Home / Animais / Papagaio Diadema

Papagaio Diadema

Conheça o Papagaio Diadema!

É um papagaio da família das Psittacidae, família caracterizada por conter aves de porte pequeno ou médio, que são muito inteligentes e com um cérebro mais desenvolvido; possuem uma poderosa capacidade de emitir diferentes tipos de sons. Estão também nesta família: a arara, o maracanã, o periquito, a jandaia, a curica e outras diversas espécies de papagaios, como o papagaio de finsch, o papagaio verde, papagaio-de-cara-roxa, entre outros. A família conta com um total de 87 espécies.

Papagaio Diadema
Papagaio Diadema

As aves desta espécie gostam muito de viver em meio às florestas e vegetações arbóreas, mas também vivem em lugares modificados pelo homem. A espécie é oriunda da América do Sul, mais especificadamente região onde se localiza a Floresta Amazônica, daí vem o seu nome e de tantas outras espécies do gênero Amazonas, que vivem nesses determinados habitats e podem estar presentes também por grande parte da América Central, até parte do México.

O nome cientifico do Papagaio Diadema, é Amazona Autumnails, que significa pássaro do amazonas de outono, que deriva do seu próprio local de origem e também de todas as aves de seu gênero, os papagaios no geral.

Vamos conhecer algumas características deste curioso animal que está presente em grande parte do nosso continente, em meio à natureza, nas florestas, ou ainda em casas no meio urbano.

Papagaio Diadema: Características

Está espécie de papagaio, como a maioria dos outros, possui a coloração do corpo majoritariamente verde, exceto na região superior ao bico, ao lado dos olhos e na ponta das suas asas, onde está presente a coloração vermelha, alguns indivíduos podem possuir pigmentações amareladas em baixo olho, e alaranjadas ou vermelhas na ponta das asas, além de possuírem uma coroa (região superior da cabeça) azulada. Realmente são animais de rara beleza.

Ele mede em torno de 32 a 36 centímetros, sendo considerada uma ave de porte médio, e chega a pesar entre 400 e 450 gramas. O que de fato também contribui para sua domesticação, pois podem viver em gaiolas, em poleiros. Mas não se esqueça, o Papagaio Diadema é uma ave muito ativa, então se ficar preso o dia todo, provavelmente ficará irritado e irá gritar muito alto.

O Olhar Fixo do Papagaio Diadema
O Olhar Fixo do Papagaio Diadema

O ideal é que o viveiro da ave tenha no mínimo 1 ou 2 metros, 1×1 ou 2×2, possua poleiros e circulação de ar. Além disso, é recomendado que você abra a gaiola para que ele circule livremente por onde ele quiser por algumas horas, assim ele terá conforto e tranquilidade, podendo viver muitos  anos e até ser passado de geração para geração em algumas famílias.

É uma ave que possui características próprias; é muito bonita, inteligente e carismática, consegue viver nada mais nada menos do que 80 anos, se bem cuidada e recebendo os devidos tratamentos. Sua habilidade com a voz e a facilidade que tem de emitir sons, despertou muito o interesse do ser humano, que passou a domestica-lo e o pássaro adaptou-se muito bem, tendo um apego muito grande com a pessoa que cuida dele. São extremamente carinhosos e carismáticos, emitem sons, conversam, e adoram fazer barulhos.

Alimentação e Reprodução do Papagaio Diadema

Papagaio Diadema Comendo
Papagaio Diadema Comendo

A alimentação do animal é composta principalmente por frutas e sementes; quando está em meio à natureza, procura nas diferentes árvores, pequenos frutos secos para que ele possa dali tirar a sua comida.

Quando criado em cativeiro, domesticado, ele recebe como alimentação diferentes tipos de grãos de sementes, rações adequadas a idade do animal, e algumas frutas  ou legumes com o qual a ave esteja familiarizada.

A fêmea da espécie geralmente bota de 2 a 4 ovos por período de reprodução, eles fazem seu ninho em meio às fendas; sejam elas fendas de troncos de árvore, em montanhas rochosas, em paredões rochosos, ou ainda lugares em meio à cidade, onde vivem também, pode ser em telhados de casa, forros. Caso você tenha um de estimação, o ideal é que tenha um espaço adequado para formar seu ninho. A incubação do Papagaio Diadema leva em torno de 25 a 30 dias e seus filhotes começam a voar sozinhos e saem do ninho com mais ou menos 2 meses de vida.

Habitat e Distribuição Geográfica do Papagaio Diadema

O Papagaio Diadema, quando em seu meio natural, no seu habitat costuma estar entre as florestas que possuem vegetação arbórea, florestas úmidas, bordas de florestas, pântanos, várzeas, ou seja, estão presentes em vários habitats.

Sua distribuição se dá a partir do Sul do México até o Norte da América do Sul. A espécie pode ser encontrada em Oaxaca, Chiapas, Tabasco, San Luís Potosí, que são terras a Sudeste do México.

Eles estão presentes também no Caribe e na América Central, mais especificadamente em Belize, Nicarágua, Costa Rica, Honduras e Guatemala. Na América do Sul, está presente na Cordilheira dos Andes, no Noroeste da Colômbia e Sudoeste do Equador, ainda no Noroeste da Venezuela e claro, na Amazônia Brasileira, localizando-se no Noroeste da Bacia.

Porém o número de Papagaios Selvagens vem diminuindo drasticamente, principalmente o Diadema, que encantou a todos com sua inteligência, hoje sofre com a diminuição de sua população.

Perigo e Extinção do Papagaio Diadema

A ave está presente na Lista Vermelha da UICN (União Internacional para Conservação da Natureza), onde se encontra na categoria “perigo de extinção” e os números de indivíduos que fazem parte da espécie estão diminuindo.

Tal fato ocorre principalmente pelos desmatamentos de seus habitat, como por exemplo, os decorrentes desmatamentos na Floresta Amazônica e também por sua captura para ser comercializado no mercado negro.

A expectativa dos pesquisadores e responsáveis pela conservação do animal é que com o passar de 3 gerações, a espécie será mais impactada do que já é, por isso está em risco de extinção, pois a previsão conta com a perda de 45% de seu habitat natural com o passar dos anos, se medidas não forem tomadas, daqui alguns anos a espécie sofrerá sérios riscos de extinção.

Uma das alternativas é a preservação do habitat natural da ave; os desmatamentos ocorrem muitas vezes para a criação de gado, para a obtenção de madeiras, etc. É necessário combater este tipo de atividade, pois diversas espécies de animais, não só os pássaros, são prejudicados e correm sérios riscos de extinção. Se conseguir adequar o seu habitat, eles terão onde viver em paz, podendo dar seus longos gritos e voar livremente.

Veja também

Espécies De Cobras Em Florianópolis

As serpentes ou cobras, como são mais conhecidas aqui no Brasil, são animais pertencentes a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *