Home / Animais / Lobo Etíope: Características

Lobo Etíope: Características

O lobo etíope, apesar de ser um lobo, é um pouco diferente da imagem que temos na cabeça. Ele é pouco conhecido e seus hábitos são bem difíceis de serem notados. Mas, mesmo com esses empecilhos, sua beleza não desaparece.

Esta espécie de lobo se difere dos demais, e é este um dos motivos que nos leva a escrever este artigo. O que você sabe sobre ele? Tem conhecimento sobre a espécie descrita? Provavelmente não.

Porém, não se preocupe com isso! Suas informações sobre eles serão abastecidas agora mesmo! Continue com a leitura do texto e se surpreenda!

Nomes Populares

Como qualquer outra espécie animal do mundo, os lobos etíopes são conhecidos por vários nomes, dependendo da região ao qual está inserido. Suas várias nomenclaturas são: macaco da Abadia, semi-chacal e chacal vermelho.

Além disso, os seus nomes recebidos na língua inglesa mostram que há um desconhecimento muito grande a respeito desse animal.  Devido a aparência semelhante as raposas a até aos cães domésticos, os ingleses os nomeiam mais como os animais citando anteriormente do que o seu nome original, lobo Etíope.

Lobo Etíope
Lobo Etíope

É muito provável que estes animais tiveram suas primeiras procriações na Arábia. É muito encontrado nas savanas africanas, principalmente nas regiões montanhosas.

Porém, com a diminuição de sua espécie e o aumento de animais mais fortes que esses lobos, eles foram obrigados a se espalhar para diversos lugares, onde teriam uma forma melhor de se adaptar.

Características Físicas

Seu tamanho está entre 90 e 100 centímetros e sua altura não é maior do que 35 centímetros. Como pode notar, o seu tamanho é muito menor do que qualquer lobo vermelho. Sua cauda possui, normalmente, 30 centímetros. Porém, o tamanho pode alcançar os 40 centímetros, sem problema nenhum.

As fêmeas possuem no máximo 5 quilos, enquanto os machos são um pouco mais robustos. Eles podem chegar aos 18 quilos, entretanto, a média normal de peso entre os machos é de 14 quilos.

Seu corpo é fino e suas patas são largas. Isso os ajuda a se locomoverem entre as rochas montanhosas, o seu lugar mais provável de habitar. Seu focinho e suas orelhas são grandes, sendo uma característica muito comum de animais que vivem em lugares altos e precisam dissipar o calor.

Seus pelos possuem tamanhos curtos e longos. Aliás, sua pelagem é semelhante a um lindo casaco avermelhado ou marrom alaranjado. Seu rosto e suas patas possuem traços brancos.

Hábitos

Eles são animais com hábitos diurnos. Mas, com a constante interferência humana em seu habitat natural, eles acabam se tornando animais crepusculares. Eles fazem isto simplesmente para escapar da presença dos homens.

Como em toda alcateia, eles costumam andar em grupos de 6 a 10 membros. Assim como todas as outras espécies de lobos, eles possuem um macho alfa, que lidera todo o grupo.

O casal dominante é o único que reproduz, enquanto os outros cuidam dos filhotes, seja com proteção ou alimentação. Sua procriação acontece todos os anos. Geralmente, nos meses de outubro e janeiro é quando a fêmea entra no período fértil.

Quando engravida, sua gestação acontece entre 60 e 62 dias. Seus filhotes nascem cinza, com os olhos fechados e sem dentição nenhuma. Com o tempo, eles acabam se desenvolvendo mais. A partir da quinta semana eles começam a comer alimentos sólidos, além de beber o leite da mãe.

A partir dos 2 anos, esses pequenos lobos já são inseridos ao mundo da caça. Também, é nessa idade que eles atingem a maturidade sexual.

Por serem animais totalmente territoriais, eles marcam sua área, seja com urina, fezes ou uivos. Aliás, os uivos são uma parte essencial da comunicação entre os lobos, afinal, eles usam sons diferentes para cada tipo de informação que queira transmitir.

Sua potência vocal é muito grande, pois os seus uivos podem ser escutados a mais de 5 quilômetros de distância!

Seu território possui o tamanho de, aproximadamente, 4 quilômetros. Mas, não é incomum este número ser bem maior e chegar aos 15 quilômetros de extensão. Quando algum animal adentrar nesta área demarcada, qualquer lobo da alcateia não hesitará em defender o local onde mora.

Alimentação

Diferente de outras espécies de lobos, os etíopes possuem uma alimentação bem básica. O que consta em seu cardápio são os ratos do deserto e as toupeiras, sendo estes dois roedores a base de sua dieta. As lebres também podem aparecer de vez em quando.

É bem raro ver os lobos etíopes caçando em bando, eles só fazem isso caso haja necessidade. Quando isso acontece, o seu foco está nos antílopes e ovelhas domésticas. Por causa de suas presas habituais serem pequenas, eles não precisam estar com mais algum companheiro para caçá-los.

Ameaçados de Extinção

O lobo etíope é uma das raças mais ameaçadas do planeta, além de ser uma das mais raras. Sua população mundial não chega aos 500 membros, sendo que esta é uma estimativa bem positiva. Como se esta informação não bastasse, eles ainda estão espalhados em várias áreas do planeta.

Algumas das espécies — como o lobo africano — entrou na lista de risco em 1986, sendo que muitos de seus parentes mais próximos já eram declarados extintos.

A população desses lobos é pequena, e, com o seu desaparecimento cada vez mais rápido, está situação só piorou. No ano de 1996, o seu estado se tornou muito difícil. Por este motivo, ele foi catalogado na lista de animais que estão em estado crítico de serem aniquilados da natureza.

Felizmente, há uma notícia boa no meio deste caos: Após este animal ser catalogado (em 1996), diversas obras foram feitas para que ele não sumisse. Com isso, os números desta espécie se tornaram crescente. Mas, mesmo com isso, ele ainda continua com sérios riscos.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *