção de várias cores.

Além de exibir a cauda, o macho se agita e emite alguns sons característicos, de modo a chamar a atenção da fêmea.

Quais as Cores do Pavão? Variedades de Acordo com o Número de Espécies

Muitas novas espécies já foram obtidas por meio de seleção artificial, dentre elas espécies com a plumagem branca, púrpura, negra e outras cores.

Atualmente, há dois gêneros deste animal: o pavão asiático e o pavão africano.

Considerando estes dois gêneros, há atualmente 4 espécies conhecidas, são elas o pavão indiano (com as espécies Pavo cristatus e Pavo cristatus albino) ; o pavão-verde (Pavo muticus); e o pavão africano ou pavão do Congo (Afropavo congensis).

Pavo cristatus

Pavo Cristatus
Pavo Cristatus

O pavão indiano, mais particularmente o Pavo cristatus, é a espécie mais conhecida. Ele também pode receber o nome de pavão preto-voado ou pavão azul (devido à sua coloração predominante). Tem uma ampla distribuição geográfica, com bastante enfoque para o Norte da Índia e para o Sri Lanka.

Em relação ao dimorfismo sexual, o macho possui o pescoço, peito e cabeça de cor azul, parte inferior do corpo em preto; enquanto que a fêmea possui o pescoço verde, com o resto das pernas do corpo em cor cinza.

As penas e longas e brilhantes que recobrem a cauda do pavão recebem o nome de nadhvoste. Essas penas crescem apenas no macho, quando ele completa em torno de 3 anos de idade.

Pavo cristatus albino

Pavo Cristatus Albino
Pavo Cristatus Albino

A variação pavão albino (Pavo cristatus albino) é caracterizado pela ausência quase total de melanina na pele e nas penas. Esta variedade teria sido obtida por meio de seleção artificial. Acredita-se que criadores tradicionais de pavão tenham realizado cruzamento entre pavões com alguma dificuldade em sintetizar melanina, até chegar ao pavão albino.

Padrões de albinismo também são comuns em coelhos, ratos e outras aves. No entanto, apesar do fenótipo exótico, isto não representa nenhuma vantagem evolutiva, visto que estes animais são consideravelmente mais sensíveis à radiação solar, além de apresentarem mais dificuldade em se esconderem dos predadores naturais (pincipalmente no caso dos pavões), devido à cor.

A denominação “pavão albino” não é unanimidade entre os zoólogos. Muitos deles não o consideram albino devido à presença de olhos azuis, preferindo a denominação “pavão branco”.

Pavo muticus

Pavo Muticus
Pavo Muticus

O pavão-verde (Pavo muticus) é originário da Indonésia. No entanto, também pode ser encontrado nos países da Malásia, Tailândia, Camboja e Miamar. O macho mede aproximadamente 80 centímetros de comprimento, enquanto que a fêmea é maior (mais precisamente 200 centímetros contando com a cauda). Assim como acontece com o pavão indiano, o macho do pavão-verde também possui várias fêmeas.

Em relação ao padrão de cores, fêmea e macho são iguais. No entanto, a cauda da fêmea é menor.

Afropava congensis

Afropava Congensis
Afropava Congensis

O pavão do Congo (Afropava congensis) recebe esse nome por ser originário da Bacia o Congo, local no qual sua ocorrência é bastante frequente. É uma variação de espécie ainda pouco estudada. O comprimento do macho varia em torno de 64 a 70 centímetros, enquanto que o da fêmea entre 60 e 63 centímetros.

Este pavão foi descrido pela primeira vez pelo zoólogo americano James Chapin no ano de 1936.

A coloração do pavão do congo segue tonalidades mais escurecidas. O macho tem a pele do pescoço vermelha, pés cinzas e a cauda preta, com bordas e azul-esverdeado.

Já a fêmea tem uma coloração castanho ao longo do corpo, e o ventre preto.

Curiosidades Adicionais

Pavão Asiático
Pavão Asiático
  • O pesquisador Kate Spaulding foi o primeiro a cruzar o pavão asiático. Neste experimento, ele foi bem sucedido, pois obteve descendentes com boas capacidades reprodutivas.
  • Apesar das quatro variações mais conhecidas (e mencionadas neste artigo), acredita-se que haja 20 variações para cada coloração primária da plumagem de um pavão. Combinando cores básicas e secundárias, podem ser obtidas 185 variedades de um pavão comum.
  • Formas de pavão híbridos, obtido em cativeiro, recebem o nome spalding;
  • O pavão-verde (Pavo muticus) possui 3 subespécies, são elas o pavão-verde javanês, pavão-verde Indochina e o pavão-verde birmanês.

*

Agora, que você já sabe quais as são as cores do pavão e quais são as variações deste padrão de acordo com a espécie, fique à vontade para conhecer outros artigos do site e se tornar um expert em vida animal.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

FIGUEIREDO, A. C. Infoescola. Pavão. Disponível em: <https://www.infoescola.com/aves/pavao/>;

Madfarmer. Tipos de pavões, sua descrição e foto. Disponível em: <https://pt.madlovefarms.com/4033-types-of-peacocks-their-description-and-photo>;

Super Interessante. O pavão banco é albino? Disponível em: <https://super.abril.com.br/ciencia/o-pavao-branco-e-albino/>.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *