Home / Animais / Leopardo das Neves Características e Velocidade

Leopardo das Neves Características e Velocidade

O leopardo da neve ainda existe hoje no Afeganistão, Butão, Índia, Cazaquistão, Quirguistão, Nepal, Uzbequistão, Paquistão, Rússia, Tadjiquistão, Mongólia e China. As maiores populações do leopardo se encontram nos dois últimos, mas uma particularidade sobre o leopardo é comum em todos esses lugares: a maior parte da população humana quer o animal morto.

Panthera Uncia

O leopardo das neves tem pernas curtas, pés largos com almofadas peludas que o isolam do frio e facilitam a movimentação na neve. Os músculos peitorais são muito desenvolvidos. Os pés dianteiros são mais largos que os pés traseiros. A cauda, ​​grossa e longa, representa quase metade do comprimento total deste gato.

Esse comprimento permite um papel de equilíbrio para manter o equilíbrio em ambientes íngremes e também é uma proteção contra o frio quando o animal se envolve para dormir. O rosto, largo e redondo, tem orelhas curtas e arredondadas, preto no reverso.

No inverno, as orelhas podem desaparecer completamente sob o pêlo espesso. O pequeno tamanho das orelhas evita muita perda de calor. Os olhos são cinza verde, o que é raro para um felino. O crânio é característica de leopardo pelo seu focinho curto, a marca diante dos olhos e na testa. As cavidades nasais são particularmente grandes, o que pode ser uma adaptação à vida em altitude, onde o oxigênio é mais raro.

Em média, o macho pesa de 45 a 55 kg e o feminino de 40 a 45 kg. No macho, a cabeça e o corpo medem, em média, 1,3 m de comprimento e a cauda de 0,9 a 1,05 m. Na fêmea, a cabeça e o corpo têm uma média de 1,0 m de comprimento e a cauda de 0,8 a 0,9 m . A altura na cernelha é de cerca de 60 cm.

A pelugem é cinzento pálido a cinzento amarelo, estômago e pescoço são brancos. As manchas e rosetas são únicas para cada animal. Métodos de identificação dos pontos da testa foram desenvolvidos. A pelagem longa e grossa é renovada duas vezes por ano. No inverno, o cabelo tem cinco centímetros de comprimento no corpo e até doze centímetros na barriga e na cauda.

O rosto e o pescoço são pontilhados com pequenos pontos redondos. Rosetas cinza escuras e manchas redondas marcam as costas, os lados e as pernas. Na cauda, ​​as rosetas se tornam anéis se aproximando do final. Duas bandas horizontais marcam a parte de trás do pescoço até a cauda.

Os padrões e cor da pelugem do leopardo das neves são uma camuflagem eficaz em montanhas rochosas e cobertas de neve que compõem seu habitat. Os jovens são nascidos com pele mais escura e grandes manchas pretas no dorso e flancos, que se tornará rosetas ao crescerem.

Leopardo das Neves Velocidades

Filhote de Leopardo das Neves Correndo na Grama
Filhote de Leopardo das Neves Correndo na Grama

Em um sprint, constatou-se que o leopardo das neves atinge a velocidade média de 58 km/h dentro dos padrões da espécie em geral. Mas seu forte não é correr pois em momento de caça in natura, dificilmente ele precisa. E quando necessário, dificilmente passa de 300 metros na tentativa.

Os leopardos da neve caçam sozinhos, rastejando para o animal por trás dos abrigos ou de uma emboscada, tocaiando a presa nas trilhas ou locais de irrigação, escondendo-se nas pedras. Quando a presa em potencial permanece algumas dezenas de metros, o leopardo das neves salta do abrigo e salta rapidamente entre 6 e 7 metros.

Os leopardos das neves tentam agarrar pela garganta e depois estrangular ou quebrar o pescoço. Tendo matado um animal, o leopardo das neves o arrasta para debaixo de uma rocha ou outro abrigo, onde ele começa a comer.

Essa espécie usa cumes rochosos e falésias como promontórios para observar os arredores. Ele se move com agilidade saltando de uma rocha para outra. Ele caça à vista, aproximando-se pouco a pouco, e depois salta, geralmente para baixo, para abocanhar sua presa. Correr em encostas íngremes representa um grande risco de quedas, e é possível que as longas perseguições permitam ao leopardo uma melhor taxa de sucesso na caça, aproveitando a possível falta de jeito de suas presas.

Comportamento de Forrageamento

Leopardo das Neves Caçando
Leopardo das Neves Caçando

Embora isto não esteja provado conclusivamente, presume-se que a meteorologia chuva ou neve é rentável. A baixa visibilidade no mau tempo, bem como a ação muda da neve, seria uma vantagem para aproximar-se da presa o mais perto possível. Naturalistas e caçadores acreditam que o leopardo das neves caça geralmente após fortes quedas de neve.

O leopardo de neve é ativo tanto de dia quanto a noite, embora o seu pico de atividade seja mais no início da manhã ou tarde da noite. Em áreas ainda não perturbadas por seres humanos, é mais ativo de dia, enquanto em áreas mais urbanizadas, especialmente quando se ataca o gado, a caça é na noite e muito discretamente.

O leopardo das neves segue os movimentos sazonais de sua presa: ele desce dos vales e floresta de coníferas no inverno, e volta pras montanhas no verão. Ele faz a sua casa em uma fenda da rocha e parece manter-se fiel aos seus abrigos habituais. O leopardo pode se mover em neve muito espessa, até 85 cm.

Mas inteligentemente os leopardos preferem usar as pistas já existentes para se deslocar na neve, como passagens de animais selvagens ou domésticos, até mesmo humanos, como os rastros deixados pelos seus esquis. Para percorrer seu território, o leopardo das neves preferencialmente usa lugares íngremes, barrancos ou gargantas de rios.

Evita, tanto quanto possível, grandes espaços abertos. Na Mongólia, um jovem macho solto na estepe viajou de 30 a 40 quilômetros, provavelmente em uma noite, para chegar a uma área mais montanhosa. Em áreas onde planaltos e planícies são mais freqüentes, a comunidade científica sugere que relevos mais baixos, como colinas ou pequenas montanhas de 20 a 65 km de distância, servem como um corredor para alcançar as cadeias montanhosas que o leopardo prefere.

A Territorialidade do Leopardo

O leopardo das neves ocupa grandes áreas e viaja por áreas restritas por sete a dez dias antes de se mudar para outra área. No Nepal, o tamanho do território é estimado entre 12 e 39 km². Quando a densidade de presa diminui, a área aumenta em tamanho até 400 km² como em Mongólia.

No entanto, observou-se que a avaliação do tamanho do território foi fortemente modificada pelo tipo de medições feitas: as primeiras estimativas do tamanho do território do leopardo das neves foram feitas a partir de colares de rádio, enquanto as medições do satélite foram introduzidos mais tarde. Medições por satélite mostraram um tamanho muito maior do território.

Leopardo das Neves Junto a seu Filhote no Zoológico de Basileia, na Suiça
Leopardo das Neves Junto a seu Filhote no Zoológico de Basileia, na Suiça

Por exemplo, um território medido por um colar de rádio que imaginava 50 km² aumentou para 1.590 km² com medições por satélite. A diferença pode explicar os longos períodos sem detecção de um indivíduo, que simplesmente estaria fora do alcance da recepção do sinal de rádio. O tamanho do território do leopardo das neves pode estar significativamente multiplicado.

A distância média entre os indivíduos é de pelo menos dois quilômetros no Nepal. Na Mongólia, foram encontradas distâncias semelhantes: dois indivíduos do sexo masculino com uma média de 1,5 km de distância, dois indivíduos de diferentes sexos com 5,0 km e duas fêmeas com menos de 8 km. O leopardo das neves se move cerca de 12 km por dia na Mongólia, mas calcula-se uma média geral de até 27,9 km/d.

Veja também

Animais Exóticos da Austrália

A Austrália é um país rico nos mais diversos âmbitos e sentidos da palavra. Nele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *