Home / Animais / Nicho Ecológico do Papagaio

Nicho Ecológico do Papagaio

Papagaios são animais muito amados pelos brasileiros. Antigamente, era muito comum que as crianças ganhassem papagaios de aniversário devido a sua fama de faladores. Eles alegravam a casa durante o dia, e se fosse bem treinado conseguia falar várias frases e até mesmo cantar músicas.

Na floresta, o estilo de vida deles é bem diferente. Lá, eles não tem ninguém o tempo todo tentando falar com ele e esperando que eles repitam ou respondam. Sendo assim, podemos dizer que o nicho ecológico entre o papagaio domesticado e o selvagem. Entretanto, alguns hábitos continuam o mesmo não importa a espécie e local.

Decidimos explicar um pouco melhor sobre o nicho ecológico de um pássaro tão importante para a fauna e flora brasileira.

A Espécie do Papagaio

O papagaio Amazona é o mais conhecido por aqui no Brasil. Também é chamado de papagaio-verdadeiro e vários outros nomes, pois algumas pessoas dizem que ele originou todas as outras raças de papagaios.

Entretanto, muitas de suas características estão realmente em todos os outros papagaios, mudando apenas algumas coisas. Seu tamanho fica em torno de 38 centímetros e costumam pesar 400 gramas. Fazem parte também do grupo zigodáctilos, que basicamente são animais que possuem nas patas, possuem dois dedos para frente e dois para trás. Essa característica é extremamente importante para o manuseio do alimento. Seu bico é curvado e bem forte, para ajudar a quebrar as cascas das sementes.

Mas o que chama a atenção mesmo é a beleza de suas penas. Com uma coloração esverdeada majoritariamente no corpo, é na cabeça ou na ponta das asas que se diferenciam. Alguns papagaios possuem colorações diferentes na cabeça e asas, podendo ser amarelo, laranja, vermelho, azul e outras cores.

Sua alimentação é principalmente de frutos nativos e sementes, mas quem possui o animal em casa de estimação às vezes pode dar outros alimentos, como o milho. A reprodução somente ocorre entre setembro e dezembro, a fêmea tende a colocar até dois ovos por ninhada e incuba-los em um período de 30 dias.

E o principal, é a capacidade de aprenderem a falar. Eles conseguem entender e repetir palavras, frases e até canções. O que pouco se sabe no entanto, é que apenas 15% dos papagaios existentes possuem essa capacidade. Então é comum alguém ter um papagaio e domestica-lo, porém ele nunca realmente aprender essas técnicas.

Habitat do Papagaio

Habitat significa na ciência o lugar em que aquele animal habita. A gazela possui seu habitat na Savana Africana, já o habitat do panda é nas florestas de bambu localizadas lá para o Vietnã e outros países. Todo animal e planta costuma ter seu habitat pré-definido, entretanto ele pode mudar de acordo com diversos fatores. A ação do homem na destruição desses habitats é um deles.

Os papagaios tendem a ficar especificamente no hemisfério Sul do mundo. É possível encontra-los pelo Brasil todo, com exceções de algumas espécies que preferem uns lugares a outros. Eles tem uma preferência pelas florestas equatoriais e tropicais, mas também podem ser encontradas no Cerrado.

Nicho Ecológico do Papagaio

Para explicar de uma forma mais didática o que é nicho ecológico, há uma comparação que diz que o nicho ecológico de um animal, é a sua profissão. O que ele faz no seu dia, suas relações ecológicas, seu papel na sociedade em que está inserido. Isso vai desde a sua alimentação até seu período de reprodução.

Papagaio do Mangue - Reprodução
Papagaio do Mangue – Reprodução

Como já dissemos, ele é um animal herbívoro, que se alimenta somente de frutos, sementes, folhas e flores A grande maioria das espécies de papagaios, como é o caso do papagaio-da-cara-roxa, vivem em pares por diversos motivos que envolvem a sobrevivência. São animais diurnos, tendo seu período mais ativo durante a manhã e no final da tarde.

Quando encontram o parceiro para reproduzir, mais ou menos depois dos cinco anos de idade, eles tendem a permanecer com aquele pelo resto de suas vidas. Alguns casos, quando o parceiro morre, eles entram em depressão e nunca mais se juntam com outra ave. Muitos, até morrendo dessa depressão.

Se bem cuidado, em casos dos domesticados, ou viver livre de grandes ameaças, para os selvagens, os papagaios podem viver até 80 anos de idade. Sendo um dos mais avançados em idade comparado a muitos outros animais, incluindo comparado a nós seres humanos. Na selva, um dos motivos de morte são os predadores, e dentro de casa, qualquer descuido ou até mesmo de depressão e tristeza.

Situação Atual do Papagaio

Apesar de muitos de nós brasileiros termos visto papagaios durante nossa vida, e que eles ainda podem ser encontrados facilmente, as coisas não estão tão bonitas assim. Algumas espécies de papagaios estão sumindo e sendo extintas pouco a pouco. A que menos sofre disso até agora é a principal Amazona, já outras mais ao sul do país estão sendo acabadas.

As razões são duas, pelo menos as principais. O tráfico de papagaios, hoje não se encontra tanto, mas há um tempo era muito comum que muitas casas tivessem de estimação papagaios. E a maior de todas que é a destruição de seu habitat. Já faz tempo e a porcentagem só aumenta de florestas degradadas e destruídas para a expansão agropecuária. Tal ato, faz com que os papagaios e vários outros animais que ali vivem, precisem se mudar, morrendo no caminho ou não encontrando outro lugar.

Por isso, a mensagem é clara: devemos proteger os papagaios. Para que eles não cheguem ao ponto de estarem extintos ou bem próximos disso. Eles são muito importante para nosso ecossistema, e não devem ser esquecidos. Se você já possui um de estimação, mantenha-o salvo e lhe dê muito amor e carinho.

Veja também

Animais Exóticos da Austrália

A Austrália é um país rico nos mais diversos âmbitos e sentidos da palavra. Nele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *