Home / Animais / Por que o Canguru é o Símbolo da Austrália?

Por que o Canguru é o Símbolo da Austrália?

Por Que, Afinal de Contas, o Canguru Simboliza a Austrália?

Uma das principais curiosidades confessadas por quem quer que visite esse misterioso e enigmático continente australiano é saber o porquê de o canguru ser considerado o símbolo da Austrália.

Para os nativos a resposta é simples: o canguru é uma espécie que só existe nesse continente – cerca de 50  –, e que ajuda, com as suas características únicas, a compor uma das faunas mais exóticas e envoltas em mistério de todo o planeta.

Mas não é só isso! O que muitos afirmam é que, na verdade, os cangurus foram as primeiras espécies avistadas pelos colonizadores europeus por volta de 1606, quando o desbravador holandês Willem Janszon, a partir da Península do Cabo York, ensaiou um mapeamento do litoral australiano.

Fato, esse, que teria se repetido também durante as incursões do lendário navegador inglês James Cook que, a partir de 1770, concluiu o mapeamento da costa oriental da Austrália – a Nova Gales do Sul -, também em meio à exuberância de uma fauna onde, mais uma vez, destacava-se aquela infinita e exuberante comunidade de cangurus.

Aliás, de acordo com a história, o nome “canguru” foi dado a esse imenso marsupial por acaso. Não sabemos se se trata de uma lenda, mas o que se diz é que durante uma incursão pelo território australiano, um desbravador, admirado com um imenso animal que dava saltos incríveis a uma certa distância, resolveu perguntar a um nativo o seu nome.

A resposta do aborígene não poderia ter sido mais simples e direta “Eu não sei” (ou algo como “Kan goo roo”, na língua nativa). Pronto! Agora parece que eles já sabiam o nome do animal. Ou quase isso!

Mas o que importava mesmo era que, a partir desse dia, a Austrália também seria conhecida como a “Terra dos Cangurus” – um dos países mais fascinantes do planeta, cuja exuberância da sua flora e fauna não cansa de surpreender até mesmo os mais familiarizados com esse rico e singular continente.

Sua Importância diz Bem Por Que o Canguru é o Símbolo da Austrália

Por serem símbolos da Austrália, os cangurus ajudam a compor o Brasão de Armas da Comunidade Australiana – uma espécie de representação simbólica da autoridade e liderança da nobreza do país.

Ele foi um presente dado pelo rei Jorge V ao país, por volta dos anos 10, como forma de identificar a Comunidade da Austrália em seus estados – que deveriam ser fortes e coesos para o bem do país –; e, para tal, o brasão da Austrália passou a ser composto por um escudo com uma identificação dos estados australianos que compõem a federação.

Dentro do brasão um escudo; e não por acaso sustentado por um canguru e uma ema (duas espécies típicas do país) que, apesar de não serem símbolos oficiais da Austrália, dividem com o Brasão de Armas e a Bandeira Nacional a honra de identificar o orgulho de ser australiano.

O Brasão ainda contém uma estrela de 7 pontas que identificam os 6 estados australianos: Nova Gales do Sul, Queensland e Vitoria, acima; e embaixo, a Austrália do Sul, Tasmânia e Austrália Ocidental. Enquanto a 7ª ponta representa um território cujo futuro é o de ser um novo estado.

Uma Espécie Bastante Original

Ele pode ser o boxeador, o vermelho, o canguru de árvore, o canguru-cinza, entre outras inúmeras variedades que fazem parte de uma comunidade com mais de 50 espécies (e cerca de 50 milhões de indivíduos) consideradas um patrimônio do país.

Eles são animais noturnos, cuja dieta consiste basicamente de vegetais, plantas, gramíneas e sementes. Mas também não abrem mão de alguns tipos de insetos em situações bastante excepcionais.

Uma curiosidade sobre os cangurus, é que, apesar de serem famosos como símbolos da Austrália, as suas carnes podem, sim, ser consumidas – e quanto a isso o que se diz é que essa é uma das iguarias mais saborosas de todo o continente!

Estima-se que haja, atualmente, cerca de 2 cangurus para cada habitante. Um verdadeiro exército de animais ágeis, robustos, agressivos, e que ainda possuem a interessante característica de jamais se locomoverem para trás – o que acabou tornando-se o símbolo de um “país que também nunca anda para trás.”

Não há lugar no país onde não seja possível encontrar um exemplar dessa espécie – o que logo faz entender o porquê de o canguru ser considerado um símbolo da Austrália.

Não praia eles estão lá, fortes e esbeltos! No interior do país, praticamente dominam a paisagem! Nos parques eles reinam absolutos, com quase 200 exemplares expostos a quem quer que se aventure aproximar-se deles.

Mas uma das principais características dos cangurus é, sem dúvida, sua incrível habilidade em dar saltos que podem cobrir uma distância entre 8 e 10 metros, com quase 2m de altura, além de atingir até 57km/h – sem dúvida uma habilidade que, à época da colonização australiana, deve ter chamado bastante a atenção dos desavisados desbravadores dessa imensa região.

Uma Espécie Quase Fora de Controle

Parece que tamanho apreço e consideração por uma espécie pode, em alguns momentos, tornar-se uma grande dor de cabeça! E é o que está acontecendo com os cangurus na Austrália.

De acordo com as autoridades locais, o números de cangurus já beira os 2 exemplares para cada habitante – ou seja, quase 50 milhões para uma população que não chega a 25 milhões de indivíduos.

População de Cangurus na Austrália
População de Cangurus na Austrália

Para se ter uma ideia da situação, calcula-se que de 2012 para cá a população de cangurus tenha aumentado em quase 100% – o que tem feito com que o governo australiano recomende um consumo ainda maior da carne do animal como uma das formas quase que desesperadas de frear o avanço dessa população.

Apesar de sabermos por que o canguru é um símbolo da Austrália, e por que eles são preservados como patrimônio nacional, não se tem ainda certeza do porquê desse aumento vertiginoso do número de animais.

Mas as suspeitas recaem sobre o fato de que nos últimos anos tem havido uma maior abundância de alimentos disponíveis em seus habitats, além, obviamente, de todo o cuidado com os quais esses animais são cercados.

O país possui uma legislação bastante rigorosa com relação à caça dos cangurus. O que se sabe é que cada estado deve manter-se dentro dos limites estabelecidos para a quantidade de animais que podem ser abatidos anualmente.

O problema é que essa é uma preocupação que o governo australiano não tem, já que a demanda pela carne de canguru é baixíssima, muito por conta do fato de serem espécies quase “sagradas” para a população do país.

Trata-se de uma situação polêmica. Enquanto o governo estimula cada vez mais a caça como forma de controlar a população desse animal, as organizações ambientais insistem para o fato de que o mais correto seria a sua esterilização como forma de controle populacional.

É um caso clássico em que a luta pela preservação ambiental acaba, de alguma forma, interferindo na Cadeia Alimentar. Um verdadeiro desafio para governo, Ongs e populações de vários países desenvolvidos ao redor do mundo.

Caso queira, deixe a sua opinião sobre esse artigo, em forma de um comentário. É através dele que conseguimos aprimorar, ainda mais, os nossos conteúdos.

Veja também

Animais Exóticos da Austrália

A Austrália é um país rico nos mais diversos âmbitos e sentidos da palavra. Nele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *