Home / Animais / Lobo Ibérico: Tamanho, Peso e Nome Científico

Lobo Ibérico: Tamanho, Peso e Nome Científico

Ao contrário do imaginário humano, o lobo, embora seja um predador incrível, não possui quase nenhum perigo para nós. Na maioria das vezes, eles evitam o encontro com as pessoas e só atacam alguém quando há uma necessidade extrema — como fome severa — ou estejam com o sentimento de que serão atacados.

Entretanto, inúmeras produções mundo a fora criaram conteúdos em que os lobos eram vilões sanguinários e devoradores. Inclusive, isto está nas histórias infantis! Não é por acaso que essa má fama está inserida em nossa cultura.

A verdadeira natureza desse animal está bem longe disso. Seus momentos ferozes acontecem apenas nas caçadas, onde eles lutam com todas as garras para se alimentar. Eles também são selvagens nas lutas entre alcateias. Fora isso, é muito raro ver um lobo sendo agressivo.

Eles possuem vários momentos pacíficos, e, inclusive, brincam uns com os outros. A ideia de que lobos são bestas demoníacas são apenas frutos dos nossos medos incabíveis. Isso se dá pelo desconhecimento da espécie, que é sem dúvida nenhuma, uma das mais belas e encantadoras da natureza.

O que acha de romper as barreiras do preconceito e conhecer mais sobre os lobos ibéricos? Permaneça nesta leitura!

Nome Científico

O Canis lupus signatus, é uma subespécie do tão conhecido lobo cinzento. Hoje em dia, estima-se que 2.000 membros estejam espalhados no mundo, sendo que pelo menos 300 deles estão vivendo na Península Ibérica, principalmente nos países da Espanha e Portugal.

O seu nome científico foi datado por um cientista espanhol chamado Ángel Cabrera, no ano de 1907.

Tamanho, Peso e Outras Características Físicas do Animal

Comparado ao lobo cinzento, eles são um pouco menores e mais esguios. Os machos podem atingir o tamanho de 180 centímetros, sendo que a maioria deles não ultrapassa os 140. Já as fêmeas são um pouco menores: Possuem normalmente 130 centímetros, podendo alcançar os 160.

Seu peso também se difere, quando estamos nos referindo aos machos e as fêmeas da mesma espécie: Enquanto o macho costuma pesar entre 30 e 40 quilos, seus pares femininos estão na média de 25 quilos, podendo chegar — raramente — aos 35 quilos.

A cabeça se destaca um pouco do corpo, pois ela é relativamente desproporcional. Enquanto os outros lobos possuem os membros superiores mais alinhados, o lobo ibérico tem a cabeça com um volume maior. As orelhas são pequenas e têm um formato triangular.

Seus pelos possuem a cor cinza-escuro no topo e, quanto mais vai descendo ao corpo, mais clara fica. Em sua barriga e suas patas, a cor se assemelha muito ao bege.

Seus olhos são da cor amarela e o focinho tem a cor preta. Em volta da boca, a coloração é bem mais clara que os pelos, semelhante a um branco amarelado.

Olhos do Lobo Ibérico
Olhos do Lobo Ibérico

Reprodução

Como grande parte dos lobos, sua reprodução acontece entre os últimos meses de um ano (outubro a dezembro) e terminam nos primeiros meses do ano que se inicia (janeiro e fevereiro).

A gestação dura dois meses. Seus filhotes nascem com os olhos fechados (que só abrem após os 7 primeiros dias) e sem nenhum dente. O número de uma gestação gira em torno de 3 a 8 filhotes.

Depois que a mamãe deu a luz, ela fica junto com seus filhos em uma espécie de caverna. Lá, ela e todos os bebês são alimentados com as carnes trazidas pelos outros membros da alcateia.

Seis meses depois, as crias abandonam o local onde estão e começam a desbravar o ambiente — sempre aos olhares atentos da mãe. A maturidade sexual chega depois dos 2 anos de idade.

Quando um lobo ibérico atinge os 10 anos, já é considerado velho. A faixa etária que eles sobrevivem é de, aproximadamente, 15 anos. Quando estão em cativeiro, pode ser que durem um pouco mais.

Como qualquer outro lobo, os ibéricos possuem uma forte hierarquia. Ela é respeitada por todos! Toda alcateia possui um macho-alfa, seguido de sua fêmea. Eles são os únicos que se reproduzem dentro da matilha. Todos os outros são encarregados de cuidar dos filhotes quando eles nascerem, além de prover a alimentação necessária.

Por incrível que pareça, não é pesado para nenhum outro exercer as funções de liderado. O macho-alfa conquistou esse lugar por força e liderança, então, os mais frágeis acreditam que seguindo seus comandos, todos podem sobreviver e ter uma vida longa.

Alimentação

São animais carnívoros e não possuem nenhuma predileção quanto à presa. Como vivem cercando os rebanhos de fazendas, a maioria de sua alimentação provém de lá, como as ovelhas, galinhas, cavalos e cabras.

Quando encontram dificuldade em se alimentar dos animais domésticos, correm atrás de javalis, cervos ou qualquer outro que aparecer em sua frente. Como caçam em bando, não encontram dificuldades de derrubar um animal, por maior que ele seja.

Ocasionalmente, pode se alimentar de cães e também de carcaças que encontra. Não é muito comum, porém, pode ser difícil encontrar alimento nos locais onde passam a vida.

Habitat Natural

Ele já foi bastante difundido pelo mundo, porém, sua maior concentração sempre foi na Península Ibérica, na Europa. Suas maiores concentrações são nos países da Espanha e Portugal. O lobo ibérico é tão admirado nestes locais que virou um dos maiores símbolos da natureza.

Especialmente no país de Portugal, esse lobo sempre foi bastante perseguido pelos pastores de ovelhas. O principal motivo de sua perseguição é que ele sempre atacava os rebanhos pela noite, causando prejuízos para quem tivesse perdido um animal.

Hoje, ele corre sérios riscos de extinção. Entretanto, uma polêmica tem sido levantada: Como evitar seu sumiço completo do planeta e, ao mesmo tempo, proteger os rebanhos de animais que vivem nas regiões montanhosas de Portugal?

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *